Fundo do poço: Comissão aprova projeto de deputado petista proibindo a importação de livros didáticos.


Vladimir Chaves

Para piorar ainda mais a qualidade da educação no Brasil, afastando cada vez mais a juventude do mundo globalizado e do conhecimento, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados, aprovou Projeto de Lei, do deputado Vicentinho (PT), que proíbe o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), de adquirir, direta ou indiretamente, livros didáticos produzidos ou impressos no exterior.

O relator da proposta na comissão, deputado Laercio Oliveira (SD-SE), elogiou o texto do deputado Vicentinho. Para justificar tamanha estupidez, o deputado disse que o projeto visa fortalecer o parque gráfico nacional e evita desemprego no setor.

O PNLD é um programa administrado pelo Ministério da Educação que distribui livros didáticos para alunos do ensino básico de escolas públicas de estados e municípios.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Educação; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

sábado, 21 de março de 2015

 Nenhum comentário

Senadores querem que Dilma vete a aberração do projeto que triplicou o valor do Fundo Partidário.


Vladimir Chaves

Um pequeno grupo de senadores em respeito ao povo brasileiro, protocolou no gabinete da Presidência da República, um pedido para que a presidente Dilma Rousseff, vete a aberração da emenda que triplicou o repasse do Fundo Partidário. Na surdina o Congresso, aprovou o aumento do Fundo Partidário, dos atuais R$ 289,6 milhões para R$ 867,6 milhões.

“Consideramos que, em um momento de severas restrições fiscais e descrédito da população diante dos partidos políticos, essa medida é absolutamente inconveniente e um desrespeito à sociedade brasileira” disse a senadora Ana Amélia Lemos.


Assinaram o pedido os senadores, Reguffe (PDT-DF), Cristovam Buarque (PDT-DF), João Capiberibe (PSB-AP), Lasier Martins (PDT-RS), Telmário Mota (PDT-RR), Waldemir Moka (PMDB-MS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP).

 Nenhum comentário

Ministro das Cidades, visita Complexo Aluísio Campos e assegura investimento de R$ 280 milhões


Vladimir Chaves

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, visitou nesta sexta-feira, 20, as obras do conjunto habitacional que vem sendo executadas pela Prefeitura Municipal de Campina Grande no Complexo Aluísio Campos, no Ligeiro. Ele assegurou que o governo federal vai investir cerca de R$ 280 milhões na construção de 4.100 unidades habitacionais.

Segundo o ministro o “Complexo Aluísio Campos” é uma prioridade para o Ministério das Cidades, por ser uma das maiores obras em execução no país em parceria com um município. “Esse projeto é uma das nossas prioridades, por isso estamos aqui fazendo a visita, atendendo a um convite do prefeito Romero Rodrigues”, afirmou.

Kassab lembrou, que além das moradias, os futuros habitantes do conjunto contarão com vários equipamentos comunitários, a exemplo de três creches, duas escolas, dois postos de saúde e duas praças com academia popular. “Trata-se de uma nova cidade, dentro de Campina Grande”, assegurou.

“Estamos à vontade para dar continuidade a nossa parceria com o Governo Municipal, mesmo porque o prefeito Romero Rodrigues é um dos melhores quadros da vida pública brasileira. Sério, experiente, soube compor excelente equipe e é grande prefeito. Independente de suas posições políticas e partidárias terá sempre o nosso respeito e admiração”, disse. 

sexta-feira, 20 de março de 2015

 Nenhum comentário

Governo Dilma é omisso em leis contra o contrabando, diz Efraim Filho.


Vladimir Chaves

Para o deputado federal Efraim Filho (DEM) o governo federal é omisso em relação às leis de repressão ao contrabando no país. Segundo ele, a grande demanda do setor produtivo hoje é a aplicação da lei -sancionada em 2013– que institui remuneração adicional de R$ 91 por jornada de oito horas para policiais federais, rodoviários, auditores e analistas fiscais que atuam nas fronteiras brasileiras. A regulamentação nunca foi feita e os servidores ainda não recebem.

"O Governo é omisso e precisa avançar nesse tema", criticou Efraim. "É preciso sair do campo da ideia e agir. Funcionários se sacrificam nas regiões mais inóspitas do país, nossa burocracia legislativa é imensa", disse.

Segundo o deputado, é preciso endurecimento da repressão ao contrabando para coibir a prática do crime. Para isso, a sociedade precisa se desacostumar com as práticas destes delitos.

O deputado é autor do projeto de lei que separa descaminho do contrabando, antes enquadrados no mesmo tipo penal. O contrabando teve a pena ampliada para 2 a 5 anos, mas o descaminho permaneceu com previsão de reclusão de 1 a 4 anos. A pena prescreve em oito anos.


O deputado participou do "Fórum o Contrabando do Brasil", que é promovido pela Folha de São Paulo.

 Nenhum comentário

Veja quanto cada partido político embolsará do “suor”(impostos) dos brasileiros.


