Presidente do Senado participa do anúncio de superintendência da Caixa em Campina Grande


Vladimir Chaves


A convite da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), participou, nesta sexta-feira (7), do anúncio para a implantação de uma superintendência da Caixa em Campina Grande, na Paraíba. O presidente da Instituição, Pedro Guimarães, foi pessoalmente dar a notícia aos paraibanos ao lado do prefeito e do vice-prefeito da cidade, Romero Rodrigues e Enivaldo Ribeiro, e dos senadores Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) e Marcos Rogério (Democratas-RO).

“É uma honra muito grande poder estar aqui prestigiando este evento que é um ato político, é uma iniciativa institucional do governo federal, na figura do presidente da Caixa Econômica Federal, mas acima de tudo é uma grande conquista para Campina Grande”, destacou Davi que se uniu ao apelo da senadora paraibana junto à Caixa para levar desenvolvimento à região.

De acordo com Daniella Ribeiro, a superintendência também representa facilidade para quem mora nos municípios mais distantes da Paraíba e precisa se deslocar até a capital João Pessoa para resolver demandas bancárias que só se resolvem na superintendência. Uma vez instalada em Campina Grande, a unidade vai otimizar, por exemplo, os serviços prestados pela construção civil, uma vez que não será mais necessário o deslocamento até a capital para agilizar os trâmites pelos gestores públicos.

O presidente do Senado também participou da abertura do Maior São João do Mundo, no Parque do Povo.

“No momento de festa, no momento de confraternização que é o São João da Paraíba e do Nordeste, eu me congratulo com toda população do Nordeste do Brasil em nome da senadora Daniella Ribeiro. Este Maior São João do Mundo é sinal da garra e do potencial deste povo que trabalha e se dedica incansavelmente para oferecer e merecer sempre um futuro melhor”, felicitou o presidente.

sábado, 8 de junho de 2019

 Nenhum comentário

Bolsonaro e Macri se reúnem em Buenos Aires nesta quinta-feira


Vladimir Chaves


O presidente Jair Bolsonaro desembarca hoje (6) em Buenos Aires, na Argentina, em visita de Estado ao país, o principal parceiro comercial do Brasil na América Latina. Além do encontro com o presidente Maurício Macri, Bolsonaro se reunirá com as principais autoridades argentinas. É a primeira visita ao país vizinho e a segunda a um país sul-americano. Em março, Bolsonaro foi ao Chile, em um dos primeiros giros internacionais que fez depois que tomou posse.

A corrente de comércio entre o Brasil e a Argentina (a soma de exportações e importações) atingiu US$ 26 bilhões em 2018. Embora tenha apresentado uma redução de 3,9% em relação ao ano anterior, a Argentina se manteve como o terceiro país com maior fluxo de comércio com o Brasil, atrás da China e dos Estados Unidos.

Programação

A previsão é que a comitiva presidencial desembarque na capital argentina por volta das 10h (horário de Brasília), onde será recebida com honras militares. O governo brasileiro não informou os acordos que poderão ser celebrados entre os dois países, mas há a expectativa da assinatura de memorandos de entendimento em áreas como indústria de defesa, biocombustíveis, mineração e ciência e tecnologia.

O primeiro compromisso oficial de Bolsonaro é a deposição de flores na Praça de San Martín, onde deve ser respeitado  um minuto de silêncio em memória dos mortos em combate nas lutas pela independência da Argentina. Em seguida, o presidente segue para a Casa Rosada, sede do Poder Executivo, onde terá, inicialmente, encontro privado com Macri.

Na sequência, as equipes ministeriais dos dois países fazem reunião ampliada. Bolsonaro será acompanhado por sete ministros: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), Fernando Azevedo (Defesa), Tereza Cristina (Agricultura), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional). Também estão previstos na comitiva presidencial a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, além do senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS) e do deputado federal Marcel Van Hattem (Novo-RS).

Após a reunião de ministros, Macri e Bolsonaro deverão fazer uma declaração conjunta à imprensa. A programação prossegue com encontros do presidente brasileiro com a cúpula do Congresso argentino e também com o presidente da Suprema Corte de Justiça do país. Depois, Macri oferece um almoço para a comitiva e autoridades.

