PT dá Paraíba poderá sofrer intervenção da nacional na próxima segunda-feira.


Vladimir Chaves

A cúpula nacional do Partido dos Trabalhadores, “bateu o martelo” quanto à politica de aliança no Estado da Paraíba. Nas próximas horas um representante da executiva nacional estará desembarcando em João Pessoa, para formalizar a aliança com o PMDB.

Os apelos dos “PTs” de Luiz Couto e Luciano Cartaxo, não convenceram os caciques do PT nacional que a pretexto de garantir um palanque na Paraíba, para presidenciável Dilma Rousseff, determinaram a instância inferior que consolidem a aliança com o PMDB.


Segundo fontes, ficou estabelecido ainda que caso a maioria dos dirigentes estaduais não acatem a decisão da instância superior, na próxima segunda-feira (30) haverá intervenção no diretório da Paraíba. 

sábado, 28 de junho de 2014

 Nenhum comentário

Tribunal de Justiça da Paraíba condena ex-presidente da ALPB, ex-Secretário de Estado e mais 28 ex-prefeito.


Vladimir Chaves

O Tribunal de Justiça da Paraíba, condenou por atos de improbidade administrativa ou crimes contra a administração pública, 28 ex-prefeitos, um ex- presidente da Assembleia Legislativa, um ex-superintendente da SUDEMA e um ex-Secretário de Saúde do Estado

De acordo com as últimas sentenças, foram julgadas procedentes as ações contra os seguintes agentes públicos:

Régis Cavalcanti Albuquerque - ex-Superintendente da SUDEMA;

Arthur Cunha Lima - ex-presidente da Assembleia Legislativa;

Lindolfo Pires - ex-1º Secretário da Assembleia Legislativa;

José Joacil de Araújo Morais -ex-Secretário de Saúde do Estado

Também foram condenados os ex-prefeitos:

Ernani de Souza Diniz, de Diamante;
Ana Adélia Nery Cabral, de Frei Martinho;
Sebastião de Vasconcelos Porto, de Pedra Lavrada;
José Carlos Vidal, de Gurjão;
José Herculano Marinho Irmão, de Monte Horebe;
Maria Luiza do Nascimento, de Sapé;
Célia Maria Oliveira, de Sobrado;
Júlio Lopes Cavalcanti, de Olho D’Agua;
Hercúles Antônio Pessoa, de Pitimbú;
Augusto Bezerra Cavalcanti Neto, de Bananeira;
João Bosco Cavalcanti, de Serra Grande;
Giuseppe de Sousa Oliveira, de Aroreiras;
Flávia Serra Galdino, de Piancó;
José Will Rodrigues, Itaporanga;
Ernani de Sousa Rodrigues, Diamante;
Gildivan Lopes da Silva, São José de Caiana.
Josemar Belmont, de Campo de Santana;
Elson Cunha Lima Filho, de Areia;
Sebastião Roberto, de Princesa Isabel;
José Ribeiro Farias Júnior, de Cabedelo, duas condenações;
Francisco da Costa Vieira, de Lagoa;Cristovão Amaro da Silva, de Cajazeirinhas;
José de Arimateia Anastácio, de Livramento;
Robério Andrade Vasconcelos, João Dantas de Lima, de Cuité de Mamanguape;
José Adamastor Madruga, Itapororoca;
José Petronildo de Araújo, de Nova Palmeira.

Este é o 5º lote de decisões, desde que foi iniciado, este ano, o esforço concentrado para julgamento dos feitos referentes à Meta 4, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O coordenador dos trabalhos, juiz Aluízio Bezerra Filho, disse que os magistrados envolvidos nesse esforço concentrado têm alcançado um nível excelente de produtividade.


 Nenhum comentário

Presidenciável Aécio Neves é recepcionado pelo prefeito Romero Rodrigues


Vladimir Chaves

O prefeito Romero Rodrigues (PSDB) recepcionou, no fim da tarde de ontem (27), o presidenciável senador Aécio Neves (PSDB), que desembarcou no aeroporto João Suassuna por volta das 19h, em voo originado em Teresina, Piauí. Aécio concedeu entrevista coletiva à imprensa ainda no aeroporto e recebeu do prefeito uma réplica do monumento aos pioneiros.

O senador falou da alegria de estar em Campina Grande no momento em que a cidade realiza a sua festa junina. "Hoje eu estou muito feliz de estar aqui. Já vim a Campina inúmeras vezes, mas esta é a primeira vez que venho no São João. A festa é um orgulho não apenas da Paraíba e do Nordeste, mas de todos os brasileiros", considerou.

Após a coletiva, o senador seguiu para visitas ao Sítio São João, Vila do Artesão e Parque do Povo. Além do prefeito Romero, o mineiro foi recebido pelo também senador Cássio Cunha Lima. O prefeito da cidade de Barretos (São Paulo), Guilherme Ávila, também esteve acompanhando Aécio.

