De janeiro a agosto de 2017 os partidos políticos já embolsaram mais R$408 milhões dos pagadores impostos.


Vladimir Chaves

Em meio à tentativa de se criar um “fundão eleitoral” de R$3,6 bilhões para bancar as campanhas políticas, o fundo partidário (criado em 1994) já distribuiu este ano R$408 milhões, de janeiro a agosto, aos 35 partidos. Esse valor, pago até agora, supera em R$100 milhões tudo o que foi pago em 2014, ano da reeleição de Dilma (PT) e eleição dos parlamentares que, em 2015, decidiram triplicar o tamanho do fundo.

Os parlamentares tomaram posse em fevereiro de 2015, em março já haviam aprovado o aumento do fundo para R$819 milhões por ano.

Até 2014, o fundo garantia R$300 milhões aos partidos. Em 1995, passou a R$2,3 milhões (R$10,9 milhões, atualizando pelo IPCA).

Em janeiro de 2016, apesar da crise nas contas públicas e já alvo do impeachment, Dilma sancionou aumento do fundo para R$819 milhões.

A crise limitou o fundo de 2017 a R$584,3 milhões. Mesmo assim, o valor é 25.322% maior que o de 1995, primeiro ano do Plano Real.


A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Eleições 2018 põe de molho a politicagem que tem trucidado a UEPB.


Vladimir Chaves

Depois de três anos impondo irreparáveis prejuízos a Universidade Estadual da Paraíba, em especial aos estudantes, finalmente sindicalistas, reitoria e governo do estado chegam a um acordo que deve evitar mais uma greve em 2018, não por coincidência um ano eleitoral.

Durante reunião informal marcada por poses para selfs, risos e apertos de mão, realizada na área de embarque do Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande os responsáveis pela soma de mais de 12 meses de paralisação da universidade, nos últimos três anos, descobriram a “formula mágica” que evitará mais uma greve.

A facilidade com que chegaram ao entendimento leva a crer que os ingredientes da “formula mágica” são; a temeridade de prejuízos eleitorais e os interesses politico partidários dos envolvidos na politicagem que trucidou a UEPB nos últimos anos.


Segundo os sindicalistas o governador Ricardo Coutinho (PSB), comprometeu-se em dá cumprimento a Lei de Autonomia da UEPB, assegurando os valores do duodécimo de acordo com o orçamento construído e aprovado pelo Consuni, no valor de R$ 410 milhões, reposição de 23,61%, descongelamento do PCCR, concurso público para docentes e contratação imediata dos concursados entre outros pontos. 

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

General dá ultimato, ou tiram ladrões que infestam as instituições ou o Exercito fará.


Vladimir Chaves

Durante palestra realizada na Loja Maçônica Grande Oriente, em Brasília, o general do Exército da ativa Antônio Hamilton Martins Mourão, respondendo a uma pergunta sobre a possibilidade de uma intervenção militar diante da crise que o país vive, não titubeou e deu um ultimato; “Ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso” declarou. 

Confira o vídeo

terça-feira, 19 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Com medo de enfrentar o julgamento das urnas, PT ameaça bagunçar as eleições de 2018.


Vladimir Chaves

Sabedores do fiasco eleitoral que terão pela frente, lideranças do Partido dos Trabalhadores analisam a possibilidade de adotar a estratégia cínica do vitimismo politico. A ideia é tentar deslegitimar o processo eleitoral de 2018 com a proposta de boicote as eleições caso o ex-presidente Lula seja considerado inelegível devido à condenação que pesa contra ele e os inúmeros processos que responde.


Com essa estratégia evitariam passar vergonha nas eleições de 2018 e de quebra ainda avocar para o PT os milhões de votos nulos e as abstenções que deverão ser majoritária devido à descrença na classe política hoje infestada de bandidos. 

 Nenhum comentário

Estatuto do Desarmamento: CMCG realiza Audiência Publica com a presença do deputado Eduardo Bolsonaro.


Vladimir Chaves

A discussão sobre as restrições da compra e porte de armas voltou à tona no Brasil e muito em breve a Câmara dos Deputados Federais estará votando mudanças no Estatuto do Desarmamento. Atento ao debate que interessa toda a sociedade brasileira o vereador Bruno Faustino (PSB), apresentou propositura para realização de uma Audiência Pública no Plenário da Câmara Municipal de Campina Grande.

