Deputado Gervásio Maia apresenta projeto que inviabiliza os aplicativos UBER, 99.


Vladimir Chaves


O deputado federal Gervasio Maia (PSB), apresentou Projeto de Lei 5069/19, que se aprovado pode inviabilizar a plataforma de aplicativos de transporte como Uber, 99 e outros. O projeto regulamenta motoristas de aplicativo, criando um vínculo empregatício entre motorista e as empresas, elevando de forma considerável os encargos, o que obrigaria o aumento das tarifas e inviabilizaria o sistema.

O “Ranking Político” site que avalia o desempenho dos parlamentares no Congresso Nacional coloca o deputado Gervásio Maia, entre os parlamentares de pior desempenho, entre os deputados paraibanos o deputado só fica a frente do deputado Frei Anastácio (PT), quando avaliado entre os 594 parlamentares (deputados e senadores) o deputado ocupa 540ª posição.

Click AQUI e confira a integra do PL 5019/19

Clique AQUI e confira o Ranking dos parlamentares.


sábado, 16 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Milhares de alunos se entregam a Jesus através de pregação nas escolas do Nordeste


Vladimir Chaves


O pátio da escola se tornou a plataforma de pregação dos jovens que fazem parte do “Convictos School”, um movimento que tem promovido um verdadeiro avivamento nas escolas do Nordeste brasileiro.

Desde o início do projeto, em 2016, cerca de 5 mil alunos entregaram suas vidas a Jesus e mais de 10 mil ouviram a mensagem do Evangelho. Somente no último fim de semana, mais de 800 estudantes se entregaram a Cristo durante uma ação feita em 7 escolas do Sertão Pernambucano.

“A reação dos alunos reflete o que diz Romanos 8:19 [A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados]”, disse o fundador do movimento, Neto Araújo, em entrevista ao Guiame.

Neto Araújo, de 26 anos, conta com uma equipe de mais de 30 jovens para evangelizar e discipular os estudantes. Após o “Primeiro Impacto”, onde todos são reunidos no pátio da escola, aqueles que se convertem passam a participar dos “Flames”, que são núcleos semanais onde os adolescentes aprendem mais sobre a Palavra de Deus.

Nascido em Olinda (PE), Neto Araújo foi impulsionado por seu próprio testemunho. Até os 15 anos, ele se envolveu com venda de drogas e prostituição, mas em novembro de 2011, um acidente mudou sua história.

Depois de sair de uma balada em Recife, Neto Araújo entrou no carro com mais três amigos alcoolizados. O veículo perdeu o controle e caiu dentro de um canal, ficando praticamente submerso na lama. Todos os amigos de Neto morreram, exceto ele.

Desesperado, Neto conseguiu sair do carro e ir até sua casa, localizada a um quilômetro do local do acidente. Ao chegar, encontrou sua mãe ajoelhada, orando por ele. Por causa da quantidade de lama que engoliu e do trauma psicológico, ele chegou a perder 12 quilos.

Pouco tempo depois, um amigo que tinha se convertido meses antes o visitou e convidou Neto para visitar sua igreja. No dia do culto, Neto entregou sua vida a Jesus.

Certo dia, Neto Araújo passou em frente à escola que estudou em Olinda e sentiu vontade de compartilhar seu testemunho. Depois de algumas conversas com os diretores, ele recebeu aprovação para contar sua história para os estudantes.

Na ocasião, ele ministrou no pátio da escola e viu professores, diretores, alunos e funcionários chorando e se entregando a Jesus. Desde esse dia, ele nunca mais parou. “Não podemos deixar de pregar o Evangelho por nada. Existe uma geração esperando por nós”, disse ele ao Guiame.

guiane.com.br

 Nenhum comentário

Romero anuncia o deputado Tovar como secretário de Planejamento de Campina Grande


Vladimir Chaves


O prefeito Romero Rodrigues anunciou, na manhã desta quinta-feira, 14, o nome do deputado Tovar Correia Lima (PSDB), como novo secretário de Planejamento de Campina Grande. Tovar, que se licenciou da Assembleia Legislativa da Paraíba, assumirá o cargo no primeiro escalão da Prefeitura na próxima segunda-feira, 18.

Com a chegada de Tovar Correia Lima na Seplan, Romero Rodrigues efetivará o atual secretário da pasta, Diogo Flávio Lyra Batista, como titular da Administração do Município. Diogo vinha acumulando os dois cargos desde julho deste ano.

Não é a primeira vez que Tovar Correia Lima é chamado para colaborar com a gestão de Romero Rodrigues. Como vereador, se licenciou do cargo em janeiro de 2013 para assumir a Chefia do Gabinete do Prefeito, só deixando o cargo em abril de 2014 para disputar cadeira na Assembleia Legislativa, para a qual foi eleito.

