PT é punido por não respeitar cota feminina nas inserções partidárias de rádio e TV.


Vladimir Chaves

O Partido dos Trabalhadores mais uma vez demonstra a falta de sintonia entre o discurso e as praticas, “propagandista” da tese de uma maior participação das mulheres na política, na pratica não respeita sequer a legislação eleitoral que obriga os partidos a destinarem o insignificante percentual de 10% nas propagandas partidárias veiculadas em rádio e TV à promoção da participação feminina na política.

Por não respeitar a chamada “cota feminina” nas inserções de TV e rádio, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, condenou a sigla à perda de 5 minutos nas inserções estaduais na televisão por não dedicar o percentual mínimo de 10% do tempo total à promoção da participação feminina. A penalidade vale para o semestre seguinte à condenação, após o processo transitar em julgado.

A ação contra a legenda foi movida pela Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo, que havia pedido a perda de 10 minutos de tempo de TV e 5 min e 40 segundos de tempo nas inserções do PT no rádio, pedido que foi apenas parcialmente acatado pelo TRE.

sábado, 5 de abril de 2014

 Nenhum comentário

Semana Santa: Secretário de Pesca divulga “peixe mais barato que frango” apenas para João Pessoa


Vladimir Chaves

Chama à atenção a falta de bom senso do Secretário de Pesca e Aquicultura do Estado da Paraíba, Sales Dantas. Nas redes sociais o ilustre secretário tem difundido um programa que tem por objetivo amenizar a desnutrição das populações carentes, chamado de “PEIXE MAIS BARATO QUE FRANGO”, no entanto o programa atende apenas a cidade de João Pessoa.

Num estado paupérrimo como a Paraíba, em que a maioria da população do interior passa por momentos difíceis devido aos efeitos da maior seca dos últimos 50 anos e a falta de politicas públicas, ironicamente o governo opta por investir em um programa de combate a desnutrição na região menos atingida em detrimento as mais afetadas.

De acordo com o próprio secretário, em 2013, nesse mesmo período (Semana Santa), o governo vendeu a preços accessíveis a população de João Pessoa, 10 toneladas de peixes e esse ano será disponibilizadas 16 toneladas ao preço de R$ 4.50 o quilo do pescado.


Confira a postagem do secretário:


 Nenhum comentário

Chapa encabeçada por Cássio Cunha Lima poderá ter Wilson Santiago candidato ao Senado.


Vladimir Chaves

Nos bastidores do encontro do PSDB que aconteceu nesta sexta-feira (4), em Campina Grande, não se falava em outra que coisa que não fosse o apoio do PTB a candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo do estado.

Durante a coletiva com o senador, ele chegou a ser questionado sobre a possibilidade de ter o apoio do ex-senador Wilson Santiago, mas optou não revelar nesse momento, saindo-se pela “tangente” dizendo que o momento é para definir candidatura própria, creditando à responsabilidade das alianças futuras a executiva do PSDB.

Entretanto em contato com fontes seguras, o “blog” tomou conhecimento que nos próximos dias o PTB estará realizando encontro semelhante ao do PSDB, para que as lideranças e militantes da legenda homologuem o apoio do partido ao pré-candidato ao governo do estado Cássio Cunha Lima.


A fonte assegurou que a possibilidade de apoio do PTB ao candidato do PSDB é de 99% e que o ex-senador Wilson Santiago, será candidato a senador na chapa.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

 Nenhum comentário

Deputado Guilherme Almeida (PSC) antecipa que irá votar em Cássio e Pedro Cunha Lima.


Vladimir Chaves

Presente ao encontro do PSDB na manhã desta sexta-feira, no Ginásio da AABB em Campina Grande, o deputado estadual Guilherme Almeida (PSC), disse que não acreditada na viabilidade política do “Blocão” formado pelo PT, PSC e PP.

De acordo com o parlamentar apenas três candidaturas estão de fato postas; Cássio Cunha Lima, Ricardo Coutinho e Veneziano Vital. Entretanto Guilherme, já antecipou sua posição que é a de votar no senador Cássio Cunha Lima.


O parlamentar adiantou ainda que em Campina Grande, irá fazer uma “dobradinha” com o candidato a deputado federal Pedro Cunha Lima. 

 Nenhum comentário

Prefeito Romero Rodrigues diz que vai votar fechado na chapa majoritária encabeçada pelo PSDB.


Vladimir Chaves

No encontro do PSDB ocorrido nesta sexta-feira (4), um dos discursos que chamou a atenção foi o do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), quando em um dos trechos do seu pronunciamento disse que irá votar e fazer campanha para toda chapa majoritária, num claro recado àqueles que especulam que ele poderia votar em Rômulo Gouveia (PSD).


“Eu voto por Campina, eu voto pelo interior da Paraíba, voto pela candidatura própria do PSDB e vou fazer muito mais que isso, vou votar e fazer campanha por toda a chapa majoritária” disse Romero.