De acordo com o vereador Bruno Faustino, a audiência tem por objetivo, debater com a comunidade campinense a possibilidade da revogação do Estatuto do Desarmamento. “Com o cidadão desarmado, e diante da impotência numérica e estrutural do Estado, os bandidos cometem as mais terríveis atrocidades contra a sociedade, através do latrocínio, mortes por lesão corporal, estupro, roubo a banco, carro forte, caixas eletrônicos, trafico de drogas, além da invasão a residências e furto de carros e motos” justificou o vereador.

Segundo o vereador Bruno Faustino, já confirmaram presença, para debater, o Deputado e Policial Federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), o Advogado e Professor Universitário e Especialista em Ciências Criminais pela Universidade Federal de Pernambuco, Aécio de Souza Melo Filho, além do especialista em segurança pública e privada, Julian Lemos, e do Delegado de Policia Civil da Paraíba Wallber Virgolino, que é especialista em segurança pública, em ciências criminais, gestão pública e prisional e em inteligência policial, ex-secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte (Sejuc), e atualmente exerce a titularidade como Delegado em João Pessoa/PB.

“Estamos cansados de viver como cordeiros, esperando a hora do abate, pois, além da perda material, o cidadão brasileiro não aguanta mais sepultar, pais, mães, filhos, parentes ou amigos, por causa de latrocínio para subtração de um relógio ou celular, sem falar nas invasões de domicilio, onde o cidadão e sua família são subjugados e massacrados, pois o bandido sabe, que naquela residência, não haverá qualquer reação, pois, o Estado brasileiro proíbe o cidadão de portar uma arma, e assim defender sua família” Lamentou Bruno Faustino.


A Audiência Publica acontecerá nesta terça-feira (19), às 10 horas, no Plenário da Câmara Municipal de Campina Grande.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

“Indústria da multa”: Câmara de Campina Grande cobra explicações a STTP


Vladimir Chaves

A “enxurrada” de multas no trânsito de Campina Grande, no primeiro semestre de 2017, feitas pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), obrigou o vereador Galego do Leite a apresentar requerimento na Câmara Municipal solicitando esclarecimentos da Superintendência.

Segundo o parlamentar, nos primeiros seis meses do ano já foram arrecadados com multas o mesmo montante de todo ano de 2016. A suspeita é que tenha sido instalada em Campina Grande uma verdadeira “indústria da multa”.


O requerimento do vereador, aprovado por unanimidade, solicita do Superintendente da STTP, Felix Neto, informações sobre o número de multas feitas no primeiro semestre de 2017 e a descriminação das ocorrências que geraram as multas, bem como a proporção em que se deu o registro das multas feitas por agentes de transito, câmara de monitoramentos e outros.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Onde está a LOA? Vereador afirma que prefeito de Campina Grande afronta a Constituição Federal.


Vladimir Chaves

Na manhã desta quinta-feira (14) o vereador Olímpio Oliveira (PMDB) fez uma denuncia gravíssima. De acordo com o parlamentar a gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), até a presente data (14/09/2017), não encaminhou ao Poder Legislativo a peça orçamentária anual, o que segundo ele, constituísse numa afronta a Constituição Federal.

O prazo para encaminhamento e aprovação da Lei Orçamentaria Anual (LOA) encerrou-se no último dia 31 de agosto, a LOA é anual, mas deve ser elaborada até quatro meses antes do encerramento do exercício. 

Da mesma forma o Plano Plurianual (PPA) que deve ser elaborado no 1º ano de mandato, até 4 meses antes do encerramento do exercício.

“A peça orçamentária anual é o que existe de mais importante para o poder legislativo, é o momento em que o poder legislativo interage com o Executivo e a sociedade para estabelecer as prioridades do ano subsequente, no entanto, nós ainda estamos esperando a chegada do projeto da lei orçamentária de 2018, numa afronta a Constituição Federal. Campina Grande é uma cidade diferente em tudo, a Constituição diz que a lei deve chegar até 31 de agosto, no entanto, em Campina ela chega um mês depois.” Desabafou Olimpio. 

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Aprovada em primeiro turno PEC de Cássio Cunha Lima, que transforma agente penitenciário em policial.


Vladimir Chaves

O Senado aprovou, em primeiro turno, a criação das polícias penais federal, estaduais e distrital. Com isso, os agentes penitenciários passam a ter os direitos inerentes à carreira policial. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 14/2016, de autoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), ainda terá que passar por três sessões de discussão antes da votação em segundo turno. Depois, se aprovada, seguirá para a Câmara dos Deputados.

A PEC acrescenta essas polícias ao rol dos órgãos do sistema de segurança pública, e determina como competência dessas novas instâncias a segurança dos estabelecimentos penais e a escolta de presos. Segundo o senador Cássio Cunha Lima, a proposta além de igualar os direitos de agentes penitenciários e policiais, é liberar as polícias civis e militares das atividades de guarda e escolta de presos.