Bolsonaro também deve participar do encerramento de um seminário sobre indústria de defesa e se encontrar com empresários na embaixada brasileira em Buenos Aires. Às 19h, o presidente deve transmitir sua tradicional live semanal, pelo Facebook. O retorno ao Brasil está previsto para a manhã de sexta-feira. Bolsonaro e comitiva embarcam às 6h40 de Buenos Aires com destino ao Rio de Janeiro, onde o presidente participará de uma atividade no Comando da Marinha.

Eleições argentinas

Em meio a um agravamento da crise econômica da Argentina, Bolsonaro e Macri deverão tratar também de assuntos políticos, como as eleições no país vizinho marcadas para outubro.

O atual presidente argentino tentará sua reeleição e Bolsonaro não esconde a simpatia pelo colega. Em recentes declarações, o presidente brasileiro tem criticado a possibilidade de setores de esquerda voltarem ao poder no país.

A ex-presidente Cristina Kirchner, que governou antes de Macri, já anunciou a candidatura a vice-presidente na chapa que será liderada pelo peronista Alberto Fernández, que foi seu chefe de gabinete no mandato anterior.

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio do Rêgo Barros, reforçou ontem (5) a posição de Bolsonaro em relação às eleições no país vizinho e reconheceu que o assunto deverá ser tratado durante a visita.

"O presidente é a favor de governos de países que compactuam com os mesmo valores, valores estes que são fortalecidos pela democracia, pelo valor do livre mercado e das liberdades individuais que o Brasil tanto lutou para conseguir a partir da eleição do presidente Jair Bolsonaro. Já declarou também, por diversas vezes, o desejo de que a esquerda não retome o poder no nosso subcontinente sul-americano, como vemos hoje ainda na Venezuela", afirmou em entrevista.

Agência Brasil 

quinta-feira, 6 de junho de 2019

 Nenhum comentário

Prefeitura de Campina Grande e MPT lançam campanha contra o trabalho infantil


Vladimir Chaves


A Prefeitura de Campina Grande e o Ministério Público do Trabalho (MPT) lançaram a edição 2019 da campanha #ChegaDeTrabalhoInfantil, que vai intensificar as ações de combate à exploração de crianças durante os 31 dias de Maior São João do Mundo.

O objetivo é a conscientização, a prevenção e o enfrentamento propriamente dito à exploração do trabalho infantil e sexual, bem como venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos no interior do Parque do Povo durante os festejos juninos.

Ao lado do procurador do Trabalho Raulino Maracajá, o secretário chefe-gabinete Bruno Cunha Lima, que esteve representando o prefeito Romero Rodrigues, destacou a importância da parceria entre Prefeitura e o MPT.

“O trabalho de conscientização da campanha Chega de Trabalho Infantil é de extrema importância, sobretudo num período como esse, quando Campina sedia um dos maiores eventos do Brasil e recebe turistas de todas as partes do mundo. Os resultados apresentados estão melhorando a cada ano, e é por isso que a recomendação do prefeito Romero Rodrigues é aumentar o nosso engajamento nessa importante causa”, pontuou o secretário-chefe de Gabinete.
Em seu discurso o procurador Raulino Maracajá comemorou os números alcançados pela ação na edição do ano passado, quando foi registrada uma diminuição bem significativa no que diz respeito à quantidade de crianças trabalhando no entorno do Parque do Povo.

“Chegamos a registrar, em anos anteriores, mais de 200 jovens em situação de exploração de trabalho infantil. Em 2018 conseguimos baixar para 18 casos, o que representa a eficiência da campanha. Então a gente segue buscando melhorar ainda mais os resultados, sempre conscientizando a população em geral, turistas e principalmente os comerciantes envolvidos nesse contexto”, detalhou.

 Nenhum comentário

Governo Bolsonaro atende pleito de deputado e inicia perfuração de poços em Fagundes.


Vladimir Chaves


Atendendo a um pleito do deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL), o governo Bolsonaro, através do DNOCS, deu início a perfuração de poços na cidade de Fagundes, distante 106 km de João Pessoa.

As perfurações tiveram início na manhã desta quarta-feira (05) e foi acompanhada pelo deputado Moacir Rodrigues e lideranças locais.

“A perfuração é resultado da nossa solicitação ao Governo Federal que foi prontamente atendida pelo DNOCS, em nome da população da Fagundes, aproveitamos para agradecer ao Governo Bolsonaro, a Alberto Gomes do DNOCS e ao Senador José Maranhão, pelo empenho para atender nosso pleito.” agradeceu o deputado.

quarta-feira, 5 de junho de 2019

 Nenhum comentário

Vereador Márcio Melo propõe homenagem ao time e diretores da Unifacisa por acesso à elite do basquete brasileiro.