 Nenhum comentário

Ipea reconhece erro nos dados que dizia que 65% dos brasileiros concordam com estupro de mulheres


Vladimir Chaves

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) publicou nota hoje em que reconhece erro na pesquisa “Tolerância social à violência contra as mulheres”, que causou polêmica na semana passada. O número de maior repercussão mostrava que 65% dos brasileiros concordavam com a afirmação "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas". Na verdade, o número é de 26%. O diretor da área de Estudos e Políticas Sociais do instituto, Rafael Osório, pediu exoneração do cargo após o erro ter sido percebido

Leia a íntegra da nota:

"Vimos a público pedir desculpas e corrigir dois erros nos resultados de nossa pesquisa Tolerância social à violência contra as mulheres, divulgada em 27/03/2014. O erro relevante foi causado pela troca dos gráficos relativos aos percentuais das respostas às frases Mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar e Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas. Entre os 3.810 entrevistados, os percentuais corretos destas duas questões são os seguintes:

Corrigida a troca, constata-se que a concordância parcial ou total foi bem maior com a primeira frase (65%) e bem menor com a segunda (26%). Com a inversão de resultados entre as duas questões, relatamos equivocadamente, na semana passada, resultados extremos para a concordância com a segunda frase, que, justamente por seu valor inesperado, recebeu maior destaque nos meios de comunicação e motivou amplas manifestações e debates na sociedade ao longo dos últimos dias.

O outro par de questões cujos resultados foram invertidos refere-se a frases de sentido mais próximo, com percentuais de concordância mais semelhantes e que não geraram tanta surpresa, nem tiveram a mesma repercussão. Desfeita a troca, os resultados corretos são os que seguem. Apresentados à frase O que acontece com o casal em casa não interessa aos outros, 13,1% dos entrevistados discordaram totalmente, 5,9% discordaram parcialmente, 1,9% ficou neutro (não concordou nem discordou), 31,5% concordaram parcialmente e 47,2% concordaram totalmente. Diante da sentença Em briga de marido e mulher, não se mete a colher, 11,1% discordaram totalmente, 5,3% discordaram parcialmente, 1,4% ficaram neutros, 23,5% concordaram parcialmente e 58,4% concordaram totalmente.

A correção da inversão dos números entre duas das 41 questões da pesquisa enfatizadas acima reduz a dimensão do problema anteriormente diagnosticado no item que mais despertou a atenção da opinião pública. Contudo, os demais resultados se mantêm, como a concordância de 58,5% dos entrevistados com a ideia de que se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros. As conclusões gerais da pesquisa continuam válidas, ensejando o aprofundamento das reflexões e debates da sociedade sobre seus preconceitos. Pedimos desculpas novamente pelos transtornos causados e registramos nossa solidariedade a todos os que se sensibilizaram contra a violência e o preconceito e em defesa da liberdade e da segurança das mulheres.

Rafael Guerreiro Osório* e Natália Fontoura

Pesquisadores da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc/Ipea) e autores do estudo


* O diretor de Estudos e Políticas Sociais do Ipea pediu sua exoneração assim que o erro foi detectado."

 Nenhum comentário

PENTACAMPEÃO: Brasil é o pior em retorno de imposto à população.


Vladimir Chaves

Pela quinta vez consecutiva, o Brasil é o país que proporciona o pior retorno de valores arrecadados com tributos em qualidade de vida para a sua população.

A conclusão consta de estudo do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) que compara 30 países com maior carga tributária em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) e verifica se o que é arrecadado por essas nações volta aos contribuintes em serviços de qualidade.

Estados Unidos, Austrália e Coreia do Sul ocupam respectivamente as primeiras posições do ranking. O Brasil está em 30º lugar, atrás da Argentina (24º) e do Uruguai (13º), quando se analisa o retorno de tributos em qualidade de vida para a sociedade.

Para medir esse retorno, o instituto criou em 2009 o Irbes (Índice de Retorno de Bem-Estar à Sociedade). No Brasil, ele é de 135,34 pontos; nos EUA, 165,78.

O indicador de retorno é resultado da soma de dois outros parâmetros usados pelo IBPT: a carga tributária em relação ao PIB (soma das riquezas de um país), com ponderação de 15% na composição do índice, e o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), calculado com base em dados sobre educação, renda e saúde e que serve para medir o grau de desenvolvimento econômico. Esse indicador tem peso de 85% na composição do Irbes.

Para a carga tributária, o estudo considera as informações da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico). Os dados de IDH usados são da ONU (Organização das Nações Unidas). Ambos são de 2012, último dado disponível.

No Brasil, a carga fiscal em 2012 foi de 36,27%, segundo mostra o levantamento do instituto, que atua no setor.
FISCO

A Receita Federal informou que não comentaria o assunto. Para o Fisco, a carga tributária do Brasil em 2012 foi de 35,85%. O resultado de 2013 ainda não foi divulgado.

Os percentuais do IBPT e da Receita são diferentes porque o instituto considera no cálculo os valores pagos com multas, juros e correção, contribuições e custas judiciais.

Para o presidente do IBPT, João Eloi Olenike, o estudo reforça e mostra a necessidade de cobrar dos governos de todas as esferas -federal, estadual e municipal- a melhor aplicação dos recursos pagos pelos contribuintes.