A aprovação fará com que policiais que hoje fazem a custódia de presos passem a fazer o policiamento nas ruas, passem a proteger a população nas ruas.


Com informações da Agencia Senado.

 Nenhum comentário

“Parque do Povo”: Prefeitura anuncia desapropriação de terreno pertencente ao Bompreço.


Vladimir Chaves

Dando sequencia ao “projeto faraônico” de construir uma das maiores áreas de eventos festivos do país, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), anunciou a desapropriação de dois grandes terrenos pertencentes ao Bompreço S/A – Supermercados do Nordeste.

Os terrenos estão localizados no Bairro da Estação Velha, e juntos medem uma área 7.404 m². O projeto prever a ampliação do “Parque do Povo” que hoje é de 27 mil metros quadrados, para 65 mil e 500 metros quadrados, numa extensão que parte do “Parque do Povo” no centro da cidade até o Bairro da Estação Velha.


Apesar de já ter anunciado que as obras serão executadas num prazo máximo de oito meses, a prefeitura não divulgou a previsão de custos para o megaprojeto. 

terça-feira, 12 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

CVV: Entidade que atende mais de mil campinenses por mês lamenta descaso do prefeito.


Vladimir Chaves

Representantes do Centro de Valorização da Vida – CVV – realizaram ato público na Praça da Bandeira, na tentativa de chamar a atenção da população campinense para o descaso da Prefeitura Municipal de Campina Grande, para com a entidade responsável pelo atendimento mensal de mais de mil pessoas.

Para a diretora da entidade Ana Maria, o CVV realiza um importante trabalho na cidade, de apoio emocional e prevenção do suicídio, de forma voluntária e gratuita, a todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, seja por telefone, e-mail, chat e Skype, 24 horas, todos os dias. O CVV desenvolve outras atividades relacionadas a apoio emocional além do atendimento, com ações abertas à comunidade que estimulam o autoconhecimento e melhor convivência em grupo e consigo mesmo em todo o Brasil.

“Nós que já somos considerados um serviço de utilidade pública em todo o Brasil fomos prejudicados, tínhamos uma subvenção, que é o que nos ajudava a nos manter e foi cortada pelo prefeito Romero Rodrigues. Então, os voluntários estão tirando do próprio bolso para o CVV continuar aqui em Campina Grande”, disse Ana Maria, destacando que a entidade atende, mensalmente, mais de mil pessoas na cidade.


Veja o lamento da voluntária contra a perseguição da Prefeitura de Campina no link: 

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Santander investe quase R$ 1 milhão em exposição bizarra que faz apologia à pedofilia, zoofilia e ultraje a fé cristã.


Vladimir Chaves

Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.


Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 15 mil e a cada hora o número aumenta.

 Nenhum comentário

Temer recebeu R$ 20 milhões em propina de dono da Gol


Vladimir Chaves

Em novo trecho de sua delação premiada, o operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro acusou o presidente Michel Temer de receber propina de R$ 20 milhões de Henrique Constantino, um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas (Gol), em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro. Segundo o delator, a propina foi paga em horas de voo na campanha eleitoral de 2014.

Durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma, no ano passado, a Câmara aprovou medida provisória que permitia 100% do controle acionário de empresas aéreas brasileiras pelo capital externo. De acordo com o Globo, por se tratar de fato relacionado ao exercício do mandato, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá incluir as informações na nova denúncia que pretende apresentar contra Temer.

A versão original da medida provisória aumentava de 20% para 49% da participação do capital externo no controle acionário das companhias aéreas brasileiras. Em junho de 2016, a base governista eliminou todas as restrições ao capital externo, conforme defendiam as principais aéreas do país.

A mudança, porém, encontrou resistência no Senado, onde sofreu alterações. Temer, então, vetou a proposta e enviou novo texto ao Congresso que mantém a abertura de 100% do setor aéreo ao capital externo, mas introduziu condicionantes para atender também as empresas regionais brasileiras. O projeto está parado na Câmara.


As informações são do jornal O Globo.

domingo, 10 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Parque do Povo: Vereador lamenta falta de transparência na gestão do prefeito Romero Rodrigues.


Vladimir Chaves

Para o vereador Galego do Leite (Podemos), líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de Campina Grande, a falta de transparência na gestão municipal torna impossível avaliar as mudanças, propostas pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), para o “Maior São João do Mundo”.