Vladimir Chaves

Num momento em que o Brasil enfrenta uma crise sem precedentes e o Governo Federal com a anuência do fisiologismo do Congresso Nacional, impõe severas taxas tributárias, cortes de verbas na educação e retirada de direitos trabalhistas, os senhores deputados e senadores na calada da noite, de comum acordo, resolveram “meter a mão” nos impostos dos brasileiros para engordarem as contas dos seus partidos.

Ignorando por completo a indignação do povo brasileiro os senhores parlamentares aumentaram os recursos do Fundo Partidário, de R$ 289,6 milhões, para R$ 867,6 milhões.

Os partidos que mais se beneficiaram com essa afronta ao país, foram: PT, PMDB, PSDB e DEM, juntos vão embolsar quase R$ 400.000.000,00 do “suor” dos brasileiros.

Com o reajuste
, o Partido dos Trabalhadores embolsará R$ 116.057.550,13 milhões, o PSDB R$ 95.240.052.00 milhões, o PMDB R$ 92.637.865.12 milhões e o DEM 35.910.183,67 milhões.


Confira abaixo quanto cada partido embolsará dos contribuintes. 

 Nenhum comentário

Emendas Parlamentar: Veneziano e José Maranhão desprezam Campina Grande.


Vladimir Chaves

O Congresso Nacional aprovou na última terça-feira (17), o orçamento federal para 2015. O projeto (PLN 13/14) prevê R$ 12,37 bilhões em emendas individuais de deputados e senadores. As emendas individuais são destinadas ao custeio de obras e serviços nas bases eleitorais dos parlamentares.

Os 268 deputados e senadores estreantes no Congresso Nacional tiveram o direito de apresentar, cada um, R$ 10 milhões em emendas parlamentares destinadas as suas bases eleitorais.

Da bancada da Paraíba quatro são estreantes (um senador e três deputados). O fato que chama atenção é que apesar dos três deputados: Veneziano Vital do Rêgo, Pedro Cunha Lima e Rômulo Gouveia, terem como principal base eleitoral a cidade de Campina Grande, da soma de suas emendas (trinta milhões) a cidade recebeu apenas R$ 3.900.000 (três milhões e novecentos) em emendas.

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), apesar de ter sido o mais votado em Campina Grande, com 62.915 votos, não destinou um só centavo para cidade. O parlamentar destinou R$ 500.000 para instalação da unidade do INSS da cidade de Picuí e o restante para ações no Estado da Paraíba.


Click na imagem para ampliar

O deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), segundo mais votando em Campina Grande, com 42.573 votos destinou apenas R$ 500.000 (quinhentos mil) para cidade (Estruturação de unidades especializada a saúde) o restante das emendas destinou para João Pessoa, Aparecida e Puxinanã. Parte foi destinada a ações no Estado.


O deputado Rômulo Gouveia (PSD), terceiro mais votado em Campina Grande, com 24.883 votos foi o que menos desprezou sua base eleitoral, destinando R$ 3.400.000,00 (três milhões e quatrocentos). João Pessoa e Uiraúna também foram contempladas.



Já o senador José Maranhão (PMDB), que foi o segundo mais votado em Campina Grande, com 54.061 votos, a exemplo do seu companheiro de partido Veneziano Vital, também desprezou Campina Grande e não destinou um só centavo. Suas emendas foram destinadas ao município de Araruna (construção de aeródromos e unidades de saúde)

 Nenhum comentário

Deputado denuncia descaso com o Programa do Leite


Vladimir Chaves

Para o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), o governador Ricardo Coutinho (PSB), tem tratado com descaso o Programa do Leite. De acordo com o parlamentar em 2010, o programa beneficiava mais de 120 mil famílias e hoje não chega a 35 mil famílias atendidas.

O parlamentar destaca ainda, que o descaso com o Programa do Leite tem prejudicado produtores e a economia do Estado. “O programa injetava R$ 7,5 milhões de reais na economia e envolvia 7.500 produtores, hoje não passam de 1.300 produtores. Das 27 usinas de leite, hoje só existem 11 que produzem pouco e em precárias situações” disse.

O Programa Leite da Paraíba é uma ação governamental que tem por objetivo melhorar a qualidade de vida das famílias de baixa renda, através da distribuição do alimento para combater a fome e a desnutrição infantil. Os beneficiários do programa são gestantes, mães que estão amamentando seus filhos, idosos e crianças de até sete anos de idade.

quinta-feira, 19 de março de 2015

 Nenhum comentário

Câmara Municipal de Campina Grande aprova ajuda financeira de R$ 74 mil para AACD.


Vladimir Chaves

O Poder Legislativo Municipal de Campina Grande aprovou subvenção financeira de R$ 74 mil, mês, para a Associação de Assistência à Criança Deficiente – AACD - sede Campina Grande.

O Projeto de Lei nº 095/2015, de autoria do Poder Executivo foi aprovado por unanimidade. Na oportunidade também foi aprovado emenda do vereador Antônio Alves Pimentel (Pros), autorizando a prefeitura a pagar o mesmo valor retroativo aos meses de janeiro e fevereiro deste ano. 