Vladimir Chaves


Em atenção a uma propositura do vereador Márcio Melo Rodrigues, a Câmara Municipal de Campina Grande irá homenagear a equipe de basquete Unifacisa, que na última sexta-feira (13) sagrou-se campeã da Liga Ouro 2019, conseguindo acesso a NBB (Novo Basquete Brasil- liga oficial do Campeonato Brasileiro de Basquete).

A homenagem será extensiva ao chanceler Unifacisa, Dalton Roberto Benevides Gadelha, e o médico Diego Nery Benevides Gadelha, diretor de Inovação em Saúde e do Basquete Unifacisa, que serão homenageados com Medalhas de Honra ao Mérito. 

“Esse título do basquete Unifacisa é um feito inédito que eleva o nome de Campina Grande, é com muita satisfação que essa Casa irá homenagear a equipe de basquete Unifacisa e os diretores Dalton Gadelha e seu filho Diego Gadelha, que tanto tem incentivado o esporte em nossa cidade, é uma homenagem mais que justa” justificou Marcio Melo.

terça-feira, 4 de junho de 2019

 Nenhum comentário

Medida Provisória de combate a corrupção, confira os votos dos senadores.


Vladimir Chaves


Num gesto de respeito a nação 67 senadores compareceram à sessão extraordinária convocada nesta segunda-feira (03), prazo limite da votação da MP 871, medida que deverá combater as fraudes na Previdência e que segundo especialistas deve gerar uma economia aos cofres públicos de até R$ 100 bilhões em 10 anos, após ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Apesar da grande mobilização nas redes sociais para que os senadores aprovassem a medida, 12 senadores ignoraram o clamor da nação e votaram contra, 55 votaram a favor do combate a corrupção.

Confira a relação dos que votaram a favor, contra e os que ignoraram a importância da sessão e não compareceram.

SENADORES QUE VOTARAM A FAVOR DO COMBATE A CORRUPÇÃO NA PREVIDÊNCIA SOCIAL:

Alessandro Vieira CIDADANIA        SE
Alvaro Dias PODE PR
Antonio Anastasia       PSDB MG
Arolde de Oliveira       PSD  RJ
Carlos Viana       PSD  MG
Chico Rodrigues  DEM  RR
Ciro Nogueira     PP     PI
Confúcio Moura  MDB  RO
Daniella Ribeiro   PP     PB
Dário Berger      MDB  SC
Eduardo Braga   MDB  AM
Eduardo Girão    PODE CE
Eduardo Gomes  MDB  TO
Elmano Férrer    PODE PI
Esperidião Amin  PP     SC
Fernando Bezerra Coelho     MDB  PE
Flávio Arns REDE PR
Flávio Bolsonaro PSL   RJ
Izalci Lucas        PSDB DF
Jarbas Vasconcelos     MDB  PE
Jorge Kajuru      PSB   GO
Jorginho Mello    PL     SC
José Maranhão   MDB  PB
José Serra PSDB SP
Juíza Selma        PSL   MT
Lasier Martins     PODE RS
Leila Barros        PSB   DF
Lucas Barreto     PSD  AP
Luis Carlos Heinze       PP     RS
Luiz do Carmo    MDB  GO
Mailza Gomes     PP     AC
Major Olimpio     PSL   SP
Mara Gabrilli       PSDB SP
Marcelo Castro   MDB  PI
Marcio Bittar      MDB  AC
Marcos do Val    CIDADANIA        ES
Marcos Rogério   DEM  RO
Nelsinho Trad     PSD  MS
Omar Aziz  PSD  AM
Oriovisto Guimarães    PODE PR
Plínio Valério      PSDB AM
Reguffe     Sem Partido       DF
Renilde Bulhões  PROS AL
Roberto Rocha    PSDB MA
Rodrigo Cunha    PSDB AL
Rodrigo Pacheco DEM  MG
Romário    PODE RJ
Rose de Freitas   PODE ES
Sérgio Petecão   PSD  AC
Simone Tebet     MDB  MS
Styvenson Valentim    PODE RN
Tasso Jereissati   PSDB CE
Telmário Mota    PROS RR
Vanderlan Cardoso      PP     GO
Wellington Fagundes    PL     MT

SENADORES QUE VOTARAM CONTRA A MP 871:

Nome        Partido      UF
Angelo Coronel   PSD  BA
Eliziane Gama     CIDADANIA        MA
Humberto Costa  PT     PE
Jaques Wagner   PT     BA
Otto Alencar       PSD  BA
Paulo Paim PT     RS
Paulo Rocha       PT     PA
Randolfe Rodrigues     REDE AP
Renan Calheiros  MDB  AL
Rogério Carvalho PT     SE
Veneziano Vital do Rêgo      PSB   PB
Zenaide Maia     PROS RN

SENADORES QUE PREFERIRAM FAZER TURISMO OU NÃO TRABALHAR:

Acir Gurgacz      PDT   RO
Cid Gomes PDT   CE
Fabiano Contarato       REDE ES
Irajá PSD  TO
Jader Barbalho   MDB  PA
Jayme Campos   DEM  MT
Jean Paul Prates PT     RN
Kátia Abreu        PDT   TO
Maria do Carmo Alves DEM  SE
Mecias de Jesus  PRB   RR
Soraya Thronicke       PSL   MS
Weverton   PDT   MA
Zequinha Marinho       PSC   PA

 Nenhum comentário

Vila Sítio São João apresenta novidades para a imprensa nesta quinta-feira (6)


Vladimir Chaves


A Vila Sítio São João realiza na próxima quinta-feira (6) o café da manhã de lançamento dos festejos juninos de 2019 para a imprensa. O evento começa a partir das 9h e vai dar a oportunidade para jornalistas e radialistas conhecerem toda a estrutura do local antes do grande público, já que a programação oficial se inicia no sábado (8). A Vila Sítio São João está localizada na Avenida Floriano Peixoto, próximo ao Ginásio ‘O Meninão’.

Segundo

O coordenador da Vila Sítio São João, Tupac Dantas, essa é mais uma grande temporada deste projeto que é tradição no Nordeste. “Montamos mais uma estrutura grandiosa que traz toda tradição das festas juninas. Queremos receber o público campinense e os turistas  da melhor forma possível e poderemos adiantar as novidades para a imprensa nesta quinta-feira”, afirmou.

Neste ano, a Vila Sítio São João abre as portas no dia 8 de junho e segue até 7 de julho. São três palcos, duas casas de farinha, três igrejas e 4 restaurantes, um deles o Bodódromo, montado em uma linda cenografia histórica na qual o visitante passa por uma ponte em cima de uma lago para chegar até o restaurante.

Alguns dos principais artistas do forró autêntico passarão pela Vila Sítio São João neste ano. Nos dias 8 e 9 de junho, por exemplo, a rainha do forró Eliane, Niedson Lua, Rita de Cássia e Os 3 do Nordeste sobem ao palco principal para animar os forrozeiros. Nos palcos ‘Parafuso’ e ‘Bodódromo’ estão marcadas apresentações de trios de forró pé de serra. Confira a programação completa no final do texto.

Funcionamento e ingressos

Das segundas até as quartas-feiras, a Vila Sítio São João abre as portas apenas para atender a demanda da rede pública de ensino e entidades filantrópicas. O local funciona em um terreno da prefeitura de Campina Grande num acordo de cessão de uso e tem como contrapartida oferecer aulas educativas e culturais para as crianças e adolescentes.

Com ingressos a R$ 10, o público pode visitar a Vila Sítio São João nas quintas e sextas-feiras. O espaço funciona das 12h às 22h com trios de forró pé de serra e toda cenografia.

Já nos sábados e domingos, quando acontecem os grandes shows, os visitantes pagarão o valor promocional de meia-entrada que custa R$ 25.

A compra pode ser feita de forma antecipada em Campina Grande na Banca do Orlando, que fica na Praça da Bandeira, no Centro, e Bodódromo Restaurante, localizado na Rua Fernandes Vieira, no bairro José Pinheiro. Também é possível comprar ingressos em João Pessoa  nas Lojas Rutra dos shoppings Manaíra e Mangabeira e no site www.bilhetecerto.com.br.

Lançamento de livro

Ainda nesta quinta-feira (6), durante apresentação da Vila Sítio São João à imprensa, será lançado o livro 'O Maior São João do Mundo: multifaces de uma grande festa brasileira'. A obra é resultado da tese da doutora em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) Zulmira Nóbrega.

O livro proporciona uma leitura mais dinâmica, convidativa para os mais diversos interesses relativos às festas de Campina Grande durante o mês de junho e seus múltiplos e complexos elementos.