De acordo com ele a gestão do prefeito Romero Rodrigues, tem negado os pedidos de informação feitos pelo Poder Legislativo a respeito do evento.

“É difícil analisar esse processo de mudanças se não temos informações, se a gestão municipal sequer atende aos requerimentos da Câmara Municipal”, disse. “E agora, mais uma vez, a gestão que se diz da inovação anuncia através de um evento para a imprensa e a sua bancada algo sobre uma festa tão importante, para mostrar uma maquete virtual sem discutir com o legislativo”, afirmou.


“Vamos continuar pautando este tema, como já fizemos e, infelizmente, a bancada de situação barrou a proposta de audiência para discutir as mudanças que foram executadas este ano. Nossa intenção é que toda a cidade possa entender com clareza o que há nessas mudanças, mas isso não tem sido possível, infelizmente, e o São João da cidade continua sendo um enigma”, complementou.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Prefeitura de Campina Grande incha a folha com prestadores de serviços e Sintab anuncia que vai a justiça.


Vladimir Chaves

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema – Sintab – anunciou que vai protocolar ação no Ministério Público contra a Prefeitura Municipal de Campina Grande. Segundo dirigentes da entidade, a ação visa obrigar a prefeitura a realizar concurso para todas as áreas. “O número de prestadores de serviço é muito grande, o que acaba prejudicando quem estudou e se preparou para fazer carreira no serviço público” denuncia o sindicalista.


De acordo com a última atualização no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, julho de 2017, a prefeitura tinha no seu quadro de servidores, 3.305 funcionários contratados por “excepcional interesse público” representando uma despesa mensal de R$ 4.137.424,41.

 Nenhum comentário

Saiba o que seria possível fazer com os R$ 51 milhões encontrados no “Bunker de Geddel”


Vladimir Chaves

Gedel é levado de camburão
O ex-ministro Geddel Vieira, aliado de Lula e Temer, foi preso pela PF na manhã de hoje (8). A Policia Federal cumpriu mandado de prisão no prédio em que vivia, em Salvador, e o levou para o aeroporto de onde será levado para o presídio da Papuda, em Brasília.

Na última terça-feira (5) a Polícia Federal apreendeu 51 milhões que estava em malas num apartamento em Salvador, que seria ligado a Geddel. A Polícia Federal contabilizou um total de R$ 42.643,500,00, além de US$ 2.688,000,00 americanos. Pela cotação corrente, o valor total apreendido foi de R$ 51.030.866,40.


Confira o que seria possível fazer com os 51 milhões:

Construção de 14 escolas com capacidade de 432 alunos por turno (uma escola: R$ 3.537.430,84)

Construção de 25 Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) de porte II (uma UPA: R$ 2.000.000,00)

Construção de 36 Unidades de Pronto Atendimento porte I (uma UPA: R$ 1.400.000,00)

Aquisição de 415 ambulâncias (cada uma custa R$ 122.750,00)

Construção de 127 Unidades Básicas de Saúde tipo II (uma UBS: R$ 400.000,00)

Construção de 27 creches. Uma creche custa R$ 1,9 milhão (só a estrutura) e atende 160 crianças.


Com o Contas Abertas 

 Nenhum comentário

CMCG “torrar” mensalmente mais de meio milhão com contratação de servidores por “excepcional interesse público”


Vladimir Chaves

A Câmara Municipal de Campina Grande iniciou o mês de setembro com 265 servidores contratados por “excepcional interesse público”, destes, 246 contratados para prestar apoio parlamentar, o que dá uma média de 11 auxiliares por gabinete parlamentar.

Em completo descompasso com a legislação que determina a contração de servidores públicos através de concurso a Câmara Municipal de Campina Grande, tem apenas 10 servidores efetivos que custam aos cofres públicos R$ 83.996,37, enquanto que o dispêndio com a contratação de servidores por “excepcional interesse público” ultrapassa meio milhão de reais, exatos R$ 674.408,18.

Os salários dos contratados para prestar apoio parlamentar vão de R$ 1.000,00 à R$ 5.000,00. Mensalmente saem dos cofres públicos mais de um milhão de reais, para pagamento dos servidores e vereadores, até julho a folha estava em R$ 1.272.911,90.


Confira a relação dos servidores e os respectivos salários no link abaixo.

 Nenhum comentário

Vereador defende que recursos da Zona Azul sejam geridos pela prefeitura.


Vladimir Chaves

Durante audiência pública na Câmara Municipal de Campina Grande, para tratar da destinação de cerca de 2 milhões arrecadados na Zona Azul da cidade, o vereador Lucas Ribeiro (PP), foi um dos poucos a questionar a destinação dos recursos públicos para apenas três entidades.