 Nenhum comentário

Preferência pelo PT despenca entre jovens de 16 a 24 anos.


Vladimir Chaves

A simpatia pelo PT entre os eleitores jovens na faixa etária de 16 a 24 anos despencou de forma assombrosa. Segundo a pesquisa Datafolha apenas 5% dos jovens pesquisados demonstram simpatia pelo Partido dos Trabalhadores.

A surpresa maior ficou por conta do PT ter sido ultrapassado pelo PSDB. Segundo a pesquisa, 6% dos jovens entrevistados disseram ter preferencia pelo PSDB, ficando o PT na segunda colocação com apenas 5%.


Por outro lado, 75% disseram não ter preferencia partidária. 


 Nenhum comentário

Ministro das Cidades será recepcionado pelo prefeito Romero Rodrigues.


Vladimir Chaves

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues recepciona nesta sexta-feira (20), o ministro das Cidades Gilberto Kassab. A recepção acontecerá às 11h, no aeroporto João Suassuna.

Está programada uma visita do ministro as às obras do Complexo Aloísio Campos, no Ligeiro, onde na oportunidade o ministro concederá entrevista coletiva à imprensa.

A assessoria de Romero Rodrigues, informou que o prefeito aproveitará a presença do ministro em Campina Grande, para discutir os projetos que tramitam no Ministério da Cidade, destacando-se entre eles os que tratam da mobilidade urbana e de habitação.

 Nenhum comentário

Câmara de Campina Grande discute a PPI – Programação Pactuada Integrada


Vladimir Chaves

A Câmara Municipal de Campina Grande realizou na manhã desta quarta-feira (19), Audiência Pública para discutir a PPI – Programação Pactuada Integrada. A sessão foi solicitada pelos vereadores Matuselá Agra e Alexandre Pereira da Silva.

A sessão contou com a participação de vereadores, secretária de Saúde do município Luzia Pinto, do assessor técnico do COSEMS – Conselho de Secretários Municipais de Saúde da Paraíba Nelson Calzavara, da diretora da Vigilância em Saúde do município Eliete Nunes, do representante dos hospitais privados Felipe Gadelha e do integrante do Conselho de Saúde Romualdo Figueiredo.

O vereador Metuselá Agra abriu os trabalhos falando da importância da sessão. “Queremos uma discussão meramente técnica a exemplo da superlotação dos hospitais de Trauma e Isea. São situações críticas que vamos discutir aqui não vamos criar barreiras entre governo do Estado e Município”, disse.

A secretária de Saúde, Luzia Pinto, disse que “é preciso revisar a resolução que é de 2010 através do gestor estadual. Os nossos maiores gargalos são oncologia e obstetrícia. São 113 municípios atendidos, mas não podemos mandar uma gestante voltar”, garantiu. O assessor técnico do COSEMS, Nelson Calzuvara, afirmou que remanejar recurso interno não é a solução é preciso revisar o PPI com urgência para buscar recurso para saúde, e isso é uma decisão política.

Os vereadores o presidente Antônio Alves Pimentel, Olímpio Oliveira, João Dantas, Rodrigo Ramos, Aragão Júnior, Nelson Gomes Filho e Miguel Rodrigues que manifestaram preocupação para com o problema.

 Nenhum comentário

Filhos de vereador campinense estudam em escola pública.


Vladimir Chaves

O que deveria ser normal no Brasil torna-se inédito quando acontece. É o caso do vereador de Campina Grande, Rostand Miranda Cavalcante (Rostand Paraíba), o parlamentar tem dois filhos e um neto que mora com ele estudando em escolas públicas.

Em contato com o “blog”, “Rostand Paraíba” disse que acha absolutamente normal, que seus filhos e neto estudem em escolas públicas. Revelando que passou a ver com naturalidade depois que morou na Alemanha. “Morei um tempo na Alemanha, lá você não ver essas coisas que temos aqui, lá as crianças estudam em escolas públicas, é normal, não vejo motivos para fazer diferente aqui” disse.

“A escola que meus filhos estudam são melhores que as escolinhas do bairro, não tenho do que reclamar” disse.

Rostand, é pai de duas crianças de 4 e 7 anos e avô de uma de 5 anos. O parlamentar é suplente e exerce o mandato na vaga do vereador Marinaldo Cardoso. Filiado ao PRB, obteve 1.378 votos. 

 Nenhum comentário

Vereador Aldo Cabral cobra retomada das obras de saneamento do Conjunto Mutirão.


Vladimir Chaves

O vereador Aldo Cabral (PCdoB), está cobrando do Governo do Estado, a retomada das obras de urbanização e saneamento do Conjunto Mutirão, localizado próximo à Alça Oeste, em Campina Grande. De acordo com o parlamentar as obras tiveram inicio em novembro de 2013, mas inexplicavelmente foram suspensas aumentando ainda mais os transtornos da população.


Cabral denuncia que a paralisação do Canal do Mutirão, coloca em risco a saúde da população, principalmente de crianças e idosos. De acordo com ele, nos últimos dias aumentou de forma considerável o número de pessoas doentes devido ao acumulo de dejetos e água contaminada.