Já à noite, no Parque do Povo, após acompanhar a apresentação de quadrilhas juninas e saborear pratos típicos da culinária nordestina, o senador de Minas Gerais, elogiou o Maior São João do Mundo.

“Essa é uma festa extraordinária, uma das maiores manifestações culturais que o Nordeste e o Brasil possuem. A alegria das pessoas e a convergência de gente do Brasil inteiro fazem de Campina Grande, nesse momento, um centro de referência para todo o país”, comentou. “Achei a gastronomia maravilhosa. Comi uma carne de sol de primeira categoria. Quero voltar muitas outras vezes”, completou.

 Nenhum comentário

Após rompimento aliados de Rômulo Gouveia são exonerados dos cargos de confiança.


Vladimir Chaves

Um dia após o anuncio do rompimento do vice-governador e presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, com o governador Ricardo Coutinho (PSB), dezenas de aliados do vice-governador são exonerados de cargos de confiança no Governo do Estado.

O Diário Oficial deste sábado (28), traz uma relação que vai de secretário executivo a motorista. Só no Gabinete da Vice-Governadoria do Estado foram exonerados 23 servidores ocupantes de cargos de confiança.


Confira o Diário Oficial de 28 de junho de 2014

 Nenhum comentário

Deputado Anísio Maia: "O PMDB não tem condições politicas e estruturantes para promover mudanças na Paraíba"


Vladimir Chaves

O deputado estadual Anísio Maia, emitiu nota pública afirmando que o PMDB não possui condições politicas, nem estruturantes para  promover qualquer mudança no Estado da Paraíba. O petista acusa ainda o PMDB de tentativa de ingerência interna no PT e que o partido saberá agir na defesa da sua soberania.

Confira a integra da nota:

EM DEFESA DA SOBERANIA DO PT


Como um partido dividido, perdendo todo dia lideranças expressivas e sem um discurso que empolgue nosso eleitorado poderá comandar uma alternativa real de mudanças para nosso Estado?

Continuo com a convicção de que o PMDB não tem condições políticas, nem estruturais para esta empreitada. A prova disto é que para compor sua chapa se vê obrigado a recorrer a uma intervenção no PT Estadual para concretizá-la.
Teria cabimento uma candidatura a governador cujo candidato a Senador estaria incluído na mesma por um ato de força? Qual a eficácia política de uma aliança deste tipo?

Se o objetivo desta nova candidatura do PMDB for unir o partido, é uma tática legitima, desde que não tente subordinar o PT a aderir compulsoriamente a esta política.

O PMDB comete um grave equívoco de querer repetir a nível Estadual o que foi feito no último pleito na cidade de Campina Grande. Naquela ocasião o PT foi prejudicado a nível municipal a ponto de não poder formalizar sua chapa de vereadores. ISTO NÓS NÃO VAMOS ADMITIR.

Em hipótese alguma vamos permitir ingerência de outro partido no PT Estadual.

Por isso todos os Petistas da Paraíba devem se acostar na decisão da Executiva Estadual que por 13 a 1 decidiu o que é melhor para o PT na Paraíba. Esta decisão tem total legitimidade interna e foi decidida com o respaldo de todas as tendências do Partido.

Esperamos que o PMDB saiba superar sua crise política no Estado com seus próprios recursos e encontre uma alternativa sem prejudicar os seus aliados.
O PT da Paraíba hoje está totalmente unido e saberá lutar para garantir sua soberania.

ANÍSIO MAIA

Deputado Estadual - PT

sexta-feira, 27 de junho de 2014

 Nenhum comentário

Deputado Luiz Couto, “abre o jogo” e revela que negociações com o PSB já ocorriam há mais de 15 dias.


Vladimir Chaves

O deputado federal Luiz Couto (PT), fez uma revelação surpreendente durante entrevista na manhã de hoje (27), no “Programa Tambaú Debate”.

O petista disse que o PT já vinha discutindo com o PSB, há mais de 15 dias, o que causa estranheza, já que os dirigentes do PT durante todo esse tempo afirmavam de público o desejo de consolidar a aliança com o PMDB.

Segundo Couto, ele foi procurado há uns 15 dias atrás, por dois dirigentes da Executiva Estadual do PT (negou-se a dizer os nomes dos dirigentes), para que intermediasse um dialogo com o governador Ricardo Coutinho.

“Duas pessoas do diretório estadual solicitaram para que  pudéssemos ver se havia da parte do governador Ricardo Coutinho, o interesse (aliança) e se seria assegurado à vaga de senador na chapa” revelou.

De acordo com o deputado, o governador acenou positivamente.  “Eu e outros companheiros levamos a proposta, e ai ele (Ricardo) disse que não tinha problema é que achava importante, ai a direção fez o restante da interlocução” disse Couto.