Ao contrário do que imagina o senso comum, o programa não é gerido pela prefeitura, mas por três entidades que arrecadam cerca de R$ 2 milhões por ano, repassando apenas 10% desse total à Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP).

Na oportunidade, Lucas Ribeiro (PP) apontou, por meio de slides, um diagnóstico a respeito da administração da Zona Azul e fez um comparativo entre os valores arrecadados pelas três entidades que geram o sistema e instituições filantrópicas que recebem subvenções do Município.

Lucas mostrou que, enquanto a União Campinense de Equipes Sociais (UCES), a Cooperativa Paraibana de Pessoas com Deficiência (COPPD) e a Rede Nacional de Pessoas Vivendo com o HIV (RPN) arrecadam, reunidas, cerca de R$ 180 mil por mês, treze instituições beneficiadas com subvenções municipais angariam, juntas, apenas R$ 54 mil.

Em conjunto, UCES, COPPD e RPN beneficiam diretamente cerca de noventa pessoas, a maioria trabalhando nas ruas, empregadas na Zona Azul. Enquanto isso, a APAE, que vai receber R$ 8 mil por mês de subvenção, atende sozinha aproximadamente quinhentas crianças.


Diante desse quadro, o vereador Lucas Ribeiro sugeriu que o poder público municipal assuma a administração da Zona Azul. Para não prejudicar as pessoas que hoje trabalham no sistema, sugeriu também que todas tenham a garantia de manutenção do emprego, no mesmo serviço, e que os funcionários do sistema continuem sendo pessoas com deficiência, HIV e doenças raras.

 Nenhum comentário

Maracajá: “Em Campina Grande, ao tempo em que temos redução da merenda das crianças, aumenta-se o Parque do Povo”


Vladimir Chaves

O ex-vereador campinense e sindicalista Napoleão Maracajá criticou o projeto de expansão do “Parque do Povo”, anunciado pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), ele também não poupou os atuais vereadores, que segundo ele permanecem de “boca fechada”.


“Em Campina Grande, ao tempo em que temos redução da merenda das crianças, aumenta-se o Parque do Povo. E muitos representantes do povo de boca fechada!” disse Napoleão.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

“Parque do Povo”: Transparência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém!


Vladimir Chaves

O processo licitatório do prometido Hospital da Criança, feito antes do São João, sequer foi consolidado, mas já temos a promessa de mais uma grande obra, desta vez a mega expansão da área onde funciona o “Maior São João do Mundo”.

Segundo a Prefeitura Municipal de Campina Grande, a área que hoje é de 27 mil metros quadrados, terá um acréscimo de 65 mil e 500 metros quadrados com completa infraestrutura, e que a obra deverá ser feita num prazo recorde de oito meses.

Perguntas que precisam ser feitas:

-A quem pertence o terreno onde a prefeitura pretende construir a gigantesca área de eventos?

-Qual o valor total da obra, e quanto deve sair dos cofres do município?


-Com a anunciada parceria público/privada haverá privatização total ou parcial do evento?

 Nenhum comentário

Deputado do PT pede semana de orações contra a corrupção no Brasil


Vladimir Chaves

Para o deputado Luiz Couto (PT) o povo brasileiro está enojado da corrupção. De acordo com o parlamentar; "Hoje, vemos corruptos legítimos debatendo corrupção, pedófilos debatendo pedofilia, traficantes de seres humanos debatendo o tráfico de pessoas, exploradores do trabalho humano debatendo reforma trabalhista, criminosos debatendo o aumento de penas e sobre recrudescimento da legislação".

Ignorando as graves acusações que pesam contra as principais lideranças e dirigentes do PT, o parlamentar tentou reforçar seu argumento citando a troca de farpas entre o empresário/criminoso Joesley Batista e o presidente Michel Temer. Michel Temer chama Joesley de “grampeador geral da República” enquanto que Joesley chama Temer de “ladrão geral da República”, lembrou Couto.

"O povo esta enojado com essa guerra de palavras e de poderio apodrecido na corrupção. Temos que acabar com a corrupção. E ela está encabeçada dentro do governo Temer. O povo sabe disso!", disse Couto, acrescentando que as declarações definem quem são os dois, Joesley e Temer.