“Os brasileiros foram às ruas recentemente em protestos em que as faixas também mostravam a insatisfação com a elevada carga tributária e o pouco retorno em qualidade de vida”, diz.

 Nenhum comentário

CPI da Petrobras: Parlamentares mais caro do mundo preparam uma nova PIZZA para nação.


Vladimir Chaves

Apesar de figurarmos vergonhosamente como o país que tem os parlamentares mais caro do mundo, onde segundo estudos da ONG Transparência Brasil, o custo anual de cada parlamentar brasileiro custa em média R$ 10,2 milhões ano, ou R$ 11.545.00 o minuto “trabalhado”, pouco ou quase nada a nação tem recebido em contrapartida, daqueles que teoricamente deveriam ser seus representantes.

A grande maioria dedica-se apenas em “legislar” em causas próprias, um exemplo claro da falta de compromisso com a nação está sendo a tentativa de manipulação da CPI da Petrobras, com o claro objetivo de inviabilizar as investigações dos escândalos bilionários denunciados pela imprensa nacional envolvendo a Petrobras, e a própria presidente Dilma Rousseff.


quinta-feira, 3 de abril de 2014

 Nenhum comentário

Conselho anuncia entrega de apartamentos e define critérios para novo residencial


Vladimir Chaves

Marcio Caniello - Presidente do Conselho
O Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (CGFMHIS/CG), em reunião realizada no auditório do Instituto de Previdência do Servidor Municipal (Ipsem), tomou decisões importantes relativas ao setor habitacional de Campina Grande.

Os conselheiros discutiram todo o processo de inscrição e entrega dos apartamentos do Residencial Major Veneziano I, II, III e IV. Ficou decidido que os contratos relativos aos apartamentos do Major Veneziano IV serão assinados no próximo dia 09. Já as chaves serão entregues no dia 11 de abril.

Os conselheiros também definiram os critérios municipais para o Residencial Vila Nova da Rainha, no bairro de Bodocongó, que disponibilizará quase 600 apartamentos através do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal.

Quem for funcionário efetivo da prefeitura, estiver inscrito no aluguel social ou for trabalhador ou trabalhadora do polo calçadista de Bodocongó estará dentro dos critérios estabelecidos pelos conselheiros. A esses critérios somam-se os estabelecidos em âmbito federal, a exemplo da renda de até R$ 1600 e do enquadramento de mulheres chefes de família.

O conselho também fechou o calendário de reuniões para o ano de 2014, sendo que os encontros acontecerão a cada dois meses.

O presidente do conselho e secretário de Planejamento da Prefeitura de Campina Grande, Márcio Caniello, destacou a produtividade da reunião. “Tivemos discussões salutares e aprovamos medidas importantes para avançar no processo de desenvolvimento habitacional de Campina Grande. Os conselheiros merecem reconhecimento pelo trabalho”, salientou Caniello.

Criado pela Lei 4.787, de 02 de setembro de 2009, e efetivado somente na gestão do prefeito Romero Rodrigues, o Conselho Gestor do Fundo Nacional de Habitação e Interesse Social conta com 26 membros titulares e seus respectivos suplentes.


O Conselho tem como objetivos: viabilizar para a população de menor renda o acesso à terra urbanizada e à habitação digna e sustentável; implementar políticas de investimentos e subsídios, promovendo e viabilizando o acesso à habitação voltada à população de menor renda; articular, compatibilizar, acompanhar e apoiar a atuação das instituições e órgãos que desempenham funções no setor de habitação; e tornar mais transparentes os processos relacionados à área de moradia.

 Nenhum comentário

PT/PB “surfando” na mídia valendo-se de factoides, picuinhas.


Vladimir Chaves

Tem passado despercebido por muitos a estratégia adotada pelo Partido dos Trabalhadores da Paraíba, de ocupar espaço na mídia estadual valendo-se de factoides e picuinhas.

Sem projeto de governo e de partido, sem lideranças com visibilidade estadual e com a base fragilizada devido às divisões internas, os caciques da legenda têm abusado da tática dos factoides e picuinhas para manterem-se na “crista da onda midiática”.

Nos últimos seis meses o PT ocupou generosos espaços nos meios de comunicação, pautado pelas eleições internas da legenda, tendo como mote principal o protagonismo petista nas eleições de 2014.

A exceção do grupo comandado pelo deputado Luís Couto, (derrotado nas eleições internas) os demais grupos defendiam a “ferro e fogo” candidatura própria ao governo do estado. Passado o processo de eleição interna, saturado o tema “protagonismo petista” o discurso agora é de apoio ao candidato do PMDB.

Nesse mesmo período a estratégia de “caça as bruxas” aos petistas que se opunham a tese de candidatura própria, também rendeu alguns minutos de mídia. Como a picuinha da possível expulsão do deputado Luís Couto, (único petista que comprovadamente tem votos no estado), rendia pauta nos meios de comunicação, foi explorada a exaustão. No final usaram três filiados como “bode expiatório” para si justificarem diante da imprensa.

Outro factoide que rendeu “minutos de fama” foi o fictício “Blocão”, que prometia ser a terceira via nas eleições de 2014.