Questionado se ele havia participado das articulações seguintes, que resultaram no rompimento com o PMDB e a consequente aliança com o PSB, Luiz Couto, disse que não, que apenas transmitiu para Lucélio Cartaxo (presidente do PT de João Pessoa), Zenedi Bezerra (Secretário chefe do gabinete do prefeito Luciano Cartaxo) e Jackson Macedo (secretário estadual de organização do PT), que o governador tinha interesse, e que depois disso todas as articulações foram feitas por esses.

“Não participei das outras conversações apenas dei o recado, no dia da reunião do diretório estadual eu cheguei lá e chamei o Lucélio, o Zenedi, o Jackson e ai eu disse o que o governador tinha colocado, depois eles entraram no circuito para fazer as negociações, faz uns 15 dias” revelou o deputado.

 Nenhum comentário

Rômulo Gouveia rompe com o PSB alegando quebra de acordos.


Vladimir Chaves

O presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, acaba de formalizar seu rompimento com o governador Ricardo Coutinho (PSB), e o apoio à candidatura ao governo do estado, do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Rômulo, disse que tomou a decisão depois de ouvir seus aliados, após o descumprimento do acordo de que o PSD teria espaço na chapa majoritária liderada por Ricardo Coutinho.

 Nenhum comentário

Crise no PRB: Presidente do PRB de João Pessoa detona com o presidente estadual Pastor Jutay.


Vladimir Chaves

A crise interna na maioria dos partidos políticos da Paraíba continua se alastrando feito um rastilho de pólvora. Agora o “tempo esquentou” nas hostes do Partido Republicano Brasileiro – (PRB), que é presidido no Estado, pelo deputado estadual, Pastor Jutay Meneses.

Através de uma carta pública o presidente municipal do PRB de João Pessoa, Sales Dantas, detonou com o presidente estadual. Na carta ele diz que aprendeu com os pais a não se misturar com quem não lhes faz o bem, e que por esse motivo estaria se afastando do Pastor Jutay. Afirma ainda que prima pela honradez e coerência ao tempo que cobra tais princípios ao presidente do seu partido.

Confira integra da Carta.

CARTA ABERTA À PARAÍBA

Lembro com profunda clareza as vezes que ouvi de meus pais o atencioso ensinamento: “Não se misture com quem não vai lhe trazer o bem, meu filho”. Naquele momento, em minha inexperiência infantil, achava que não passava de uma doutrina momentânea, que simplesmente tentava me livrar de um crescimento regido por más influências. No entanto, passei a perceber com os dias que o conselho permaneceu vivo em cada instante de minha existência, me chamando frequentemente a atenção; evitando rotas com destinos destrutivos.

Nesses últimos meses de cismas, desencontros e decepções, resgatei do baú da memória os conselhos de meus pais. Diante de situações que a cada dia me surpreendiam mais, olhei em volta e senti a necessidade de fazer a seleção daqueles com quem devo continuar ladeado.

Desde o momento em que pela primeira vez estivemos com governador Ricardo Coutinho, com a intenção de construir um projeto novo para a Pesca e Aquicultura da Paraíba, nós, o Partido Republicano Brasileiro, firmamos um legítimo compromisso de seguirmos juntos nesse grande plano de desenvolvimento. Naquele instante, cobramos apenas que nos fossem abertas as portas da gestão para oferecer nossa contribuição e experiência. Atrelado a isso, guiados pela voz de nossa autonomia partidária, deixamos claro naquele instante que, se porventura, durante nossa caminhada, percebêssemos que a rota fugia do que queríamos para nosso Estado, deixaríamos o Governo com a mesma coerência com que entramos.

E assim ficou acertado.

O tempo se passou e tudo o que foi acordado, planejado e ‘exigido’ foi cumprido. Já no ‘Palácio’, nós do PRB testemunhamos juntos a dedicação de um governante incansável em suas obrigações de servidor público; um companheiro que em sua seriedade marcante sempre se postou pronto para ouvir nossos planos e atendê-los dentro das limitações de um orçamento apertado; um líder sempre disposto a decidir pelo que entendia como o melhor aos que tem a obrigação de servir, mesmo que lhe custasse a popularidade tão valorizada por seu adversários.

Diante de tais circunstâncias e cumprimento de tantos compromissos conosco firmados, será que existe razão lógica para dar as costas à essa aliança? Há motivos para não mantê-la? Bem, para o deputado Jutay Meneses há, porém somente ele, na intimidade de seus interesses, pode dizer quais são.

Como sabem todos, não ‘sou’ político, ‘estou’ político. Como jornalista, assim estou por entender que se tornou uma chance de transmutar minhas palavras (e até queixas) em ações, com um único objetivo: ver mudar tudo o que sempre me incomodou em minha trajetória como comunicador.

Apesar de agora estar contido em um grupo tão marcado por críticas e desconfianças, que para a opinião pública não passa de ‘uma trupe de corruptos’, entendo que a única arma à minha disposição para sair ileso dessa má impressão popular é manter viva minha honradez, a começar pelo cumprimento de meus compromissos.