Couto também registrou o pedido da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para que esta semana toda seja dedicada à oração e à reflexão. "Quero me associar a esta convocação da CNBB e peço a todos aqueles que normalmente vão à missa mensal na CNBB, a todos os católicos e cristãos em geral, que também se associem a esta convocação da CNBB: rezar para que o Brasil saia desta ruína em que se encontra. É triste vermos a imagem que o Brasil tem hoje no cenário internacional. A cada dia aparecem mais situações de destruição da nossa economia, das nossas florestas, de entrega daquilo que é nosso. O Banco do Brasil, a Caixa Econômica, os Correios e o BNB estão fechando agências. Não dá para aceitarmos essa ruína".

 Nenhum comentário

PF encontra “bunker” com malas e caixas cheias de dinheiro em imóvel ligado a Geddel


Vladimir Chaves

A Polícia Federal encontrou nesta terça-feira (5) um “bunker” utilizado para guardar dinheiro que seria usado pelo ex-ministro de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, investigado no âmbito da Operação Cui Bono, que está em prisão domiciliar após habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

As imagens mostram malas de viagem e caixas de papelão repletas de maços de notas de R$ 100 e R$ 50. O apartamento fica em Salvador e a chamada “Operação Tesouro” foi autorizada pela 10ª Vara Federal de Brasília.

De acordo com a PF, os valores apreendidos serão transportados a um banco, onde serão contabilizados e depositados em uma conta sob o controle da Justiça.


Jovem Pan

terça-feira, 5 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Câmara dos Deputados deve votar reforma política nesta terça-feira


Vladimir Chaves

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar nesta terça-feira (5) o fim das coligações partidárias para as eleições proporcionais e a criação de uma cláusula de desempenho para acesso a recursos do Fundo Partidário e ao horário gratuito de rádio e TV.

Os itens da reforma política que podem ser votados constam na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/16. Os líderes do PT, Carlos Zarattini (SP), e do PSDB, Ricardo Tripoli (SP), reconhecem que os impasses podem impedir o avanço das propostas. Qualquer mudança constitucional precisa passar por duas votações com 308 votos favoráveis e, para valer em 2018, deve ser votada por deputados e senadores até 7 de outubro deste ano.

Para o líder do PSDB, o prazo está se esgotando. Tripoli defendeu a votação da proposta de cláusula de desempenho associada ao fim das coligações (PEC 282/16), mas afirmou que alguns partidos só aceitam votar esta proposta se forem aprovados pontos da outra proposta, que cria o fundo público para o custeio de eleições e altera o sistema eleitoral para deputados e vereadores (PEC 77/03).


“A ideia básica é que nós consigamos pelo menos votar a questão da cláusula de desempenho e o fim das coligações proporcionais, que eu entendo ser a matéria mais próxima do consenso, embora ainda haja alguns líderes que querem incluir nessa discussão a questão do distritão e do distrital misto e o fundo, vincular as duas propostas”, afirmou Tripoli.

 Nenhum comentário

Gratuidade para professores deve provocar o aumento das tarifas de ônibus de Campina Grande.


Vladimir Chaves

A Câmara Municipal de Campina Grande deve apreciar nos próximos dias projeto, de autoria do vereador Saulo Germano, que concede gratuidade nos transportes público aos professores da rede municipal de ensino.


O projeto pode até ser bem intencionado, no entanto, se aprovado deve onerar ainda mais a extorsiva tarifa de transporte público de Campina Grande, já que os custos da nova “gratuidade” devem ser repassados aos usuários que pagam passagens.  

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

Presidência gasta R$ 110 mil com serviços de lavanderia


Vladimir Chaves

Nesta semana, a Presidência da República reservou R$ 110 mil para a prestação de serviços de lavanderia para a Pasta. Ao todo, 18 tipos de itens foram selecionados para higienização, lavagem e passagem pela empresa contratada “Lavanderia Padrão Eirelli”. Ao todo são quase 73 toneladas a serem lavadas. 

Confira os itens:

6.000 kg de cortinas finas
7.000 kg de túnica/roupas finas
5.000 kg de calças/roupas finas
600 kg de calças
450 kg de camisas sociais de manga comprida
350 kg de cobertores
25.000 kg de colcha de chenille de solteiro
100 kg de edredon
4.000 kg de fronha lisa
900 kg de jalecos curtos
300 kg de jalecos longos
600 kg de guardanapos simples
15.000 kg de lençol solteiro
300 kg de paletó ou blazer
1.000 kg de toalhas de banho
2.000 kg de toalhas de mesa simples até 2 metros
4.000 kg de toalhas de mesa para banquete até 5 metros
300 kg de toalhas de rosto

Ainda na limpeza

A Câmara dos Deputado também está pensando na limpeza, mas do Edifício Anexo I e do complexo avançado da Casa. Cerca de R$ 3,8 milhões foram empenhados para atender as despesas com a prestação de serviços na área de limpeza e conservação dos prédios. O valor atende ao período de 01 de setembro a 31 de dezembro deste ano.