 Nenhum comentário

Prefeito do PT preso em flagrante recebendo R$ 100 mil em propina.


Vladimir Chaves

O prefeito de São Sebastião do Alto, Mauro Henrique Chagas (PT), foi preso, em flagrante, por agentes da Polícia Federal na BR-101 Norte (rodovia que liga Niterói à divisa com o Espírito Santo), próximo a Macaé. Segundo os policiais, ele foi abordado no momento em que recebia cerca de R$ 100 mil que seriam oriundos de propina. Ele teria exigido a quantia a um empresário para que pudesse começar obras nas áreas de saúde e saneamento no município. O valor representa 10% de duas licitações para a execução dos serviços.

A PF informou que o empresário procurou a polícia para denunciar que estava sendo extorquido pelo prefeito. A partir da informação e da colaboração do denunciante, os agentes federais armaram o flagrante. Nesta quarta-feira (18), no dia marcado para o pagamento do acerto, os policiais chegaram antes, usando roupas de uma suposta empresa de terraplanagem, e ficaram às margens da rodovia. Por volta das 15h, no ponto de encontro para o recebimento da propina, um posto de gasolina, os policiais cercaram o carro do prefeito — logo depois de ele receber o dinheiro — e fizeram o flagrante.

Mauro, que era vice-prefeito da cidade, localizada na Região Serrana do Rio, assumiu a administração em abril do ano passado, depois de os vereadores do município terem cassado o mandato do prefeito Carmond Bastos (também do PT), acusado de cometer oito crimes, entre eles fraudes em dispensa de licitação e aumento do próprio salário. Em 2013, Carmond j á havia sido cassado pela Câmara, mas voltou ao cargo depois de recorrer da decisão na Justiça.

Segundo agentes da Delegacia da Polícia Federal em Macaé, o prefeito foi preso com várias notas de R$ 100, R$ 50 e R$ 20, totalizando cerca de R$ 100 mil.

 Nenhum comentário

#CensuraNuncaMais: Presidente do PT defende cortar anúncios de TVs que 'apoiaram' manifestações


Vladimir Chaves

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, defendeu, em reunião fechada com a bancada, que o governo deve restringir a veiculação de publicidade nos veículos de comunicação que "apoiaram" e "convocaram" as manifestações contra a presidente Dilma Rousseff no domingo, 15.

"Não se enganem. O monopólio da mídia não será quebrado apenas nas redes sociais. Isso é uma ilusão". O dirigente disse, em seguida, que a "quebra" do monopólio deve ser feita por meio de "uma nova política de anúncios para os veículos da grande mídia". Para ilustrar sua tese, ele citou um caso que o pegou de surpresa.

"A Record, que sempre teve uma simpatia maior por nós, no domingo começou em rede aberta a convocar a manifestação. Foi uma briga por audiência. Nesse caso não foi nem má-fé". O presidente da sigla disse aos presentes que não adianta "minimizar" o que ocorreu no domingo, mas pontuou que o sucesso das manifestações se deve "exclusivamente" a convocação da "grande mídia". Segundo Falcão, as redes de TV "manipularam" os números de participantes. 



(IstoÉ)

quarta-feira, 18 de março de 2015

 Nenhum comentário

PSDB propõe cassação de registro de partidos que receberem propinas


Vladimir Chaves

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, afirmou nesta quarta-feira (18) que o partido vai apresentar um projeto de lei na Câmara dos Deputados prevendo a cassação do registro de partido político que receber dinheiro de corrupção.

“Quero afirmar que o PSDB está apresentando hoje um projeto, através do seu líder na Câmara dos Deputados, que determina que partido político que comprovadamente tiver recebido dinheiro da corrupção, tiver recebido propina, tenha imediatamente o seu registro cassado. E queremos pedir o apoio do PT para a tramitação deste projeto”, afirmou Aécio Neves.

A proposta do PSDB é uma resposta às reivindicações da sociedade por mais ética na vida pública. “Nós temos que resgatar a confiança da sociedade brasileira também na classe política”, ressaltou o presidente do partido.

De acordo com o senador Aécio Neves, o pacote contra a corrupção apresentado pela presidente Dilma Rousseff nesta quarta-feira não traz novidade. Ele lembrou que as propostas feitas pela chefe do Executivo já tramitam no Congresso há vários anos e nunca contaram com o apoio do PT.

“Em todos os momentos que o governo é pressionado, ele volta com as mesmas e inócuas propostas. Na verdade vários desses projetos já tramitavam aqui no Congresso há muito tempo sem o que o governo se mobilizasse para que fossem aprovados”, criticou o presidente nacional do PSDB.

O senador Aécio Neves criticou também a falta de credibilidade das medidas anunciadas por Dilma Rousseff, citando, como exemplo, a falta de uma posição firme da presidente sobre o tesoureiro do PT João Vaccari Neto, denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha no escândalo envolvendo a Petrobras.