Agora o PT da Paraíba, tenta “abiscoitar” alguns minutos de fama fazendo o enfrentamento jurídico com o governador Ricardo Coutinho (PSB), dando o ponta pé inicial para judicialização do processo eleitoral de 2014. 

Para tanto, setores do PT encarregaram-se de difundir nos meios de comunicação que ingressaram com uma representação eleitoral por propaganda antecipada contra o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o vice, Rômulo Gouveia (PSD).

Agora uma pergunta que não quer calar: O que o PT da Paraíba tem a apresentar aos paraibanos nas áreas de saúde, educação, segurança pública, mobilidade urbana, agricultura, habitação, geração de emprego e renda, preservação do meio ambiente, saneamento...?

Como diz o ditado: “Quem não tem cachorro caça com gato”, nesse caso quando não si tem projeto de governo, aparece na mídia com factoides, picuinhas.


Vladimir Chaves.

 Nenhum comentário

Argentina: Polícia Federal abre mais um inquérito para apurar irregularidades na Petrobras.


Vladimir Chaves

A Polícia Federal decidiu abrir o terceiro inquérito sobre a Petrobras, dessa vez para investigar a venda de uma refinaria na Argentina, colocando sob suspeita mais um negócio da estatal. A polícia vai apurar se houve o crime de evasão de divisas na venda da refinaria de San Lorenzo para o grupo argentino Oil Combustibles S.A., do megaempresário Cristóbal Lopez, amigo da presidente Cristina Kirchner.

Neste ano, a PF já abriu inquéritos para investigar outros dois negócios da estatal fora do país. Um deles é a compra de uma refinaria em Pasadena (EUA), que pode ter provocado prejuízo milionário à Petrobras. O outro apura suspeita de pagamento de propina por uma fornecedora holandesa da estatal.

A Petrobras está no centro de uma crise política desde o mês passado, quando a presidente Dilma Rousseff admitiu ter autorizado a compra de Pasadena, em 2006, com base num documento "tecnicamente falho", o que levou o Congresso a discutir a abertura de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar o caso.

PREJUÍZO

Além da PF, o TCU (Tribunal de Contas da União) e o Ministério Público investigam a compra dessa refinaria. No caso da refinaria de San Lorenzo, além de apurar a suspeita de evasão de divisas, a PF pretende se debruçar sobre os termos da negociação, que também pode ter provocado prejuízo à estatal. O negócio todo, que incluiu a refinaria, os estoques, postos de gasolina e outros produtos, foi aprovado por um total de US$ 110 milhões, de acordo com nota da Petrobras de maio de 2010.

Segundo a Folha apurou, o grupo argentino estava disposto a pagar, em outubro de 2009, até US$ 50 milhões apenas pelos ativos da refinaria (sem levar em conta estoques e outros produtos), localizada na província de Santa Fé. Sete meses depois, a Petrobras anunciou ter vendido os ativos da San Lorenzo por US$ 36 milhões, valor 28% menor que o teto estabelecido internamente pelos argentinos. Procurada, a estatal não quis comentar o caso.

Os investigadores também pretendem refazer o caminho do dinheiro pago à Petrobras, identificando quem são os representantes da estatal e do grupo argentino, bem como os intermediários que participaram da negociação. O ponto de partida da PF deve ser o contrato firmado entre um intermediário do grupo argentino e um escritório de advocacia brasileiro, representado pelo baiano Sérgio Tourinho Dantas. A participação do escritório brasileiro na primeira fase do negócio com a Petrobras foi revelada pela revista "Época" no ano passado.

REPASSES

A missão do advogado era convencer a estatal a fechar o negócio pelo menor preço. Pelo contrato, se a Petrobras topasse vender os ativos por até US$ 45 milhões, o escritório receberia US$ 10 milhões como "taxa de sucesso". Se chegasse a US$ 50 milhões, o prêmio seria de US$ 8 milhões.

A assessoria do escritório brasileiro informou à reportagem que o contrato com os argentinos foi rescindido meses antes da venda da refinaria, quando o cliente informou que parte do dinheiro pago pelo serviço prestado teria que ser repassado também a "terceiros". Não informou, contudo, quem receberia esses valores. A Folha não conseguiu falar com Sérgio Tourinho sobre o contrato.


(Folha de São Paulo)

 Nenhum comentário

Secretária municipal de cultura informa que acervo do DB permanecerá em Campina Grande.


Vladimir Chaves

A Secretária de Cultura da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Marlene Alves Sousa, informou que o acervo do Diário da Borborema permanecerá em Campina Grande, e que ficará à disposição do público, a garantia foi dada a secretária pela representante dos Diários Associados. O acervo reúne mais de 17 mil exemplares, escritos em 54 anos de história.

“Após dois anos de luta para que o acervo do Diário da Borborema ficasse em Campina Grande, recebemos a noticia de que o acervo ficará em Campina, estamos felizes. Lutamos muito para que esse precioso acervo não saísse daqui, o DB faz parte da história da Paraíba e especialmente de Campina Grande” comemorou.