Em julho de 2017, Tovar Correia se licenciou da Assembleia e aceitou convite do prefeito campinense para retornar ao governo municipal de Campina Grande, como secretário de Ciência e Tecnologia. O deputado licenciado só deixou o cargo em abril de 2018, ao desincompatibilizar para concorrer à reeleição à Assembleia, tendo novamente obtido êxito na campanha, sendo reeleito.

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Chile: Fiéis se unem para limpar igreja profanada por esquerdistas radicais.


Vladimir Chaves


Dezenas de fiéis chegaram na manhã de sábado, 9 de novembro, à paróquia da Assunção, em Santiago, Chile, para limpar e ordenar a igreja que foi atacada por manifestantes de esquerda no dia anterior.

Na sexta-feira, enquanto ocorria uma nova manifestação em Santiago, um grupo de encapuzados forçou a entrada na Paróquia da Assunção para roubar os bancos, confessionários e imagens religiosas para armar barricadas com estes objetos.

No interior da igreja, os saqueadores picharam as paredes, pilares e o altar com fortes frases e insultos à igreja. Depois, foram para queimar a Universidade Pedro de Valdivia, que ficava na frente da calçada.

Os jovens e adultos que foram ao templo no dia seguinte limparam e juntaram os pedaços das imagens destruídas, recolheram os vidros quebrados, entre outras ações.

O pároco, Pe. Pedro Narbona, agradeceu o apoio daqueles que se preocuparam durante os ataques e também pela solidariedade gerada.

"Despertou-se uma corrente de vida solidária, de preocupação, de oração, de vir hoje, de trazer materiais e deixar horas de suas coisas pessoais para nos ajudar a limpar toda a sujeira", assinalou.

Além de expressar sua dor pelo que aconteceu, Pe. Narbona expressou que a Igreja “é construída com pedras vivas, que são aqueles que vieram ajudar. Ainda que fique somente um cristão católico apostólico romano que viva coerentemente a sua fé e seu amor a Jesus Cristo, vai existir a Igreja Católica, porque a Igreja é mais que as tábuas”.

Hortencia Cereceda, vizinha da paróquia há 20 anos e uma das voluntárias que ajudaram a limpar, manifestou que presenciaram o que aconteceu com “muita dor. Tentamos dialogar com as pessoas que vieram para saquear, mas foi impossível”.

“Agora, queremos ser uma contribuição para limpar e que esta paróquia volte a ser um local de encontro. A igreja não são as paredes, somos todas as pessoas que queremos uma mudança. Temos que voltar a nos encontrar, temos que entender que a violência não é a forma para solucionar. Eu estou por reconstruir um conceito de país unido e em paz”, expressou à comunicação da Arquidiocese de Santiago.

Outras igrejas atacadas durante esses dias de manifestações foram a Catedral de Valparaíso e a paróquia de Santa Teresa dos Andes, em Punta Arenas. Enquanto isso, outros templos foram apedrejados e tiveram os seus muros arranhados.

 Nenhum comentário

PF investiga desvios de recursos públicos do Incra na Paraíba


Vladimir Chaves


A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (13) a Operação Amigos do Rei, para combater o desvio de recursos públicos em concessões irregulares de terras nos projetos de assentamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na Paraíba. Estima-se um prejuízo de R$ 9 milhões aos cofres público, no período de janeiro de 2018 a maio de 2019.

Dois servidores do Incra tiveram o afastamento do cargo determinado pela Justiça Federal, sendo um deles um ex-superintendente substituto do órgão no estado. A Justiça decretou, também, o bloqueio de mais de R$ 148 mil das contas dos investigados. As ordens foram expedidas pela 16ª Vara da Justiça Federal na Paraíba.

Segundo a PF, as investigações começaram a partir de uma denúncia anônima sobre o envolvimento de dois servidores na concessão irregular de lotes de terra, em assentamentos, beneficiando familiares e pessoas próximas e outras que não preenchiam os requisitos legais.

Os policiais federais cumprem desde as primeiras horas de hoje oito mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados e na superintendência do órgão no estado.

De acordo com a PF, o nome da operação, Amigos do Rei, é uma referência à forma ilícita de agir do então gestores do Incra, para beneficiar familiares e amigos na obtenção de parcelas de terras e créditos.

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Bolsonaro atende apelo do prefeito e da Câmara Municipal e estação volta a bombear água para Boqueirão.