“O que o Brasil clama é por exemplos. Na campanha eleitoral, já perguntava a presidente da República se ela confiava no tesoureiro do seu partido, responsável por arrecadar recursos para as campanhas eleitorais. Ela disse que sim. Eu volto a fazer a pergunta: a presidente da República ainda confia nas ações do tesoureiro do seu partido? Porque ele não é afastado até como um exemplo para que a sociedade acredite efetivamente na sinceridade das ações do governo. Mas lamentavelmente as respostas estão muito aquém das expectativas da sociedade brasileira”, disse Aécio Neves. 

 Nenhum comentário

Deputada do PT concorda com Cid Gomes, quem não tiver coerência que “largue o osso”.


Vladimir Chaves

O pronunciamento “bombástico” do agora ex-ministro da Educação, Cid Gomes, contou com a solidariedade da deputa petista, Maria do Rosário.

Da tribuna da Câmara dos Deputados, com o dedo em riste, Cid Gomes, pediu para os deputados governistas, que não acompanham as orientações da bancada situacionista, que “largarem o osso” (beneficias no governo).

O “pedido” do ex-ministro foi endossado pela deputada federal Maria do Rosário. “Cid cobra coerência dos parlamentares do governo. Pede perdão aos que não agem desta forma, mas há quem coloque carapuça” postou a deputada em seu perfil Twitter.

A deputada disse ainda que os deputados governistas deveriam levar em conta a “simpatia” que o ex-ministro tem na sociedade pelo seu comportamento temperamental.

“Parlamentares deveriam se preocupar com a simpatia que a posição de Cid Gomes encontra na sociedade” postou.

A parlamentar também criticou os colegas que  se sentiram ofendidos com as palavras duras de Cid Gomes, que não poupou sequer o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

“Quem convocou Cid a vir explicar suas palavras e desagradou-se do que ele disse, queria o quê? Um covarde? Reclamam de que?” 

 Nenhum comentário

Venda de álcool a menores de 18 anos torna-se crime


Vladimir Chaves

A venda de bebida alcoólica a menores de idade é crime a partir desta quarta-feira (18). A presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei 13.106, que criminaliza a venda de bebida alcoólica para crianças e adolescentes. O texto, publicado no Diário Oficial da União (DOU), prevê pena de dois a quatro anos de prisão e multa de R$ 3 mil a R$ 10 mil pelo descumprimento da determinação. A nova norma altera o Estatuto da Criança e  do Adolescente (ECA).

Diante da mudança, o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça, Vitore Maximiano, acredita no aumento da conscientização de adolescentes, familiares e comerciantes. “Com a nova lei esperamos que finalmente o comércio de bebidas alcoólicas para menores de idade acabe ou seja reduzido consideravelmente. Esperamos também uma mudança no comportamento das famílias, dos comerciantes e dos próprios adolescentes. O assunto é extremamente sério e o consumo de álcool deve ser evitado por parte de crianças e adolescentes. Quanto mais cedo o início do uso de álcool, maior o risco de um uso problemático no futuro”, afirmou.

O texto sancionado estabelece também como crime o fornecimento, ainda que de forma gratuita, de bebida alcoólica a menores. Caso o descumprimento ocorra por parte de comerciantes, o local de venda poderá ser interditado.

 Nenhum comentário

Congresso ignora grito das ruas e triplica fundo partidário para R$ 867,5 milhões.


Vladimir Chaves

Legislando em causa própria e mandando as “favas o grito das ruas”, o Congresso Nacional, na calada da noite de ontem triplicou o valor do fundo partidário elevando dos atuais R$ 289,5 milhões para R$ 867,5 milhões.

Se por um lado o Congresso aprova de forma submissa o “pacote de maldades” do governo da presidente Dilma Rousseff, impondo  pesados sacrifícios a população, por outro destina altas somas para os cofres dos partidos políticos em detrimento a falta de recursos para saúde, educação e segurança pública.

Na noite de ontem o Congresso, também aprovou o remanejamento de R$ 2,67 bilhões para as emendas parlamentares dos 265 novos congressistas. Cada um dos 265 novos parlamentares que ingressaram neste ano no Congresso contará com cerca de R$ 10 milhões em emendas.

 Nenhum comentário

FHC diz que sem credibilidade e popularidade, Dilma perde as condições políticas de governar.


Vladimir Chaves

Em entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan nesta quarta (18), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), do PSDB, disse não ser a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff neste momento, mas reconhece: "Nós temos que respeitar as instituições democráticas e a presidente Dilma foi eleita (...), mas ela está perdendo as condições políticas de governar".

A frase foi em razão de pesquisa Datafolha divulgada ainda nesta quarta que mostra substancial queda na avaliação do governo Dilma, com 62% de péssimo/ruim. "Esses números expressam o descrédito do governo", disse FHC. "A presidente Dilma tem que enfrentar a realidade (...) e é uma realidade de desaprovação."

FHC entende que o PSDB deve "apertar o cerco" da presidente. "Não está em jogo no Brasil à democracia, pelo contrário, nós queremos mais democracia, e a democracia exige que a lei se cumpra", disse o ex-presidente, garantindo, que, se aparecerem provas de envolvimento de Dilma com os desvios investigados pela Operação Lava Jato, será a favor da retirada dela.