Ora, caros amigos, oferecemos nossos esforços para construir o Governo e fomos atendidos pelo governador. A nós foi prontamente disponibilizado espaço e voz para agir. Ele confiou em nós. E agora, quando precisa que o ajudemos a continuar seu trabalho (que inclusive somos personagens ativos) lhes dar as costas? É justo, pra não dizer ‘honesto’?

Não quero com essa carta discutir as motivações que levaram o deputado Jutay Meneses a mover céus e terras para abraçar apaixonadamente o projeto político do senador Cássio Cunha Lima. Venho discutir aqui honradez e coerência. Pois é, coerência. Ou esqueceu o pastor Jutay que o PRB (o qual preside no Estado) compõe o Governo da Presidente Dilma, fervorosamente combatido pelo partido do senador Cássio (e por ele mesmo)? Subir no palanque dos que sistematicamente há anos querem derrubar o Governo que abriu os braços ao nosso presidente nacional, o Bispo Crivela, para que déssemos nossa contribuição como partido? Subir no palanque dos que maquinam para por abaixo o governador Ricardo, que sem qualquer objeção nos deu a chance de por em prática nossa capacidade de administrar? Trair os que nos dão as mãos lhe parece coerente, pastor? Em troca de que? Espero que como justificativa não use essa balela batizada pelo senhor como “decisão coletiva”, quando todos sabemos que tudo foi decidido a portas fechadas, alimentada unicamente por interesses unilaterais.  Pergunte às colônias de pescadores da Paraíba se o seguem nessa ‘aventura de um homem só’. Pergunte aos presidentes e companheiros de nosso partido em diversas regiões do Estado se estão dispostos a comprar esse projeto apoiado unicamente pelo senhor.

Abraçar o projeto tucano na Paraíba, pastor, não é apenas um ato de traição ao PRB nacional e ao Governo da Presidente Dilma, é jogar no lixo tudo o que há anos tentamos imprimir no eleitorado paraibano como marca de nosso bom caráter e compromisso público.

Sou um homem de honra e por ser assim, não meço distâncias nem prejuízos para manter meus compromissos. Aos que pensam diferente disso, repudio com fervor.

Sendo assim, olho mais uma vez para o passado e, lembrando dos conselhos de meus pais, decido distanciar-me do pastor Jutay Meneses.

Com esse desabafo, oficializo o que há muito, desde o instante em que o pastor deixou de lado nosso ideário político, já é sabido de todos: nosso rompimento.

Siga o senador Cássio, deputado, que eu seguirei minha consciência.


Sales Dantas
Presidente Municipal do PRB em João Pessoa

 Nenhum comentário

Pré-candidato Vital do Rêgo, intensifica negociações com o prefeito Luciano Cartaxo.


Vladimir Chaves

Depois de se reunir a portas fechadas com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), o senador e pré-candidato a governador da Paraíba, Vital do Rêgo (PMDB), revelou que continua articulando junto à direção nacional do PT, para obter o apoio da legenda.

“Nós estamos trabalhando e a direção nacional (PT) tem um grande interesse dá presença da presidente Dilma e do vice Michel Temer em campanha na Paraíba. Existe um interesse muito grande da Executiva do PT nacional e do seu presidente Rui Falcão” disse.


Questionado sobre a decisão do PT estadual que através da sua executiva homologou apoio ao candidato do PSB, disse: “Vamos fazer de tudo nas próximas horas para ter o PT na nossa aliança, Com intensa negociação nós vamos convencer o PT da Paraíba” declarou.

 Nenhum comentário

Horas depois do PT aprovar aliança com o PSB, Cartaxo reúne-se a portas fechadas com o PMDB.


Vladimir Chaves

Horas depois da Executiva Estadual do PT da Paraíba, endossar o apoio ao candidato do PSB, Ricardo Coutinho, os irmãos Luciano e Lucélio Cartaxo, sem a presença de dirigentes da Executiva reuniram-se a portas fechadas com o candidato a governador pelo PMDB, Vital do Rêgo Filho.

O fato chamou a atenção e questionado pela imprensa da capital o prefeito Luciano Cartaxo, revelou que havia sido convidado pelo presidente estadual do PMDB, José Maranhão, para conversar sobre o cenário politico da Paraíba e que na oportunidade ele teria informado aos peemedebistas a decisão de aliar-se ao PSB.

“Nós fomos convidados pelo PMDB, na pessoa do ex-governador José Maranhão e alguns deputados federais e estaduais, para conversarmos sobre o cenário politico e nós confirmamos a nossa aliança com o PSB” disse o petista.

A reunião aconteceu ontem à noite (26), por volta das 22 horas, no Bairro do Altiplano na residência do presidente do PMDB, José Maranhão, e teve a participação do pré-candidato a governador Vital do Rêgo Filho.