Vladimir Chaves


O requerimento proposto pelo vereador Márcio Melo (PSDC), e que teve o aval de todos os vereadores da Câmara Municipal de Campina Grande, solicitando do presidente Jair Bolsonaro, a reativação do bombeamento das águas da transposição, surtiu o efeito esperado. Logo após a entrega do oficio e o pedido pessoal do prefeito Romero Rodrigues, o presidente determinou ao ministro Gustavo Canuto o imediato acionamento do sistema.

Ontem mesmo (11), o ministro Gustavo Canuto, atendeu a determinação do presidente, ordenando o acionamento das bombas, pondo fim ao risco do município de Campina Grande sofrer um novo racionamento de água. A retomada do bombeamento das águas no EBV VI, vai garantir que o recurso hídrico siga pelos canais e chegando a Monteiro, até o final deste mês.

“Essa foi nossa preocupação número um, logo a água estará percorrendo o Rio Paraíba e garantirá que nenhum de vocês, nenhuma família passe por racionamento”, afirmou o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Bolsonaro autoriza liberação de R$ 4,1 milhões para obras de contenção da Falésia do Cabo Branco.


Vladimir Chaves


O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou a liberação de R$ 4,1 milhões para as obras de contenção na Falésia do Cabo Branco, em João Pessoa (PB). Os recursos serão repassados pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec). O anúncio do repasse para a capital paraibana foi feito pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, durante a entrega do Conjunto Habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande (PB). A decisão será publicada no Diário Oficial da União.

“Essa é uma obra muito importante para João Pessoa e que vai revitalizar um cartão postal da cidade. Estamos preservando o ponto mais oriental do nosso Brasil e, também, das Américas. Sensível ao clamor do estado da Paraíba, o presidente Jair Bolsonaro autorizou o aporte de recursos e já começaremos as obras para prevenir qualquer desastre. O farol está preservado”, afirmou o ministro Gustavo Canuto.

Importante cartão postal e ponto turístico da capital paraibana, a Ponta do Seixas, ou Falésia do Cabo Branco, tem sofrido impactos diretos das correntes marinhas, que levaram à erosão da encosta. O local, que também serve como via principal de deslocamento na região, corre o risco de ser afetado por deslizamentos de solo.

O valor total das intervenções para contenção da encosta está orçado em R$ 65,4 milhões. A primeira etapa dos trabalhos de prevenção foi aprovada e licitada, ao custo de R$ 4,1milhões – o montante será repassado em duas parcelas, sendo que a primeira é R$ 1,2 milhão.

As obras serão executadas em três etapas. A primeira será a construção de um enrocamento com barreira de blocos de rocha compactadas para dissipar a energia das ondas do mar, além de um aterro, que preencherá o espaço entre o enrocamento e o sopé da falésia. A segunda e terceira etapas serão realizadas diretamente no mar, com ações prioritárias e consolidação da proteção das falésias.

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Apenas Daniella Ribeiro, Julian Lemos e Rui Carneiro, declararam apoio a PEC da Prisão em Segunda Instância.


Vladimir Chaves


O site “SegundaInstancia.com.br” elaborou um mapa com as posições dos senadores e deputados sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que deixa clara, no texto constitucional, a possibilidade da prisão após condenação em segunda instância.

Segundo o “Mapa da Segunda Instância”, da bancada da Paraíba apenas a senadora Daniella Ribeiro e os deputados Julian Lemos e Ruy Carneiro, declaram serem favoráveis a PEC.

Já os deputados Frei Anastácio e Gervásio Maia declaram que vão votar contra a PEC.

Por outro lado encontra-se em “cima do muro” os senadores José Maranhão e Veneziano Vital do Rêgo, além dos deputados Aguinaldo Ribeiro, Damião Feliciano, Edna Henrique, Efraim Filho, Hugo Motta, Pedro Cunha Lima, Wellington Roberto, Wilson Santiago.

 Nenhum comentário

Major Olímpio pede a prisão de Lula, por incitar a violência contra o país.


Vladimir Chaves


O senador Major Olímpio, pediu a prisão preventiva do condenado pela justiça Luiz Inácio Lula da Silva, por incitamento a atos de violência contra o país e a subversão da ordem pública.

No último sábado (9), durante discurso em São Bernardo do Campo, o petista pediu a sua milícia que atacasse o país seguindo o exemplo dos radicais de esquerda no Chile. No Chile prédios públicos, universidades, igrejas e propriedades privadas estão sendo incendiadas pelas milícias bolivarianas.

O senador protocolou um ofício ao procurador-geral da República, Augusto Aras, pedindo a prisão preventiva. A PGR não tem poder para prender, mas pode solicitar medidas às autoridades competentes.

“A gente tem que atacar, não apenas se defender”, afirmou o ex-presidiário.

 Nenhum comentário

Bolsonaro convoca reunião para anunciar sua saída do PSL e veta participação de Julian Lemos e outros.