Contas Abertas

 Nenhum comentário

Entra em vigor a lei que facilita acesso de professores à universidade


Vladimir Chaves

Nova lei beneficia educadores das redes públicas municipais, estaduais e federal que ingressaram por concurso público. A lei que facilita o acesso de professores à universidade entrou em vigor na quarta-feira (30). O projeto que deu origem à norma foi sancionado pelo presidente da República em exercício, Rodrigo Maia.

A nova lei (13.478/17) beneficia educadores das redes públicas municipais, estaduais e federal que ingressaram por concurso público; tenham pelo menos três anos de exercício da profissão e não sejam portadores de diploma de graduação.

Terão prioridade de ingresso nas faculdades e universidades os professores que optarem por cursos de licenciatura em matemática, física, química, biologia e língua portuguesa.

As instituições de ensino responsáveis pela oferta de cursos de pedagogia e outras licenciaturas definirão critérios adicionais de seleção, sempre que necessário.

Incentivo

A nova legislação resultou de proposta do senador Cristovam Buarque (PPS-DF). Na avaliação do senador, a medida servirá de incentivo para que os professores continuem sua formação e também aprimorem a qualidade do ensino no País.

sábado, 2 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

O alto custo de um parlamento que faz questão de ser irrelevante.


Vladimir Chaves

Impressiona o esforço da atual legislatura campinense para torna-se a pior da história política da Rainha da Borborema. A aprovação de projetos irrelevantes e a indiferença aos principais problemas da cidade, a submissão politica, a pobreza dos debates e das intervenções na tribuna, o rami rami politiqueiro que não interessa aos cidadãos órfãos de direitos como saúde, educação, acessibilidade, segurança, moradia, emprego...faz dessa legislatura a pior de todos os tempos.

Impressiona que uma cidade com tantos problemas tenha uma representação no parlamento mirim, salvo raríssimas exceções, que desperdiça tempo com futilidades e ações politiqueiras que não somam em nada para vida dos cidadãos pagadores de impostos.

Impressiona a nulidade do custo beneficio para os campinenses, afinal de contas, a cidade que possui milhares de cidadãos sem direito a dignidade humana é responsável pelo custeio de quase dois milhões, por mês, de um parlamento que nada ou quase nada oferece a cidade. 

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

 Nenhum comentário

“Festival” de títulos na Câmara de Campina Grande, desta vez o felizardo foi o prefeito de São Paulo.


Vladimir Chaves

A Câmara Municipal de Campina Grande realizou sessão especial, na tarde de ontem (30), para homenagear mais um agente público, desta vez o prefeito de São Paulo, João Doria, cotado para ser candidato do PSDB a presidência da República em 2018.  

No último dia 10 de março, a Câmara campinense ofereceu “Título de Cidadão Campinense” ao presidente Michel Temer, ano passado ao então ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab.

No primeiro semestre de 2017, o legislativo campinense ofereceu uma média de 5,5 títulos de “cidadania campinense” que custaram ao contribuinte, R$ 6.830,00 apenas com a confecção de medalhas e caixas personalizadas para os homenageados, além das despesas com a realização das sessões especiais.

O Título de Cidadão foi instituído com o objetivo de reconhecer aqueles que mesmo não sendo natural do município, prestou ou presta relevantes serviços à cidade, no entanto, a desatenção a esses critérios tem descaracterizado o verdadeiro sentido do Título de Cidadania, algumas vezes as homenagens servem apenas aos interesses pessoais do vereador sem trazer beneficio algum a sociedade que custeia todas as honrarias.

 Nenhum comentário

Tribunal de Contas da União investiga 450 mil professores que são remunerados sem dá aulas.


Vladimir Chaves

Por iniciativa do ministro Walton Rodrigues, o Tribunal de Contas da União decidiu investigar e mapear professores de escola pública fora da sala de aula. Auditoria do TCU atesta que no ensino médio 70.000 professores estão nessa situação. No ensino básico é ainda pior: 380 mil têm gratificação de 40% para dar aulas, mas estão cedidos a outros órgãos. Cerca de meio milhão de professores devem ser obrigados a dar aulas. Ou terão de devolver a gratificação recebida ilegalmente.

Por lei, 60% dos recursos do Fundeb são destinados exclusivamente para pagar professores do ensino básico que estão na sala de aula.

“Dezenas de milhares de professores são remunerados com verbas federais, e servem em assembleias, câmaras, sindicatos e outros”, diz o ministro.