Sobre os ajustes fiscais que o governo federal tem realizado pelas mãos do ministro da Fazenda Joaquim Levy, FHC comparou dizendo que Dilma está fazendo uma "operação sem anestesia" e deveria se explicar melhor ao povo e ao parlamento. "O que está acontecendo agora é que existe perda de popularidade e de credibilidade política", afirmou.

 Nenhum comentário

Popularidade de Dilma e Congresso Nacional na “lona”


Vladimir Chaves

A popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT), despencou dez pontos na primeira pesquisa depois dos protestos de 15 de março. Segundo levantamento do instituto Datafolha, publicado nesta quarta-feira pela Folha de S. Paulo, apenas 13% dos brasileiros consideram a gestão da presidente boa ou ótima.

Conforme pesquisa Datafolha feita entre segunda e terça, 62% dos brasileiros classificam sua gestão como ruim ou péssima. Há 22 anos, quando Collor estava prestes a cair, sua reprovação era de 68%.

Este patamar só é comparável com os piores momentos dos ex-presidentes Itamar Franco (12% de aprovação em novembro de 1993, época do escândalo do Orçamento, na Câmara) e Fernando Henrique Cardoso (13% em setembro de 1999, quando a população sentia os efeitos da desvalorização do Real). Além do próprio Collor na fase pré-impeachment (9%).

Rejeição por região
Centro-oeste (75%), Sudeste (66%), Sul (64%), Nordeste (55%), Norte (51%).

Aprovação por região:
Centro-oeste (10%), Sudeste (10%), Sul (13%), Nordeste (16%) e Norte (21%).

Rejeição – renda por salário mínimo:

Até dois salários mínimos – 60% rejeitam o governo Dilma.
De dois a cinco salários mínimos – 66% rejeitam o governo Dilma.
De cinco a dez salários mínimos – 65% rejeitam o governo Dilma.
Mais de dez salários mínimos – 65% rejeitam o governo Dilma.

CONGRESSO NACIONAL

Ainda pior que a popularidade de Dilma é a avaliação que a população faz do trabalho do Congresso. A pesquisa mostra que só 9% consideram ótimo ou bom o desempenho dos deputados e senadores.

Para metade da população (50%), a atuação dos congressistas é ruim ou péssima. A taxa só é comparável com as do fim de 1993, período em que a reprovação aos parlamentares oscilou em torno de 56%.


A pesquisa foi feita com 2.842 eleitores 

 Nenhum comentário

Clube do bilhão pagou R$ 8 milhões a José Dirceu


Vladimir Chaves

Cinco gigantes da construção civil desembolsaram, no período de 2006 a 2013, pelo menos 8 milhões de reais para a JD Consultoria, empresa do ex-ministro mensaleiro José Dirceu. Elas compõem o chamado clube do bilhão, conjunto formado pelas maiores empreiteiras do país para fraudar contratos com a Petrobras e distribuir propina a políticos e partidos. A força-tarefa da Operação Lava Jato investiga se a empresa do petista foi usada para receber recursos do propinoduto montado na petroleira.

Os dados foram reunidos pela Receita Federal após a Justiça ter autorizado a quebra dos sigilos bancário e fiscal do petista. Os valores são ainda maiores se somadas outras empreiteiras também citadas no escândalo do petrolão, como a Egesa, que transferiu sozinha 480.000 reais, e a Serveng, que liberou 432.000 reais para a JD.

De acordo com documentos da Receita Federal, as empresas de construção foram generosas com os serviços de consultoria do ex-homem-forte do governo Lula: a OAS pagou quase 3 milhões de reais à empresa de Dirceu, com parcelas anuais de 360.000 reais. A UTC transferiu 2,3 milhões de reais. Engevix (1,1 milhão de reais), Galvão Engenharia (750.000 reais) e Camargo Corrêa (900.000) completam a lista de "clientes" da consultoria de José Dirceu.

Os investigadores suspeitam que os serviços de empresa de Dirceu, a despeito de a companhia ter anexado notas fiscais ao processo, são, na verdade, propina paga pelas construtoras. Foi essa suspeita, aliás, que motivou a juíza Gabriela Hardt a ter autorizado, em janeiro, a suspensão dos sigilos do mensaleiro e de sua empresa. As revelações de propina para os cofres de petistas têm ganhado corpo a cada delação premiada firmada com colaboradores da Justiça.

Depois de o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco ter estimado que o PT recebeu até 200 milhões de dólares em dinheiro sujo do esquema, o vice-presidente comercial da gigante Camargo Corrêa, Eduardo Leite, afirmou às autoridades que se encontrou pessoalmente com o tesoureiro nacional do PT João Vaccari Neto e que o petista cobrou sua fatia do suborno distribuído pela empreiteira em troca de facilidades em obras da Petrobras.




(Revista Veja)

 Nenhum comentário

Prefeitura de Campina Grande esclarece atraso das subvenções da AACD.