Vladimir Chaves


O presidente Jair Bolsonaro convocou uma reunião com as lideranças do PSL, para está terça-feira (12), às 16 horas. Segundo fontes, ele anunciará a sua saída do partido.

Ainda segunda a fonte, o presidente proibiu as presenças dos deputados Julian Lemos, Joice Hasselmann, Delegado Waldir, Bivar, Heitor Freire e Bozzella.

 Nenhum comentário

Bolsonaro e Romero Rodrigues entregam hoje (11) a maior obra social da história de Campina Grande.


Vladimir Chaves


Ao lado presidente Jair Bolsonaro, o prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, entrega na manhã desta segunda-feira (11), a maior obra social de toda história da cidade.

O novo bairro “Complexo Habitacional Aluísio Campos”, é uma mega obra fruto da determinação do prefeito Romero Rodrigues, e que já nasce maior que 180 cidades do Estado da Paraíba e dotada de uma infraestrutura que poucas cidades do país possuem.

O Complexo Habitacional Aluísio Campos, é formado por 4.100 habitações (casas e apartamentos), são 70 ruas e avenidas, três creches, duas escolas, dez praças com academias, duas Unidades de Saúde porte II, um CRAS e seis áreas para realização de eventos sociais.

O complexo possui ainda de uma moderna iluminação de led que oferecerá maior segurança aos seus habitantes, dispondo ainda de um Jardim Botânico, O bairro terá linhas duas linhas de ônibus.

Foram investidos cerca de R$ 330 milhões, sendo a maior parte dos recursos do Governo Federal. A contrapartida da Prefeitura Municipal foi em torno de R$ 40 milhões, inclusive com a instalação de adutora exclusiva e vias de acesso.

 Nenhum comentário

Convocação Solene à Oração pelo Brasil


Vladimir Chaves


A corrupção, a degradação moral, a violência, as ameaças totalitárias têm levado o Brasil a uma situação tensa na esfera pública. Muitos têm colocado sua esperança nos homens, em vez de interceder ao Senhor Soberano da história, o Deus uno e trino.

Somos chamados, como cristãos, a depositar nossas ansiedades em Deus, o Senhor, na certeza de que ele sempre tem cuidado de seu povo, e somos convocados a interceder a Ele por nosso país e nossos governantes.

No passado, em momentos críticos ocorridos na igreja ou na sociedade, o povo de Deus se unia em jejum e oração, para implorar perdão e santa visitação da parte do Deus uno e trino, o criador soberano. Foi o que aconteceu, por exemplo, com os cristãos na Alemanha Oriental, às vésperas da queda do Muro de Berlim, em 1989.

Assim, é preciso que o povo de Deus se una e separe um tempo de clamor, oração e jejum, implorando ao Senhor Jesus por perdão e misericórdia e por uma santa visitação do Espírito Santo.

Portanto, queremos chamar os cristãos brasileiros a se unirem em oração constante pela nossa nação, para que Deus derrame Seu Espírito sobre nós e desperte-nos para que nos preocupemos com o Seu Reino e em termos uma vida santa e obediente.

Que os cristãos separem um ou mais horários em sua rotina diária para orar; que os cristãos se unam para orar em família e com outros irmãos.

Que pastores dediquem uma parte nos cultos do(s) próximo(s) domingo(s) para guiar a comunidade local em confissão de pecados, quebrantamento e intercessão, suplicando para que Deus visite com seu Espírito Santo sua igreja, a cruz de Cristo Jesus seja magnificada, e graça e misericórdia sejam concedidas ao povo brasileiro.

Que nos unamos em oração e quebrantamento, sem cessar, pela igreja de nosso Senhor Jesus Cristo e por nosso país!

“Abraão disse: Não se ire o Senhor, se lhe falo somente mais esta vez. E se, por acaso, houver ali apenas dez [justos]? O SENHOR respondeu: Não […] destruirei [a cidade] por amor aos dez [justos].” (Gn 18.32)

“Ora, se vocês, que são maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos, quanto mais o Pai celeste dará o Espírito Santo aos que lhe pedirem!” (Lc 11.13)

“Antes de tudo, peço que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças em favor de todas as pessoas. Orem em favor dos reis e de todos os que exercem autoridade, para que vivamos vida mansa e tranquila, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, que deseja que todos sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e a humanidade, Cristo Jesus, homem, que deu a si mesmo em resgate por todos, testemunho que se deve dar em tempos oportunos.” (1Tm 2.1-5)

COALIZÃO PELO EVANGELHO

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Ministério Público Federal recomenda que MDR volte a bombear água para o canal da transposição.