 Nenhum comentário

PEN realiza convenção nesta sexta-feira


Vladimir Chaves

A convenção do Partido Ecológico Nacional (PEN) na Paraíba será realizada nesta sexta-feira (27), a partir das 9h30, na sede da Associação dos Plantadores de Cana de Açúcar (Asplan), no Centro da Capital.

O presidente do PEN na Paraíba, deputado Ricardo Marcelo, destacou a importância do momento. Segundo ele, a convenção deverá receber representantes do PEN de todas as regiões, entre prefeitos, deputados e políticos que apoiam a legenda.

“Será um grande momento para o nosso partido. Esperamos receber filiados de toda a Paraíba. Visamos o melhor para o nosso Estado, com foco maior na sustentabilidade, que está intrinsecamente ligada ao dia a dia de cada um, e às questões sociais, econômicas e energéticas”, disse Ricardo Marcelo.

De acordo com o presidente, durante a convenção será reafirmada a luta pela sustentabilidade. “O nosso projeto é pautado pelo meio ambiente, e queremos fortalecê-lo cada vez mais para que seja a causa de todos e uma prioridade nacional”, ressaltou.

Durante a convenção, serão apresentados os nomes para a chapa proporcional e também deverá ser oficializado o apoio à pré-candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo estadual. “Convoco a todos os filiados para que participem”, disse o parlamentar. O evento também contará com representantes de várias legendas.

Os deputados do PEN, Branco Mendes, Anibal Marcolino, Edmilson Soares, José Aldemir e Toinho do Sopão também estarão presentes, além de outras lideranças como o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra.


Fonte: Assessoria

quinta-feira, 26 de junho de 2014

 Nenhum comentário

PT nacional intervém na Paraíba e anula aliança com PSB.


Vladimir Chaves

A exemplo do que ocorreu no Amapá, no inicio da semana passada, quando a direção nacional do PT a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, interviu no diretório estadual anulando decisão da legenda de apoiar a reeleição do governador Camilo Capiberibe (PSB), decisão semelhante foi tomada no dia de hoje (26), contra o PT da Paraíba, que no dia de ontem anunciou apoio a reeleição do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.

Os dirigentes do PT paraibano ainda não fizeram nenhum pronunciamento oficial, no entanto, fontes informaram que o presidente nacional da legenda petista, Rui Falcão, já comunicou a instância estadual e ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo.
 Roberto Paulino

Além de anular a decisão do PT\PB a direção nacional orientou que o PT busque entendimentos com o PMDB. Outro que também tornou público a decisão do PT nacional foi o ex-governador Roberto Paulino (PMDB).


“A direção nacional já determinou ao PT fazer uma aliança com o PMDB, até porque nós votamos em Dilma. O PT vai rever essa posição atendendo uma determinação do PT nacional” disse Roberto Paulino. 

 Nenhum comentário

PMDB mantém candidatura ao governo do estado, Vitalzinho é o candidato.


Vladimir Chaves

As principais lideranças do PMDB da Paraíba continuam reunidas e devem anunciar nas próximas horas a decisão da cúpula do partido. Informações de bastidores dão conta que o partido deverá manter a candidatura própria ao Governo do Estado.

O senador Vital do Rêgo, deve ser o substituto do então pré-candidato Veneziano Vital do Rêgo, o ex-governador Roberto Paulino, será o vice. A vaga de senador continua a disposição do PT.

 Nenhum comentário

PP de Enivaldo Ribeiro marchará com Ricardo Coutinho.


Vladimir Chaves

Enquanto a politica “pega fogo” em toda a Paraíba o presidente estadual do Partido Progressista, Enivaldo Ribeiro, optou pela calmaria da capital do país.


Segundo fontes, o presidente do PP está nesse momento fechando os últimos entendimentos para as eleições estaduais, devendo desembarcar na noite de hoje, trazendo a tiracolo os termos do “casamento” com o PSB de Ricardo Coutinho. 

 Nenhum comentário

Veneziano Vital do Rêgo, divulga carta aberta ao povo paraibano.


Vladimir Chaves

Confira integra da carta:

Aos

Paraibanos,

Com muita honra, recebi a incumbência dos meus companheiros de Partido de representar a história e as tradições do PMDB, como pré-candidato ao Governo do Estado. Aceitei o desafio, movido pelas convicções e confiança do que poderíamos realizar pelo Estado e por sua população, como já o fizemos no exercício do cargo de Prefeito de Campina Grande.

Percorremos o território da Paraíba, ladeados por muitos aguerridos militantes, transmitindo nossas ideias e reafirmando nossos compromissos, em nome das mais legítimas aspirações populares. Ao longo dessa caminhada, tivemos a oportunidade de nos familiarizar com as necessidades e inúmeras carências das nossas regiões.

Aliando disposição e firmes propósitos, realizamos os seminários ‘Pensando a Paraíba’ para recolher as impressões e demandas do nosso povo. Mesmo com as incontáveis desigualdades e adversidades, sempre acreditamos e defendemos a nossa proposta como a mais adequada à atual realidade administrativa.