O TCU decidiu que caberá aos tribunais estaduais de Contas levantar o tamanho da burla à aplicação dos recursos do Fundeb.

Para Walton, recursos criados em benefício das futuras gerações não podem ser desviados para custear professores fora da sala de aula.

A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.


quinta-feira, 31 de agosto de 2017

 Nenhum comentário

Pesquisa Instituto Paraná: Brasileiros rejeitam Temer e o PT


Vladimir Chaves

“O Senhor prefere o Brasil governado pelo Presidente Michel Temer ou pelo PT?” perguntou o Instituto Paraná, a resposta da maioria absoluta foi de rejeição a ambos, 57,8% responderam que nenhum dos dois serve para governar o país. O percentual daqueles que disseram preferir o país governado por Temer foi de apenas 19,6% enquanto que 19,5% desejam o retorno ao poder do Partido dos Trabalhadores, liderado pelo condenado por corrupção Luiz Inácio Lula da Silva.

Apenas 3% dos entrevistados não souberam opinar sobre o tema.

A Paraná Pesquisas ouviu 2.640 pessoas por meio de questionário online entre os dias 21 e 24 de agosto. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é de 2% para mais ou menos.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

 Nenhum comentário

Luiz Couto vota contra o agravamento das penas para crimes de resistência e desobediência a ordem policial.


Vladimir Chaves

Com o voto contrário do deputado Luiz Couto (PT), a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados, aprovou a proposta que agrava a pena dos crimes de resistência à ação policial e de desobediência à ordem policial (policias federal, rodoviária, ferroviária federal, civil, militar e bombeiros militares)

Couto apresentou voto em separado rejeitando a matéria e disse que é contrário à proposta em defesa dos direitos humanos.

O texto aprovado na CCJ altera o Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40) e segue para análise do Plenário da Câmara dos Deputados.

Pela proposta, a resistência a ação de profissional de segurança pública passará a ter pena de reclusão de um a três anos e multa. Hoje o código prevê o crime de resistência à execução de ato legal, mediante violência ou ameaça a funcionário competente para executá-lo, com pena prevista de detenção de dois meses a dois anos e multa.

Já a desobediência à ordem de profissional de segurança pública será punida com detenção de um a dois anos e multa, caso a proposta seja aprovada. Hoje o código já prevê o crime de desobedecer a ordem legal de funcionário público, com pena prevista de detenção de 15 dias a seis meses, mais multa.


O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), ao Projeto de Lei 8125/14, do deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG). 

terça-feira, 29 de agosto de 2017

 Nenhum comentário

Vereador condena cobrança de ingressos no Monumento do Sesquicentenário de Campina Grande.


Vladimir Chaves

O vereador Galego do Leite (Podemos), líder da oposição na Câmara Municipal de Campina Grande, lamentou a situação do Monumento ao Sesquicentenário, uma obra em que a gestão Romero Rodrigues empregou um volume milionário de recursos, sem conseguir inaugurá-la no prazo dos 150 anos de emancipação política da cidade, e que continua fechada.

“Depois do fiasco de não conseguir inaugurar a tempo para os festejos do sesquicentenário, é de causar perplexidade que a prefeitura não consiga sequer explicar por que aquele monumento continua fechado, uma obra controversa e na qual muito dinheiro público foi investido. Aquilo acabou se tornando um monumento à incapacidade da gestão”, afirmou.

Além disso, o vereador criticou duramente a decisão, já anunciada na imprensa pelo secretário de Planejamento do Município, de permitir a cobrança de ingresso para acesso ao equipamento, quando finalmente for reaberto. E isso mesmo após a PMCG noticiar ter celebrado uma parceria público-privada para gestão do monumento.

“Como pode se admitir que, depois do investimento milionário de recursos, depois desse tempo todo que está fechado, quando abrir (sabe-se lá quando), o equipamento ficará restrito a quem possa pagar? Isso é vergonhoso”, reclamou. Ele também rebateu o argumento do secretário de Planejamento, de que crianças de escolas públicas não precisarão pagar.


“As crianças, quando forem com suas escolas, não pagarão. Muito bem. Mas, e quando quiserem ir com seus pais? E a faixa da população que não pode tirar do pouco que tem para pagar ingresso? Vai ser preciso tirar um atestado de pobreza para entrar lá? É certo isso, cobrar do povo por algo feito com o dinheiro do povo?”, questionou Galego, que fez um apelo para que a gestão municipal desista da intenção de cobrar entrada para o monumento.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

 Nenhum comentário