Vladimir Chaves


O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público Estadual (MPPB) recomendam à Secretaria Nacional de Segurança Hídrica do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) que, mediante devido monitoramento da barragem de Cacimba Nova, no município de Custódia (PE), proceda à liberação de água proveniente do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf), eixo leste, meta 3 L, para o canal da transposição em Monteiro (PB). A recomendação estabelece que a vazão de água não deve ser inferior a 0,8m³/s, visando garantir a mínima segurança hídrica à população do Cariri paraibano (alto curso do Rio Paraíba).

Na última quarta-feira (6), a procuradora do MPF, Janaina Andrade, e o procurador do MPPB, Álvaro Gadelha, realizaram visita ao longo do canal da transposição, indo até o açude Cacimba Nova, com apoio do Ministério Público Estadual de Pernambuco (Promotoria de Custódia) e do MPF no município de Serra Talhada (PE). Lá, os representantes do Ministério Público constataram que a situação de risco da barragem vem sendo equacionada pelo MDR. “Foi realizada a instalação de pré-filtro invertido, com o intuito de retenção de material fino do corpo da barragem, tratando-se de uma macrodrenagem a jusante, retirando excesso de água do Riacho Maravilha, o que pode viabilizar um equilíbrio na operação do sistema do Pisf”, relatam os procuradores na recomendação, que foi expedida na quinta-feira (7).

Foi estabelecido prazo de 10 dias, a contar do recebimento da recomendação, para que a secretaria do MDR se manifeste acerca do acatamento, ou não, de seus termos, indicando as razões técnicas em caso de impossibilidade de cumprimento do recomendado, ou encaminhando relatório de cumprimento da recomendação. Outras providências judiciais para solucionar questões relativas ao Pisf não são descartadas pelo Ministério Público.

 Nenhum comentário

“Lei Lula”: STF derruba validade da prisão após a segunda instância


Vladimir Chaves


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu contra a validade da execução provisória de condenações criminais, conhecida como prisão após a segunda instância. Por 6 votos a 5, a Corte reverteu seu próprio entendimento, que autorizou as prisões, em 2016.

Com a decisão, os condenados que foram presos com base na decisão anterior poderão recorrer aos juízes que expediram os mandados de prisão para serem libertados. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o julgamento terá impacto na situação de 4,8 mil presos.

Os principais condenados na Operação Lava Jato podem ser beneficiados, entre eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril do ano passado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do tríplex do Guarujá (SP), além do ex-ministro José Dirceu e ex-executivos de empreiteiras. Segundo o Ministério Publico Federal (MPF), cerca de 80 condenados na operação serão atingidos.

Entenda

No dia 17 de outubro, a Corte começou a julgar definitivamente três ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs), relatadas pelo ministro Marco Aurélio e protocoladas pela Ordem dos Advogados, pelo PCdoB e pelo antigo PEN, atual Patriota.

O entendimento atual do Supremo permite a prisão após condenação em segunda instância, mesmo que ainda seja possível recorrer a instâncias superiores. No entanto, a OAB e os partidos sustentam que o entendimento é inconstitucional e uma sentença criminal somente pode ser executada após o fim de todos os recursos possíveis, fato que ocorre no STF e não na segunda instância da Justiça, nos tribunais estaduais e federais. Dessa forma, uma pessoa condenada só vai cumprir a pena após decisão definitiva do STF.

A questão foi discutida recentemente pelo Supremo ao menos quatro vezes. Em 2016, quando houve decisões temporárias nas ações que estão sendo julgadas, por 6 votos a 5, a prisão em segunda instância foi autorizada. De 2009 a 2016, prevaleceu o entendimento contrário, de modo que a sentença só poderia ser executada após o Supremo julgar os últimos recursos.

Veja como votou cada ministro do Supremo

A favor da prisão em segunda instância:
Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Luiz Fux e Cármen Lúcia,

Contra a prisão em segunda instância, ou seja, prisão somente após o chamado trânsito em julgado:
Celso de Mello, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

 Nenhum comentário

Mais uma empresa suspende campanhas publicitárias na Rede Globo.


Vladimir Chaves


O jornalismo ideológico e programações que ofendem a cultura do povo brasileiro levaram mais uma empresa a suspender suas campanhas publicitárias na Rede Globo. Desta vez foi à loja de departamentos HAVAN. A Havan possui 133 megalojas em 17 estados

Confira a integra da nota em que a Havan comunica a suspensão das publicidades.

A Havan informa que suspendeu todas as campanhas publicitárias nos intervalos do Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo, Malhação e Caldeirão do Huck. Não compactuamos com o jornalismo ideológico e algumas programações da Rede Globo nacional e estamos sendo cobrado pela sociedade e nossos clientes.