Se foram tantos os momentos de esperanças, outros quantos estão sendo vividos de instabilidades e incertezas - infidelidade mesmo - que minaram quaisquer resistências ao enfrentamento, que se tornou desigual e injusto, e que veio lamentavelmente a se consumar. Não me quedei à especulações. Não dei ouvidos a boatos. Vivi submetido, com correligionários e amigos, a um embate maniqueísta e de polarização midiática.

Defendi, em todos os fóruns, do mais longínquo município paraibano, até a capital do nosso Estado, as ideias do PMDB e os compromissos que professamos, mas sinto que, agora, no momento de definições das alianças políticas, cabe-me, em gesto de humildade e desprendimento, devolver ao partido esta pré-candidatura, para que institucionalmente possa avaliar a decisão que venha a nortear os nossos rumos.

De minha parte, reitero a convicção de que, para qualquer missão, estarei pronto e inarredavelmente comprometido com os princípios e ideário da nossa legenda, e sempre em defesa de uma Paraíba melhor para todos os conterrâneos.

Paraíba, 26 de junho de 2014


Veneziano Vital do Rêgo 

 Nenhum comentário

Ricardo Coutinho permanece no apoio a Eduardo Campos.


Vladimir Chaves

A adesão do PT de Luciano Cartaxo, ao projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho, não altera a campanha na Paraíba, em prol da candidatura de Eduardo Campos. A garantia foi dada pelo próprio Ricardo Coutinho, que disse que apoio a Dilma, só num possível segundo turno.

“Nós temos maturidade suficiente para entender como legitimas as duas candidaturas (Eduardo Campos e Dilma) e para respeita-la, num segundo turno quem for, nós estaremos convergindo para um apoio” disse.

 Nenhum comentário

Nadja Palitot a “soldado” do PT que terminou esquecida na confraternização dos generais


Vladimir Chaves

A militante petista, Nadja Palitot é o que podemos conceituar de verdadeira “soldado do partido”. Isso ficou claro nos últimos seis meses quando seu nome funcionou como um “coringa” a serviço das articulações politicas do PT de Luciano Cartaxo.

Num intervalo de apenas seis meses, foi apresentada como candidata a governadora, em seguida senadora, recentemente deputada federal e deve terminar como candidata a deputada estadual.

Lembrada e colocada como “coringa” no “tabuleiro das articulações políticas”, assim como os soldados terminou esquecida na confraternização dos irmãos generais.

 Nenhum comentário

Barraco: “Vergonha, vergonha, vendido, vendido...” presidente do PP é hostilizado na convenção do partido.


Vladimir Chaves

Talvez temendo a repetição do resultado da convenção do PMDB, onde mais de 40% dos delegados votaram contra o apoio a reeleição de presidente Dilma Rousseff, o Partido Progressista optou no dia de ontem (25), transferir para Comissão Executiva Nacional o poder de decidir sobre a politica de alianças.

A artimanha não foi aceita por um significativo número de convencionais que praticamente expulsaram do recinto o presidente nacional do partido, senador Ciro Nogueira. “Vergonha, vergonha, vergonha, vendido, vendido, vendido” gritavam os convencionais que defendiam a neutralidade do partido na eleição presidencial.

Confira o vídeo onde o presidente é chamado de vendido pelos colegas de partido:


 Nenhum comentário

Brasil só terá saneamento completo em 2060


Vladimir Chaves

A situação do saneamento básico brasileiro é caótica, e, se os investimentos continuarem no mesmo passo, pode permanecer por mais meio século. A projeção feita pela Go Associados foi apresentada no Fórum de Sustentabilidade.

"Se mantivermos os atuais patamares de investimento em saneamento, só conseguiremos universalidade do saneamento em 2060", afirma Gesner Oliveira, professor da Fundação Getúlio Vargas e sócio da Go Associados.

Em 2014, a projeção é que se invista R$ 10,7 bilhões em projetos de saneamento básico e abastecimento de água. No ano passado, foram investidos R$ 10,3 bilhões, o que significa menos de 0,2% do PIB.

Oliveira nota que não adianta aumentar apenas o investimento para reverter a situação atual, onde 48,7% do Brasil tem sistema de esgoto. "Caso dobrem o investimento, a universalidade do saneamento chega em 2031, antes de
2033, data fixada pelo Plano Nacional de Saneamento Básico."

Segundo a projeção da Go Associados, é necessário aumentar a produtividade dos projetos de saneamento. Caso aumente em 30% a produtividade e mantenha os mesmos investimentos, por exemplo, o saneamento universal no Brasil chegaria em 2042. Oliveira observa que, se duplicarem os investimentos e a produtividade crescer 30%, em 2024, o Brasil estaria quase todo saneado.
"O Brasil ainda está muito atrasado no tratamento de água e o que acontece no saneamento básico é uma tragédia", diz Oliveira. De fato, das 100 maiores cidades brasileiras, 64 possuem menos de 80% de seu esgoto coletado, destas, 47 têm um índice menor do que 60%. Estados como Pará, Piauí e Rondônia, diz Oliveira, tem menos de 10% de seus municípios com esgoto coletado.