O Diário da Borborema foi fundado em 02 de outubro de 1957, tendo fechado suas portas no dia 1º de fevereiro de 2012. 

quarta-feira, 2 de abril de 2014

 Nenhum comentário

Eleições 2014: Veneziano revela que procurou Wilson Santiago e Aguinaldo Ribeiro, mas não obteve sucesso.


Vladimir Chaves

O pré-candidato a governador pelo Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), disse durante entrevista ao “Programa Correio Debate” que tentou conversar com o ex-senador e presidente estadual do PTB, Wilson Santiago, mas que não logrou êxito e que sequer o presidente do PTB retornou as mensagens deixadas por ele.

“Eu deixei recados lá no gabinete do deputado Wilson Filho, basta que o mesmo possa retornar as minhas ligações” disse o Veneziano, ao ser indagado se tinha interesse em ter o PTB como aliado.

Pelo que o candidato deixou transparecer o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), também não demonstrou interesses em abrir um dialogo com o PMDB. “Deixei recado também para o deputado Aguinaldo Ribeiro, que também não me respondeu”.

Adiantando, no entanto que aos possíveis aliados restam apenas as vagas de vice e senador, revelando inclusive sua preferencia pelo PSC.

“A chapa é pra três nomes, se o nome do PMDB está posto na condição de pré-candidato duas ficam para que nós discutamos com o PT, com o PR, com o PTB se desejar, com o PSC com quem eu tenho um carinho especial” disse. 

 Nenhum comentário

Petrobras: Parlamentares protocolam pedido de CPI com assinaturas de 30 senadores e 231 deputados.


Vladimir Chaves

Parlamentares protocolaram na tarde desta quarta-feira (2) o pedido de criação de uma CPI mista para investigar suspeita de irregularidades na Petrobras. Trinta senadores e 231 deputados assinaram o requerimento entregue na secretária-geral da mesa do Senado. O mínimo de apoio necessário era de 27 senadores e 171 deputados.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) informou que vai apresentar uma questão de ordem ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), solicitando a marcação de uma sessão extraordinária do Congresso para a leitura do requerimento.

A oposição pretende apurar principalmente a suspeita de superfaturamento na compra da refinaria de Pasadena (EUA), adquirida pela Petrobras em 2006. A Polícia Federal (PF), o Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministério Público já investigam a transação, que custou US$ 1,3 bilhão.

A CPMI deve ser composta por 13 senadores e 13 deputados titulares, mais suplentes. A apuração deve durar 180 dias. O pedido deverá ser lido na próxima sessão do Congresso, marcada para o dia 15.

Além da aquisição da unidade de Pasadena, os parlamentares veem indícios de pagamento de propina a funcionários da estatal pela companhia holandesa SBM Offshore para obtenção de contratos junto à Petrobras e de superfaturamento na construção de refinarias. Consideram também denúncias de que plataformas estariam sendo lançadas ao mar faltando uma série de componentes primordiais à segurança do equipamento e dos trabalhadores.

Manobra


Ontem, em manobra articulada pelo Planalto, PT e PMDB montaram uma operação para tentar inviabilizar a CPI da Petrobras, cujo pedido foi assinado apenas por senadores. A senadora Glesi Hoffmann (PT-SP) questionou a legalidade da comissão. Posteriormente, o senador Humberto Costa (PT-PE) apresentou um outro pedido de CPI, englobando as investigações solicitadas pela oposição, como a compra da refinaria de Pasadena, e temas que atingem o PSDB, de Aécio Neves, e o PSB, do governador Eduardo Campos (PE), adversários da presidenta Dilma Rousseff na campanha presidencial deste ano.

 Nenhum comentário

Anistia Internacional cobra respeito aos direitos humanos na Venezuela


Vladimir Chaves

A Anistia Internacional emitiu um alerta para o que chamou de "uma espiral de violência" na Venezuela, onde quase dois meses de protestos deixaram 39 mortos, e pediu ao governo de Nicolás Maduro e à oposição que respeitem os direitos humanos.

"Ou os direitos humanos são colocados no topo da agenda política na Venezuela, ou a Venezuela corre o risco de entrar em uma espiral de violência", afirmou Esteban Beltrán, diretor da unidade espanhola da AI.
Se a tendência não for revertida, o país enfrentará um "maior número de abusos e violações dos direitos humanos", como violência policial, perseguição a jornalistas ou detenções arbitrárias, afirma o relatório "Venezuela. Os direitos humanos em risco em meio aos protestos".

A organização está especialmente "preocupada com o uso de armas de fogo contra manifestantes", afirmou Nuria García, investigadora da Anistia Internacional.

O documento relata, entre outros, os casos da estudante Génesis Carmona, 21 anos, miss Turismo do estado de Carabobo, que morreu em 18 de fevereiro, supostamente baleada por um grupo armado pró-governo, e do guarda nacional Giovanny José Pantoja Hernández, atingido por tiros de pessoas não identificadas.

Segundo o governo da Venezuela, 39 pessoas morreram e mais de 560 foram feridas desde 4 de fevereiro.