Enquanto esses programas prestarem um desserviço à nação e irem contra os valores da família brasileira, não voltaremos a anunciar. A Havan acredita que é através do otimismo, da confiança e da união de todos que vamos desenvolver e gerar os empregos que o Brasil tanto precisa.

As eleições do ano passado mostram que a grande maioria dos brasileiros quer mudanças. Por ora, manteremos nossas propagandas nas afiliadas e jornais locais, que ainda informam a sociedade de forma mais isenta e conservadora.
Entendemos que o setor empresarial tem que ter a coragem e a responsabilidade de não aceitar o errado como verdadeiro. Juntos vamos mudar o nosso Brasil. O Brasil que queremos só depende de nós.

Luciano Hang
Dono da Havan

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Bolsonaro: “Povo decidirá sobre fim de municípios com menos de 5 mil habitantes”


Vladimir Chaves


O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse na manhã desta quarta-feira, 6, que a proposta de fusão de municípios com baixa sustentabilidade financeira não será imposta. "O povo vai decidir", declarou.

O governo quer acabar com os municípios com menos de 5 mil habitantes e com arrecadação própria menor que 10% da receita total. A sugestão de mudanças na legislação para viabilizar a fusão consta na PEC 188/2019, sobre o novo pacto federativo, entregue simbolicamente pelo presidente ao Congresso Nacional.

Bolsonaro afirmou que a proposta atinge municípios que estão no "negativo". "E a população vai ter de concordar. Ninguém vai impor nada não", disse.

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Herança maldita: Um em cada quatro municípios não tem piso salarial para professores


Vladimir Chaves


Segundo os dados do bloco de educação da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC 2018), quase todos os municípios do país (95,7%) aprovaram um plano de carreira para o magistério público. No entanto, um em cada quatro municípios (25,8%) não tinha definido o piso salarial dessa carreira em lei municipal, possivelmente descumprindo a Lei n° 11.738/2008.

De acordo com o relatório Education at a Glance 2018, o Brasil é o país com o menor salário inicial anual pago aos docentes do ensino fundamental e médio, em relação aos países membros da OCDE, cuja média para o ensino médio foi de US$ 34.534 PPC.

O Brasil pagava, em 2017, um salário inicial de US$ 13.971 PPC por ano aos seus professores da educação básica, enquanto no Chile, por exemplo, esse piso era de US$ 23.429 por ano no ensino fundamental.

 Nenhum comentário

Herança maldita: Brasil não alcançou as metas do PNE para adequação da idade à etapa de ensino


Vladimir Chaves


O Brasil deve amargar por muitos a herança deixada pelos governos FHC/Lula/Dilma. Segundo o IBGE até o ano de 2018, a Taxa Ajustada de Frequência Escolar Líquida (proporção de pessoas que frequentam ou já concluíram o nível de ensino adequado a sua faixa etária) do 1º ao 5º ano era de 96,1%; do 6º ao 9º ano era 86,7%; e para o ensino médio, 69,3%. Esses números mostram que ainda não foram alcançadas as taxas previstas pelas metas 2 e 3 do Plano Nacional de Educação: 100% para o ensino fundamental e de 85% para o ensino médio.

O atraso escolar por etapas é mais intenso no grupo de 15 a 17 anos (23,1%), seguido pelos grupos de 11 a 14 anos (12,4%) e de 18 a 24 anos (25,2%). Já o abandono escolar sem conclusão da etapa adequada afeta mais fortemente a faixa etária de 18 a 24 anos (63,8%).

 Nenhum comentário

Herança maldita: 40% da população com 25 anos ou mais não concluíram o ensino fundamental


Vladimir Chaves


O Brasil deve levar muito tempo para se recuperar dos estragos causados pelos governos FHC/Lula/Dilma. Segundo o IBGE, 40,0% da população brasileira com 25 anos ou mais de idade não tinham instrução ou sequer concluíram o ensino fundamental até 2018, enquanto 12,6% tinham o ensino fundamental completo e o médio incompleto, 30,9% tinham o médio completo e o superior incompleto e, finalmente, 16,5% tinham o superior completo.

O aumento no nível de instrução da população brasileira ao longo das últimas décadas foi considerável, mas insuficiente para colocar o Brasil próximo ao patamar internacional. Entre 16 países da América Latina analisados com dados divulgados pela da Unesco, as taxas de analfabetismo da população com 15 anos ou mais variam de 0,2% (Cuba) até 18,7% (Guatemala) em 2015. Nesse grupo, o Brasil (8,0%) está entre os cinco países com as maiores taxas de analfabetismo, abaixo da Bolívia (7,5%) e igual à República Dominicana (8,0%).

Além disso, entre os países membros da OCDE, o percentual médio para pessoas de 25 a 64 anos de idade que não haviam concluído o ensino médio era 21,8%. No Brasil, esta mesma taxa era mais que o dobro: 49,0%.