Se a coleta do esgoto é escassa, o tratamento é ainda mais raro. Dos 100 maiores municípios brasileiros, a Go Associados mostra que 78 não possuem seus esgotos tratados. Nenhuma cidade brasileira possui mais do que 95% do esgoto tratado.


Oliveira usa a Copa do Mundo como exemplo. "Das cidades-sede da Copa do Mundo, apenas Curitiba está na lista das dez cidades com melhores índices de saneamento." De acordo com dados do ranking Trata Brasil, Curitiba possui 95,5% do seu esgoto coletado e 87% do seu esgoto tratado; os números de São Paulo são, respectivamente, 96% e 50%. Em contraposição, Manaus, outra cidade-sede da Copa, coleta 26,8% de seu esgoto e trata 22,8%.

 Nenhum comentário

Confirmando: PT de Luciano Cartaxo, adere ao projeto do PT de Luiz Couto.


Vladimir Chaves

Confirmado, o inimaginável aconteceu! O PT do prefeito Luciano Cartaxo, acaba de aderir ao projeto político do PT de Luiz Couto. Vitima de achincalhamentos, ameaças de expulsão, perseguições... Mas com uma paciência de padre, o deputado federal Luiz Couto,  terminou “lavando a alma” com a adesão na tarde de hoje (25), do prefeito pessoense ao projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).


“Recebo neste exato momento, com muita honra, o apoio dos companheiros do PT, em nome de Charlinton, Lucélio e Luciano Cartaxo. Estaremos juntos em mais essa jornada, sempre pensando no engrandecimento da nossa querida Paraíba. Adelante!” agradeceu o governador Ricardo Coutinho.



quarta-feira, 25 de junho de 2014

 Nenhum comentário

Convenção do PROS e marcada por discurso de oposição de Ciro Gomes e militantes dormindo durante a fala de Dilma.


Vladimir Chaves

A TV Estadão publicou um vídeo da convenção do PROS, onde diante de uma plateia esvaziada, a presidente Dilma Rousseff, discursa para militantes dormindo.


Ainda mais enfadonho foi o discurso do polêmico Ciro Gomes, inexplicavelmente ele discursou como se fosse oposição a presidente Dilma. “Nós queremos discutir um novo padrão de segurança pública, um novo padrão de saúde publica, um novo padrão de educação para os nossos filhos” discursou Gomes, deixando a presidente constrangida. 

Confira o vídeo: 


 Nenhum comentário

Dirigente petista rasga o verbo e acusa PMDB de ser uma “confraria” de projetos familiares.


Vladimir Chaves

O ex-prefeito de Serra Branca e dirigente do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, Zizo Mamede, rasgou o verbo contra o PMDB. De acordo com o petista o PMDB não passa de uma confraria de projetos familiares, uma cooperativa de políticos regionais sem nenhum projeto para o país.

“Não é um partido, é uma confraria de projetos familiares, uma cooperativa de políticos regionais, sem nenhum projeto para o país”, disse.

Segundo o líder petista, o PMDB colocou “banca” no PT quando exigiu a retirada da candidatura própria do partido, em seguida exigiu que o irmão do prefeito de João Pessoa, retirasse a candidatura a deputado federal e fosse apresentado como candidato ao Senado, mas que depois de todas as concessões feitas o próprio PMDB rifou a candidatura própria, deixando o PT numa situação difícil.

“O PMDB botou banca pra cima do PT aqui na Paraíba, exigiram que o PT retirasse a candidatura própria, em seguida exigiu que Lucélio Cartaxo apresentasse-se como o nome para o Senado. O PT cedeu, sempre em nome do projeto nacional de reeleição de Dilma, mas o próprio PMDB rifou a candidatura de Veneziano” disse o petista

“Às favas com o PMDB” finalizou o dirigente.

 Nenhum comentário

Presidente estadual do PT comunica que Veneziano não será mais candidato a governador.


Vladimir Chaves

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, Charliton Machado, revelou na manhã de hoje (25), que o presidente nacional do PT, Rui Falcão, e membros da Direção Estadual do PMDB, comunicaram a desistência de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), na disputa pelo governo do estado.


“Ontem fui informado pela Presidência Nacional do PT e por membros da Direção do PMDB/PB, que Veneziano Vital do Rêgo não será mais o candidato ao governo da Paraíba. De acordo com a citada informação, o PMDB já estuda novas alternativas ou até mesmo o lançamento de outra candidatura majoritária ao governo”, disse o petista.

 Nenhum comentário

Por unanimidade TSE rejeita recurso do MPE que pedia cassação do mandato do deputado Wilson Filho.