A violência tem sido utilizada tanto pelas forças de segurança - que "até torturaram manifestantes" - como por "grupos pró-governo, manifestantes e indivíduos não identificados", segundo a Anistia Internacional.
García denunciou a existência de grupos armados pró-governo que "usam a violência para atacar manifestantes durante os protestos, muitas vezes diante da presença das forças de segurança, sem que estas atuem".

"Não documentamos grupos armados organizados pela oposição, e sim casos de abusos dos direitos humanos cometidos por manifestantes da oposição", explicou Beltrán.


García insistiu que todos os casos denunciados são "inaceitáveis" e devem ser investigados.

 Nenhum comentário

Orlandino Farias receberá Cidadania Campinense nos seus 80 anos de vida.


Vladimir Chaves

Está sendo cuidadosamente organizada uma  grande festa para o dia do aniversário dos 80 anos de idade do vereador Orlandino Pereira de Farias (PSC), um dos vereadores mais queridos e respeitado da Câmara Municipal de Campina Grande.

Eleito com 1.941 votos no último pleito municipal  o “galeguinho dos olhos azuis”, como é carinhosamente tratado por alguns colegas  já está no seu setimo mandato consecutivo.  Ele é natural de Soledade-PB e nasceu  em (06/05/1934).

No dia do seu aniversário de 80 anos de idade, Orlandino será homenageado com o titulo de Cidadania Campinense, que tem como autor o vereador Sargento Régis. Com toda certeza Orlandino será abraçado por uma intensa quantidade de amigos. Ele foi eleito essa semana o 1º Vice-presidente da Câmara Municipal de Campina Grande para o biênio 2015/2016 e dividirá o comando da “Casa de Félix Araújo” com o experiente vereador Antonio Alves Pimentel Filho, eleito presidente do Poder Legislativo, sucedendo Nelson Gomes Filho.



Fonte: Blog Onias Xavier

 Nenhum comentário

Câmara Municipal de João Pessoa vai gastar R$123.467,00 com combustível.


Vladimir Chaves

A Câmara Municipal de João Pessoa realizou Pregão Presencial no mês de março para contratação de empresa especializada no ramo de combustível (gasolina, álcool e óleo diesel) destinado ao abastecimento dos automóveis daquela Casa Legislativa.

De acordo com a planilha de estimativa, o contrato prever a aquisição de 3.000 litros de álcool, 40.000 litros de gasolina, 3.000 litros de Óleo Diesel e 3.000 litros de Óleo Diesel S10. O valor do contrato homologado foi de R$ 123. 467,00. A vigência do contrato é de 21 de março (data da assinatura) a 31 de dezembro de 2014 é de R$ 123. 467,00.


No sistema Sagres online do Tribunal de Contas, não existem informações sobre a frota de automóveis da Câmara Municipal de João Pessoa. 


terça-feira, 1 de abril de 2014

 Nenhum comentário

João Pessoa: Pesquisa aponta liderança de José Maranhão ao Senado Federal


Vladimir Chaves

Pesquisa realizada pelo Instituto Consult, encomendada pelo site de noticias MaisPb, para avaliar a preferencia do eleitorado paraibano nas eleições de 2014, apontou a liderança do ex-governador e presidente estadual do PMDB, José Maranhão, no maior colégio eleitoral do estado (João Pessoa) na disputa ao Senado.

Confira o resultado da seguinte pergunta: "Se a eleição fosse hoje, em qual desses nomes citados o Sr. poderia vir a dar o seu voto para o Senador da Paraíba?”

José Maranhão     – 18.4%
Cicero Lucena      – 16.7%
Lucelio Cartaxo    – 9.8%
Rômulo Gouveia   – 9.2%
Wilson Santiago   – 5.2%
Aguinaldo Ribeiro  – 2.3%
Wellington Roberto – 1.4%


A pesquisa do Instituto Consult foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 00055/2014 e no Tribunal Regional Eleitoral com o número 00002/2014, no dia 22 de março deste ano. Foram ouvidos dois mil eleitores em 67 municípios nas sete regiões do Estado. A coleta de dados ocorreu no período de 14 a 16 deste mês. 

 Nenhum comentário

Campina Grande: Pesquisa aponta liderança de Rômulo Gouveia ao Senado


Vladimir Chaves

Pesquisa realizada pelo Instituto Consult, encomendada pelo site de noticias MaisPb, para avaliar a preferencia do eleitorado da Paraíba nas eleições de 2014, apontou a liderança do vice-governador e presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, no segundo maior colégio eleitoral do estado (Campina Grande) na disputa ao Senado.

Confira o resultado da seguinte pergunta: "Se a eleição fosse hoje, em qual desses nomes citados o Sr. poderia vir a dar o seu voto para Senador da Paraíba?”

Rômulo Gouveia   – 33%
José Maranhão     – 10%
Cicero Lucena      – 8.0%
Aguinaldo Ribeiro   – 5%
Wellington Roberto– 2.5%
Lucélio Cartaxo       – 2%
Wilson Santiago   – 1.5%

A pesquisa do Instituto Consult foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 00055/2014 e no Tribunal Regional Eleitoral com o número 00002/2014, no dia 22 de março deste ano. Foram ouvidos dois mil eleitores em 67 municípios nas sete regiões do Estado. A coleta de dados ocorreu no período de 14 a 16 deste mês.