Zulmira Nóbrega estará disponível para entrevistas durante o evento.

Programação completa

Palco Principal
Fabiana Souto
Eliane
Luiz Bento

Palco Parafuso

Arraial da Correio
Trio Forró Trakino
Forró Babado Nordestino

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h


09/06 - Domingo

Palco Principal
Niedson Lua
Rita de Cássia
Os 3 do Nordeste

Palco Parafuso
Arraial da Arapuan
Quarteto Universitário
Trio Forró Trakino

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

15/06 - Sábado

Palco Principal
Forró D2
Aduílio Mendes
Fabiana Souto
Palco Parafuso

Arraial da Correio
Forró Galantejos
Forró Filé

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

Palco Principal
Gitana Pimentel
Katia Cilene
Fabiano Guimarães

Palco Parafuso
Arraial da Arapuan
Fabiana Souto
Trio Forró Trakino

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

22/06 - Sábado
Palco Principal
Capilé

Palco Parafuso
Forró D2
Forró Babado Nordestino

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

23/06 - Domingo
Palco Principal
Forró D2
Raniery Gomes
Fabiana Souto

Palco Parafuso
Arraial da Arapuan
Trio Forró Trakino
Débora Nunes

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

24/06 - Segunda
Palco Principal
Atração Surpresa

Palco Parafuso
Forró Babado Nordestino
Trio Forró Trakino
Fabiana Souto

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

29/06 - Sábado
Palco Principal
Atração Surpresa
Artur Resenha

Palco Parafuso
Arraial da Correio
Fabiana Souto
Forró Babado Nordestino

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

30/06 - Domingo
Palco Principal
Fabiana Souto
Samya Maia
Gitana Pimentel

Palco Parafuso
Arraial da Arapuan
Forró D2
Forró Filé

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

06/07 - Sábado
Palco Principal
Gitana Pimentel
Walkiria  Santos

Palco Parafuso
Arraial da Correio
Trio Forró Trakino

Palco  Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h

07/07 - Domingo
Palco Principal
Brasas do Forró
Os 3 do Nordeste

Palco Parafuso
Forró Filé
Trio Forró Trakino
Forró Babada Nordestino

Palco Bodódromo
Trios Pé de Serra das 12h às 21h



segunda-feira, 3 de junho de 2019

 Nenhum comentário

Votação da MP de combate às fraudes no INSS enfrenta boicote e chantagem de senadores.


Vladimir Chaves


O governo tem até esta segunda-feira, 3, para aprovar no Senado a medida provisória de combate às fraudes no INSS. No entanto a matéria corre risco de caducar por uma série de fatores, a principal dela é a possível falta de quórum, já que os senadores não costumam trabalhar na segunda-feira, outro risco é chantagem por parte de partidos como MDB e PSD.

Para que a votação tenha quórum é preciso a presença de no mínimo 41 dos 81 senadores no plenário, a sessão está marcada para as 16 horas. Para o líder do governo no Senado Federal, a expectativa é 55 a 65 senadores no plenário.

“Esperamos que haja quórum por volta das 17h30 e possamos votar a matéria e aprová-la. Não há risco, vamos votar”, disse Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

Caso a MP 871, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, não seja votada nesta segunda-feira, a projeção da equipe econômica é de um prejuízo de mais de 10 bilhões/ano.

Chantagem

Mesmo alcançando quórum a MP corre o risco de não ser aprovada já que o MDB, que tem a maior bancada no Senado, com 13 integrantes ameaça comprometer a votação pelo fato do presidente ter declaro que iria vetar o despacho gratuito de bagagem aérea aprovado recentemente pelo Congresso.

Já as bancadas do PT e PSD, cogitam não registrar presença no plenário apostando na falta de quórum.

“Não somos nós que vamos dar presença para o governo. Acho que o governo vai conseguir se mobilizar para levar senadores, mas, talvez, vários partidos entrem em obstrução e isso pode ser que derrube a medida provisória”, afirmou o senador Rogério Carvalho (PT).

“Vamos para Brasília, mas, por nós, não vai ter quórum” disse o líder do PSD, Otto Alencar (BA).

A Medida Provisória 871 - Cria um programa de revisão de benefícios do INSS, cria o cadastro do trabalhador rural e restringe pagamento de auxilio-reclusão apenas aos detentos que cumprem pena em regime fechado.




domingo, 2 de junho de 2019

 Nenhum comentário