Confira o gráfico:


 Nenhum comentário

Prefeito de Campina Grande participa de reunião preparatória de recepção ao presidente Bolsonaro.


Vladimir Chaves


O prefeito Romero Rodrigues manteve mais uma reunião com o comando local do Exército na tarde desta segunda-feira, 4, tendo como pauta principal a agenda marcada pelo Palácio do Planalto para a vinda do presidente Jair Messias Bolsonaro a Campina Grande, na próxima segunda-feira, 11. Acompanhado de vários auxiliares, Romero atendeu convite do tenente coronel Adriano Araújo Bezerra, comandante do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado para participar, na sede da corporação, de um encontro de trabalho com representantes de vários órgãos de segurança.

Durante a reunião, o comandante Adriano Bezerra detalhou o planejamento de segurança padrão para uma visita presidencial, já devidamente em sintonia com o Gabinete de Segurança Institucional e o Ministério da Defesa. O encontro durou cerca de duas horas e houve oportunidade para se tirar dúvidas e também ser feito um cronograma de atividades do grupo de trabalho montado a partir da reunião.

Romero Rodrigues participou da reunião acompanhado dos secretários Bruno Cunha Lima (Chefe de Gabinete), Geraldo Nobre (Sesuma), Teles Alburquerque (Sejel) e Carlos Dunga Júnior (adjunto de Planejamento). Da equipe de auxiliares diretos, presentes também os coordenadores Marcos Alfredo (Comunicação), Rodolfo Emanuel (Guarda Municipal) e Daniel Araújo (gerente de Trânsito da STTP).

Representantes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Infraero e outros órgãos ligados ao setor de segurança também estiveram presentes na reunião de trabalho. Outras reuniões até a véspera do evento de inauguração do Aluízio Campos estão programadas.

terça-feira, 5 de novembro de 2019

 Nenhum comentário

Carga tributária e falta de incentivos fiscais provoca fechamento da Coca-Cola na Paraíba.


Vladimir Chaves


Além de afastar novos investidores a perversa carga tributária e a falta de incentivos fiscais na Paraíba tem provocado o fechamento de centenas de postos de trabalho nos mais diversos ramos do setor produtivo.

Alegando pressões tributárias, materializadas por aumentos de alíquotas, redução de incentivos fiscais e criação de fundos de contribuição, a Coca-Cola anunciou em nota a desativação da “Solar.Br Coca Cola, localizada no distrito industrial de João Pessoa, a fábrica produzia refrigerantes Coca-Cola de 1 litro (em vidro) e de 2 e 2,5 litros (pet).

A fuga da empresa provoca de imediato a demissão de 80 funcionários.

Confira a integra da nota:

Comunicado

A Solar.BR Coca-Cola anuncia hoje a desativação da sua unidade industrial e linha de produção de refrigerantes localizada na cidade de João Pessoa, na Paraíba. A decisão é tomada como parte da constante revisão de sua malha industrial e logística e da necessária busca de eficiências.

Além de questões mercadológicas, nos últimos anos tivemos relevante incremento de pressões tributárias em todo nosso território de atuação, materializadas por aumentos de alíquotas, redução de incentivos fiscais e criação de fundos de contribuição. Dessa forma, a medida busca manter a sustentabilidade do negócio e a racionalização de investimentos.

Com a desativação dessa unidade, cerca de 80 posições de trabalho serão extintas. Registramos nossos agradecimentos a todos esses trabalhadores que foram comunicados na manhã de hoje e que, além das verbas de rescisão e demais trâmites legais, receberão apoio e benefícios adicionais. A estrutura comercial e de logística em João Pessoa, que hoje conta com aproximadamente 450 colaboradores, será mantida e reforçada.

Reiteramos nosso compromisso com todos nossos clientes, distribuidores e consumidores do Estado, que será regularmente abastecido pelas 11 unidades industriais da Solar. Dessa forma, garantimos que a disponibilidade de produtos e serviços não sofrerá qualquer impacto, mantendo a qualidade e excelência de atendimento e nossa participação no desenvolvimento econômico da Paraíba.

 Nenhum comentário

Hashtag #GloboLixo alcança o "topic trends" mundial do Twitter.


Vladimir Chaves


A repercussão da matéria da rede Globo que associa o presidente Jair Bolsonaro ao caso Marielle Franco começa a surtir efeitos negativos contra a emissora, após um desabafo feito pelo chefe de Estado brasileiro nas redes sociais, fazendo com que a hashtag #globolixo alcance os chamados "topic trends" mundial do Twitter.Continua depois da publicidade

Na consulta feita pelo Opinião Crítica minutos atrás, o termo #globolixo aparece em quarto lugar, com mais de 240 mil menções, segundo o Trends24. Já considerando apenas o Brasil, a hashtag contra a Globo aparece disparada em primeiro lugar, se mantendo assim desde a noite de ontem (29).