 Nenhum comentário

Para impedir investigações na Petrobras PT negocia apoio a candidatos do PMDB.


Vladimir Chaves

Apesar de afirmarem que não temem uma CPI na Petrobras, nos bastidores os caciques governistas tentam a todo custo impedir a instalação da CPI. A temeridade de que fatos indesejáveis possam vir a público é tamanha que o PT terminou cedendo aos caprichos do PMDB, passando a negociar o apoio do partido a candidatos do PMDB em vários estados.

Para garantir o apoio majoritário do PMDB contra a CPI da Petrobras e a “blindagem” a presidente Dilma, o PT nacional está sacrificando-se retirando candidaturas já postas e apoios a outras legendas, para oferecer numa “bandeja” seu tempo de guia em Estados como o Maranhão, Paraíba, Ceará e Goiás.

Veja o que publicou o Jornal O Estado de São Paulo, na edição do dia 30 de março.

“Na Paraíba, a ordem é levar o PT para o PMDB do senador Vital do Rêgo. Escolhido em setembro ministro da Integração pelos senadores peemedebistas, Vital não chegou a ser convidado por Dilma para a função. No auge da crise com o PMDB, há um mês, ela ofereceu a ele o Ministério do Turismo. O senador não aceitou. Na coleta de assinaturas para a criação da CPI da Petrobrás, ele disse que não daria seu apoio por pertencer à base do governo. Dilma decidiu que o PT deverá apoiar o candidato Veneziano do Rêgo ao governo. Ele é irmão de Vital.”

Senadores favoráveis ao esclarecimento dos escândalos envolvendo a Petrobras e que assinaram o pedido de CPI da Petrobrás:

OPOSIÇÃO
Aécio Neves (PSDB-MG), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Ruben Figueiró (PSDB-MS), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), Jayme Campos (DEM-MT), Álvaro Dias (PSDB-PR), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Mário Couto (PSDB-PA), Agripino Maia (DEM-RN),  Cyro Miranda (PSDB-GO), Cícero Lucena (PSDB-PB), Lúcia Vania (PSDB-GO), Aloysio Nunes (PSDB-SP), Paulo Bauer (PSDB-SC), Maria do Carmo Alves (DEM-SE),  Vicentinho Alves (SDD-TO), João Capiberibe (PSB-AP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Lídice da Mata (PSB-BA), Wilder Morais (DEM-GO)

INDEPENDENTES
Pedro Simon (PMDB-RS), Ana Amélia (PP-RS), Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Pedro Taques (PDT-MT), Cristovam Buarque (PDT-DF)

BASE
Sérgio Petecão (PSD-AC), Eduardo Amorim (PSC-SE), Clésio Andrade (PMDB-MG)

Senadores contrários ao esclarecimento dos escândalos envolvendo a Petrobras que não assinaram a CPI da Petrobras:

Acir Gurgacz (PDT-RO), Alfredo Nascimento (PR-AM), Ana Rita (PT-ES), Angela Portela (PT-RR), Anibal Diniz (PT-AC), Antonio Carlos Rodrigues (PR-SP), Armando Monteiro (PTB-PE), Ataídes Oliveira (PROS-TO), Benedito de Lira (PP-AL), Casildo Maldaner (PMDB-SC), Cidinho Santos (PR-MT), Ciro Nogueira (PP-PI), Delcídio do Amaral (PT-MS), Eduardo Braga (PMDB-AM), Eduardo Suplicy (PT-SP), Epitácio Cafeteira (PTB-MA), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Fernando Collor (PTB-AL), Francisco Dornelles (PP-RJ), Gim (PTB-DF), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Humberto Costa (PT-PE), Inácio Arruda (PCdoB-CE), Ivo Cassol (PP-RO), Ivonete Dantas (PMDB-RN), Jader Barbalho (PMDB-PA), João Alberto Souza (PMDB-MA), João Durval (PDT-BA), João Vicente Claudino (PTB-PI), Jorge Viana (PT-AC), José Pimentel (PT-CE), José Sarney (PMDB-AP), Kátia Abreu (PMDB-TO), Lindbergh Farias (PT-RJ), Lobão Filho (PMDB-MA), Luiz Henrique (PMDB-SC), Magno Malta (PR-ES), Marcelo Crivella (PRB-RJ), Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), Paulo Davim (PV-RN), Paulo Paim (PT-RS), Renan Calheiros (PMDB-AL), Ricardo Ferraço (PMDB-ES), Roberto Requião (PMDB-PR), Romero Jucá (PMDB-RR), Valdir Raupp (PMDB-RO), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Vital do Rêgo (PMDB-PB), Waldemir Moka (PMDB-MS), Walter Pinheiro (PT-BA), Wellington Dias (PT-PI), Zeze Perrella (PDT-MG).

 Nenhum comentário

Pesquisa do Instituto 6 Sigma: Cássio 43,5%, Ricardo 22,5%, Veneziano 14,3%.