Vladimir Chaves

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou por unanimidade recurso do Ministério Público Federal, que solicitava a perda do mandato do deputado federal Wilson Filho (PTB), por suposta pratica de infidelidade partidária.

Wilson Filho, foi eleito pelo PMDB, mas por motivos de fórum intimo desfilou-se da legenda ingressando no PTB,  mesmo sem questionamentos do PMDB, o MPE ingressou com uma ação solicitando a perda de mandato.

"De fato, segundo a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral, autorizada à desfiliação pelo próprio partido político, não há falar em ato de infidelidade partidária a ensejar a pretendida perda de cargo eletivo", Ministro João Otávio de Noronha.


Votaram pela rejeição do recurso os ministros: João Otávio de Noronha (Relator), Henrique Neves da Silva, Luciana Lóssio, Luiz Fux, Laurita Vaz e Dias Toffoli.

 Nenhum comentário

Prazo de inelegibilidade previsto na Lei da Ficha Limpa conta a partir da data da eleição


Vladimir Chaves

A contagem do prazo de inelegibilidade estabelecido pela alínea “h”, inciso I, artigo 1º da Lei Complementar nº 64/1990 tem como termo inicial a data da eleição, de acordo com o que decidiu na sessão administrativa desta terça-feira (24) o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Esse dispositivo estabelece que são inelegíveis, para qualquer cargo, os detentores de cargo na administração pública direta, indireta ou fundacional, que beneficiarem a si ou a terceiros, pelo abuso do poder econômico ou político, que forem condenados em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, para a eleição na qual concorrem ou tenham sido diplomados, bem como para as que se realizarem nos oito anos seguintes.


A decisão foi tomada pelos ministros em resposta à consulta feita pelo deputado federal Maurício Lessa (PR-AL). O relator da consulta foi o ministro Henrique Neves.

 Nenhum comentário

Conselho de Ética tenta, pela segunda vez, ouvir testemunhas do caso André Vargas


Vladimir Chaves

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados se reúne nesta quarta-feira (25), às 13 horas, para tomar depoimento de testemunhas do processo contra o deputado André Vargas (PT-PR). Esse é o segundo convite para as testemunhas comparecerem ao conselho - nenhuma delas foi à primeira reunião, na semana passada.

O relator do processo, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), ressaltou que o não comparecimento pela segunda vez permitiria ao colegiado dispensar a oitiva das testemunhas. O prazo para Delgado apresentar o relatório termina no dia 24 de julho.

As testemunhas convidadas pelo relator são:

- o secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha, que teria intermediado as negociações com o laboratório Labogen;

- o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP);

- o presidente do PT, Rui Falcão;

- o líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP).

O relator também havia convidado Bernardo Tosto, dono do jatinho que teria sido usado por Vargas em viagem de férias com a família para João Pessoa (PB). A pedido de Tosto, porém, o colegiado concordou que ele preste os esclarecimentos por escrito.

Andre Vargas é investigado por supostamente ter atuado em favor da empresa Labogen, que pretendia fechar um contrato com o Ministério da Saúde para fornecimento de remédios. A empresa seria um laboratório de fachada do doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na operação Lava Jato, de combate à lavagem de dinheiro. O deputado nega as acusações.


O conselho poderá ouvir Alberto Youssef por meio de videoconferência na próxima terça-feira (1º). Já os donos do Labogen, Leonardo Meireles e Esdras Ferreira, poderão ser ouvidos no próximo dia 2 de julho.

 Nenhum comentário

Rômulo Gouveia e Lucélio Cartaxo desistem da disputa ao Senado.


Vladimir Chaves

Mudanças bruscas no cenário politico da Paraíba devem ser anunciadas nas próximas horas, a primeira será a desistência de dois pré-candidatos ao Senado Federal.  Rômulo Gouveia (PSD) e Lucélio Cartaxo (PT) vão disputar mandatos de deputado federal.

A união entre PSB, PMDB e PT, deve lançar como candidato ao Senado o ex-governador José Maranhão. 

terça-feira, 24 de junho de 2014

 Nenhum comentário

Ficha suja: 6.500 podem ficar inelegíveis por contas irregulares, diz TCU


Vladimir Chaves

O Tribunal de Contas da União (TCU) entregou nesta terça-feira (24) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma lista com nomes de 6.603 administradores públicos que tiveram contas julgadas irregulares nos últimos oito anos e podem se tornar inelegíveis em 2014. A análise se refere a prestação de contas de ministros, governadores, prefeitos, secretários estaduais e municipais, diretores de autarquias e servidores públicos.

O levantamento, que não considera se os gestores ou ex-gestores já pagaram multa ou ressarciram danos, servirá como subsídio para a Justiça eleitoral declarar ou não inelegibilidade de candidatos nas eleições deste ano, com base na Lei da Ficha Limpa. O TSE deverá analisar cada caso.

Confira a relação dos ex-gestores com contas irregulares

 Nenhum comentário