Os topic trends funciona como um ranking dos assuntos mais citados no Twitter, sendo uma referência sobre a maneira como o público reage a eles. Com isso, a hashtag #globolixo é um indicativo concreto de que a maior parte da população brasileira encarou de forma negativa à matéria da Globo, dando apoio ao presidente Jair Bolsonaro.Continua depois da publicidade

A referência também é ruim para a Globo do ponto de vista comercial, visto que a emissora depende de patrocinadores para veicular sua programação. Se a reação do público se refletir em uma queda significativa de audiência, parte desses patrocínios pode se perder, resultando em prejuízo financeiro.

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

 Nenhum comentário

Canalhas: Desmascarada a farsa montada pela Rede Globo para tentar incriminar o presidente Bolsonaro.


Vladimir Chaves

O filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, gravou um vídeo onde mostra os registros das ligações entre a portaria e as casas do condômino onde vive o presidente Bolsonaro.

O vídeo prova que não houve ligações da portaria para casa de número 58, casa onde mora Jair Bolsonaro, no dia da morte da ex-vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, com essas provas o filho do presidente desmonta toda a farsa montada pela Rede Globo, que sustentou no Jornal Nacional que o porteiro teria confirmado que Bolsonaro teria recebido uma ligação da portaria e permitido a entrada de Élcio Queiroz, acusado de envolvimento na morte da vereadora, no condomínio no dia do crime.
Confira o vídeo: 


 Nenhum comentário

Bombeamento das águas do São Francisco pode ser suspenso por tempo indeterminado, alerta vereador.


Vladimir Chaves


O bombeamento das águas do Rio São Francisco pode ser suspenso por tempo indeterminado. O alerta foi feito pelo vereador de Campina Grande, Sargento Neto. Segundo o parlamentar, que esteve recentemente em Brasília, durante audiência com representantes do Ministério do Desenvolvimento Regional tomou conhecimento de uma determinação do Ministério Público de Pernambuco proibindo o acesso de trabalhadores na estação elevatória de água EBV-6.

De acordo com Neto, a cerca de seis meses houve um acidente no sistema elevatório que resultou na morte de um funcionário, com isso o Ministério Público proibiu a entrada de funcionários no sistema elevatório até que seja construído um muro de contenção em todo o perímetro do sistema.

A preocupação deve-se a burocracia que a obra terá que enfrentar até que seja dado inicio a construção do muro, o parlamentar anunciou que apresentará um requerimento pedindo a sensibilidade do MP de Pernambuco, devido à necessidade urgente de normalização do bombeamento das águas, já que o “Açude de Boqueirão” encontra-se com pouco mais de 18% de sua capacidade total.

O parlamentar repudiou ainda a inercia da bancada federal, que segundo ele, não dá atenção para o grave problema que Campina Grande enfrenta.

“Fica aqui nosso repúdio, nossos representantes em nível federal não estão preocupados com os graves problemas de Campina Grande”, desabafou.

terça-feira, 29 de outubro de 2019

 Nenhum comentário

Bolsonaro chama de deboche taxação da energia solar


Vladimir Chaves


O presidente Jair Bolsonaro criticou a proposta de mudanças na regra da geração distribuída de energia solar, que está em consulta pública na  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). De acordo com o presidente “taxar o sol já vai para o deboche”.

A Aneel aprovou consulta pública para alterar as regras sobre a energia solar fotovoltaica que o consumidor gera a mais ao longo do dia e joga na rede da distribuidora de energia. Pela regra atual, a energia que o consumidor gera a mais é devolvida pela distribuidora praticamente sem custo para que ele consuma quando não está gerando energia. Com a mudança proposta, o consumidor passará a pagar pelo uso da rede da distribuidora e também pelos encargos cobrados na conta de luz. A cobrança incidirá sobre a energia que ele receber de volta da distribuidora, medida que está gerando reclamações de quem investiu na instalação de painéis geradores e que pode inviabilizar a expansão da energia renovável.

Conforme divulgaram agências de notícias, o presidente não concorda com as taxas. “A Aneel estuda a taxação da energia solar. Tem um entendimento que é diferente do meu. Tá certo que eles entendem. Taxar o sol, ô pessoal, já vai para o deboche. Devemos estimular o consumo sem qualquer taxação”, disse Bolsonaro, que ainda declarou que haverá uma reunião com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o setor elétrico na próxima quinta para debater o assunto.

Correio do Estado

 Nenhum comentário