Vladimir Chaves

Através de nota pública a Prefeitura Municipal de Campina Grande, esclareceu o atraso das subvenções financeira da Associação de Assistência à Criança Deficiente – AACD Campina Grande.

No inicio da manhã de hoje (17), no perfil “Facebook” da AACD-Campina Grande, foi postado um comunicado de que a entidade estaria suspendendo os atendimentos da instituição devido ao atraso das subvenções financeiras da Prefeitura de Campina Grande.

A nota da PMCG esclarece que logo após a inauguração da unidade da AACD, ficou acordado que a prefeitura e o Governo do Estado, custeariam as despesas da unidade, R$ 37.000 para o Estado e R$37.000 para o município de Campina Grande. No entanto o Governo do Estado não honrou o compromisso em 2014, obrigando o município a arcar sozinho com todas as despesas, através da Secretaria de Assistência Social.

Agora, em 2015, diante da abrangência social da AACD, o prefeito Romero Rodrigues, resolveu assumir a totalidade das despesas (R$ 74.000), tirando a instituição da dependência do Estado, e que logo que a Câmara aprove o projeto que foi enviado àquela Casa o problema estará definitivamente solucionando.

Confira a integra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social,  vem a público reiterar o apoio e a parceria com a Associação de Assistência à Criança Deficiente, unidade Campina Grande (AACD-CG).

E esclarecer que, depois do término da obra de construção da unidade da AACD em Campina Grande, e sua posterior inauguração, foi estabelecida uma parceria, por meio da qual, o Estado da Paraíba e o Município de Campina Grande, juntos, iriam subvencionar a AACD em R$ 74.000,00.

Não havendo nenhuma resposta quanto ao repasse por parte do Governo da Paraíba e vendo o alcance, abrangência social da instituição, cuidou o prefeito Romero Rodrigues de enviar à Câmara Municipal um Projeto de Lei que subvencionava a AACD no valor de R$ 74.000,00, para o ano de 2014. 

Este projeto sofreu uma Emenda, já que Câmara entendeu que o Governo do Estado também deveria ter sua parcela de responsabilidade para com aquela instituição e o Município não deveria bancar a AACD sozinho.

A Emenda parlamentar se baseava no acordo firmado entre o Estado, o Município e a AACD, que previa o valor de R$ 37.000,00 para o Município e mais R$ 37.000,00 para o Estado da Paraíba que, somados, perfaziam o valor de R$ 74.000,00.

Visando manter a AACD em pleno funcionamento, a Secretaria de Assistência Social da PMCG efetuou o pagamento da AACD, referente ao exercício de 2014.

Para o ano de 2015, vendo a necessidade e a abrangência social da AACD, o prefeito Romero Rodrigues já encaminhou para Câmara Municipal de Campina Grande o Projeto que estabelece o valor de subvenção de R$ 74.000,00, a serem pagos pela Prefeitura de Campina Grande, independentemente do Estado dar ou não a sua parte.

Por fim, mais uma vez, a Prefeitura reitera o apoio e parceria para com a Associação de Assistência à Criança Deficiente, unidade Campina Grande (AACD-CG).

terça-feira, 17 de março de 2015

 Nenhum comentário

Paraíba: Usineiro fecha escola pública e expulsa professores e estudantes, denuncia deputado.


Vladimir Chaves

Denuncia feita pelo deputado estadual Zé Paulo (foto), expõe o atraso em que se encontra a Paraíba e o casuísmo com que é tratada a educação pública no Estado. De acordo com o deputado, no último dia 12 de março, professores, estudantes e funcionários da Escola Estadual Odilon Ribeiro Coutinho, foram violentamente expulsos das dependências da instituição.

Segundo o parlamentar o prédio onde funciona a escola, fica dentro da propriedade do senhor Eduardo Ribeiro Coutinho, e que havia sido cedido pelo genitor do mesmo, mas que por questões politica o usineiro resolveu reaver o prédio.

De acordo com o deputado, o usineiro teria ficado insatisfeito com o governador Ricardo Coutinho, por este ter exonerado a diretora da unidade escolar nomeando uma professora que não tem vínculos politico com o mesmo.

“Com suas raízes coronelistas, e senhor feudal, o usineiro Eduardo Ribeiro Coutinho, se fez presente as dependências da Escola Estadual Odilon Ribeiro Coutinho, e aos berros determinou o fechamento daquela unidade escolar, humilhando professores, servidores, pais, mães, que chocados foram postos para fora do prédio como se fossem escravos daquele senhor” denunciou o deputado Zé Paulo.

A escola fica na Comunidade Usina São José, na cidade de Santa Rita.

 Nenhum comentário

Transparência: UEPB divulga vencimentos de professores e técnicos administrativos.


Vladimir Chaves

Numa atitude louvável a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em respeito à Lei de Acesso a Informação (Lei Nº 12.527, de 18 de novembro de 2011), disponibilizou no Portal da Transparência todas as informações referentes às remunerações dos servidores da Instituição.