Vladimir Chaves

O Instituto 6 Sigma Pesquisa e Consultoria Estatística divulgou na noite desta segunda-feira (31) pesquisa eleitoral para governador na Paraíba. A pesquisa foi encomendada pela TV Iatararé de Campina Grande (Fundação Pedro Américo).


Na pesquisa estimulada para governador, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) tem 43,5%, seguido do governador Ricardo Coutinho (PSB) 22,5%, em seguida vem o candidato do PMDB, Veneziano Vital, com 14,3%. Outros candidatos, 4,4%; branco/nulo, 3,1%; não sabe 5,9%; não informou 0,6%; e nenhum destes candidatos 5,7%.

A pesquisa foi registrada sob o número PB-00003/2014 no TER - BR-00056/2014

segunda-feira, 31 de março de 2014

 Nenhum comentário

Carlos Dunga diz que presidente do PT não conhece a Paraíba e não entende de política


Vladimir Chaves

Presidente do PT
O deputado estadual Carlos Dunga rebateu as declarações do presidente estadual do PT, Charliton Machado (foto), que teria tratado como estelionato eleitoral a postulação do senador Cássio Cunha Lima ao governo do Estado nas eleições deste ano. Questionado sobre as críticas do dirigente petista, Carlos Dunga disse que tais declarações são vazias e não merecem sequer resposta, pois “esse rapaz não conhece o Estado e nem sabe o que é política”.

De acordo com Dunga, o presidente do PT no Estado deveria, ao invés de estar falando bobagens à imprensa, acionar o seu partido para que o verdadeiro estelionato não seja colocado para o produtor rural e as vítimas da seca. O deputado questionou a forma como o homem do campo vem sendo tratado pelo governo petista, sobretudo no que se refere ao combate à estiagem no Nordeste, principalmente na Paraíba. “Estão deixando de enviar milho para atender a pecuária, bem como os recursos necessários para os que estão sofrendo com a seca no interior do Estado”, destacou.

Dunga disse que ele poderia usar o seu prestígio para pressionar o Governo Federal a resolver definitivamente essa questão que atinge milhares de pequenos produtores rurais do semiárido, ao invés de ficar fazendo proselitismo político, pois o fato é que ao cabo da maior seca vivida nos últimos 50 anos, a omissão foi marca do Governo Federal com toda a nossa região.

Ele disse que até hoje o agricultor espera pela transposição do São Francisco, obra que se concluída, estaria atendendo a milhares de paraibanos de várias regiões do Estado, a exemplo do Cariri, Curimataú e Brejo, que teriam a garantia do que comer em suas mesas. “Isso sim que é um verdadeiro estelionato eleitoral”, afirmou.

O deputado lembrou os prejuízos acumulados pelos pequenos produtores rurais paraibanos, que tiveram seus rebanhos literalmente dizimados com a seca. Ele criticou o governo federal por não promover a indenização desses produtores, como fez com os agricultores do Sul do país, ressarcindo até motocicletas. “É incrível essa inversão de valores, esse abandono que passa o nosso agricultor”, afirmou.

Carlos Dunga disse, no entanto, que o senador Cássio Cunha Lima desenvolveu um trabalho importante quando governador e destacou que até hoje suas obras são lembradas pelos paraibanos. “O senador Cássio deixou muitas obras no Estado, governou para os que mais precisam e é por isso que até hoje seu trabalho é lembrado pelos paraibanos”, ressaltou. Para Carlos Dunga, as declarações do petista refletem o desespero em face da força de Cássio junto ao eleitorado paraibano.

 Nenhum comentário

PPS de João Pessoa, do “rugido” ao “miau”.


Vladimir Chaves

O “rugido” do PPS de João Pessoa, devido à demissão do ex-secretário municipal de infraestrutura Ronaldo Guerra, literalmente transformou-se num “miado”. Um dia após a demissão do secretário, o presidente da legenda, vereador Bruno Farias, reuniu a executiva municipal e em alto e bom tom declarou nos meios de comunicação que o partido tinha dignidade e que exigia do prefeito Luciano Cartaxo, reciprocidade de tratamento e que a partir daquele momento o partido atuaria com independência politica colocando inclusive os cargos ocupados por filiados do PPS à disposição do prefeito.

No entanto, no instante em que anunciava a posição da legenda em uma das emissoras de rádio da capital, na mesma emissora o prefeito Luciano Cartaxo, desdenhava do “rugido” do PPS, anunciando inclusive que não conversaria mais com a direção do PPS, e que o dialogo seria apenas com os vereadores da legenda.

Passado pouco mais de uma semana, o tom do presidente municipal do PPS, já não é mais o mesmo, ameno e usando termos como; “meia culpa”, “estender a mão”, “renovação de compromissos de campanha”, “sentar e decidir de forma consensual”, “ato de distinção”...  

“Houve a garantia que nos próximos dias haverá uma reforma no secretariado e que o PPS recuperará seus espaços na gestão” disse.

Agora o presidente fala apenas em recuperar o espaço perdido na gestão petista. Diante de tanta “harmonia” já não si faz necessário à defesa feroz da dignidade do partido, sendo assim o “rugido” desafinou. 

 Nenhum comentário