Confira o link do Sistema de Consulta do Portal de Transparência da UEPB:

 Nenhum comentário

Governo Dilma dá inicio a privatização da Petrobras.


Vladimir Chaves

Numa contradição absurda, entre o que foi prometido na campanha eleitoral e o que está sendo posto em pratica, o governo da petista Dilma Rousseff, inicia o processo de privatização da Petrobras.

Sufocada pela corrupção, a Petrobras acumula uma divida de R$ 332 bilhões, na tentativa de oferecer uma “sobrevida” a Petrobras o governo do PT tenta arrecadar R$ 44 bilhões com a venda de termoelétricas, campos de petróleo, postos de gasolina e distribuidoras de gás.

Segundo matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, edição de hoje (17), a Petrobras já definiu o que será oferecido ao mercado e quais os bancos ficarão encarregados de procurar compradores no Brasil e no exterior.

A Petrobras Distribuidora, rede com cerca de 7.500 postos no país, é considerada a mais interessante do bloco e foi entregue ao Bradesco BBI.

A venda das distribuidoras de gás da estatal ficará a cargo do Itaú BBA, que ajudará a definir como vender essa operação, em bloco ou fatiada, o que poderia atrair mais interessados. No ano passado, a empresa vendeu sua participação na Gasmig, em Minas Gerais, por R$ 600 milhões.

No segmento de geração de energia, a Petrobras é dona de 21 termelétricas que foram adquiridas a partir do primeiro governo Lula. O mandato de venda também ficou com o Bradesco BBI.

A oferta de algumas centenas de postos de gasolina na Argentina, Paraguai, Uruguai e Colômbia será feita pelo Itaú BBA.

A estatal também procura sócios para alguns blocos de petróleo, o que reduziria sua necessidade de investimento. Está negociando o mandato de venda com bancos estrangeiros, como o Bank of America Merrill Lynch.

Segundo a Folha de São Paulo, a direção da Petrobras informou que não comenta assuntos estratégicos e os bancos citados não quiseram se pronunciar.

 Nenhum comentário

Caos na Prefeitura de João Pessoa; greve, lixo, buracos nas ruas, telefones cortados.


Vladimir Chaves

“Nunca na história dessa cidade viu-se tamanha desorganização!” A frase é do deputado federal Wilson Filho (PTB), em relação à administração do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT).

Segundo o deputado, a capital paraibana está completamente abandonada pela gestão do petista Luciano Cartaxo (foto). “As ruas estão tomadas de lixo, faz meses que a prefeitura não paga a empresa responsável pela coleta de lixo” disse.

Wilson, afirmou que como pessoense sente-se triste ao ver a cidade abandonada, ruas tomadas por buracos e lixo, greve de professores, descontrole nas contas públicas e até mesmo as linhas de telefone da prefeitura sendo cortadas por falta de pagamento.

Ele falou ainda da Barreira do Cabo Branco, que corre sérios riscos devido à prefeitura ter levado dois anos e três meses para apresentar um projeto de contenção da erosão.

segunda-feira, 16 de março de 2015

 Nenhum comentário

Aumento de 3%: Professores da rede municipal fazem protesto em João Pessoa.


Vladimir Chaves

Os professores da rede municipal de João Pessoa realizam, na manhã desta segunda-feira (16), um ato público em frente ao Centro Administrativo da cidade, no bairro de Água Fria, para marcar o início da greve da categoria e protestar contra o reajuste salarial de 3% oferecido pelo prefeito Luciano Cartaxo. Os professores reclamam que a prefeitura não demonstra interesse em atender a pauta de reivindicações da categoria. A greve dos professores tem início nesta segunda-feira e deve deixar cerca de 60 mil alunos sem aulas. Até as 10h40, nenhum tipo de conflito havia sido registrado pela polícia.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de João Pessoa (Sintem-JP), Daniel de Assis, criticou a proposta da prefeitura, afirmando que ela representa “um retrocesso na política salarial do magistério municipal”. Segundo o presidente da entidade, “a prefeitura não paga sequer o piso salarial para professores polivalente prestadores de serviço”. Conforme divulgado pelo sindicato, o valor pago para esses profissionais é R$ 1.052,00, enquanto a remuneração prevista no piso seria de R$ 1.198,61 para uma carga horária de 25 horas.




Portal Correio. 

 Nenhum comentário

Padre escandaliza-se com grito de “Fora Dilma” do arcebispo da Paraíba.


Vladimir Chaves

O padre Djacy Brasileiro, “feroz” defensor da presidente Dilma e do Partido dos Trabalhadores nas redes sociais, escandalizou-se com participação do arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Paggoto, no ato público realizado ontem contra a corrupção e pelo impeachment da presidente Dilma.

Com uma bandeira do Brasil e um apito, o arcebispo participou ativamente no dia de ontem, do ato em João Pessoa, que reuniu milhares de pessoenses.

“Meu Deus! Minha Nossa Senhora! Sinceramente, sem palavras, sem palavras, sem palavras. Estou estupefato” lamuriou-se o padre Djacy Brasileiro.

 Nenhum comentário