Deputado Manoel Ludgerio descarta rompimento com seu grupo politico.


Vladimir Chaves


As especulações de que o deputado estadual Manoel Lugério (PSD), estaria rompendo com o grupo político que faz parte há mais 30 anos, para aderir ao governo Ricardo Coutinho (PSB), foram desfeita pelo próprio.

Segundo o parlamentar, os que interpretaram suas criticas como um rompimento, o fizeram de forma precipitada, assim como os que apostaram que ele estaria se atirando nos “braços” do governador.

“A aqueles que se antecipam a um rompimento político, informo que estão se precipitando. Quem imagina que estou me atirando nos braços do Governador, também fizeram uma errada leitura” disse.

Sem entrar em detalhes o deputado disse ainda que se encontra angustiado com a incerteza que muitos estão vivendo em decorrência de atitudes precipitadas.

“O que me angustia hoje, são atitudes precipitadas e em decorrência disto, muitos estão vivendo de incertezas!”

sábado, 7 de fevereiro de 2015

 Nenhum comentário

Maldade ou barrigada? Benjamin Maranhão assinou o pedido de CPI da Petrobrás.


Vladimir Chaves

Uma noticia que não corresponde inteiramente com a verdade, publicada em alguns portais de noticias da Paraíba tem se espalhado pelas redes sociais contribuindo com a desinformação.

Com o título “Apenas quatro deputados federais da Paraíba assinaram a CPI da Petrobrás” alguns noticiosos dão conta que apenas os deputados Pedro Cunha Lima, Efraim Morais, Wellington Roberto e Wilson Filho, assinaram o requerimento pela instalação de uma nova CPI da Petrobrás, omitindo o nome do deputado federal Benjamin Maranhão (SD), que também assinou a CPI.

Maldosamente os portais chegam a citar a Revista Veja, como fonte da pesquisa que aponta que apenas quatro deputados paraibanos assinaram o pedido da CPI, quando na verdade a Revista Veja lista o nome de cinco deputados paraibanos entre estes o deputado Benjamin Maranhã
o.

Em seu perfil social “Facebook” o deputado Benjamin Maranhão, esclarece: “Primeiro ato do novo mandato foi o apoio à instalação de uma nova CPI da Petrobras, vamos combater o desvio do dinheiro público”

Print da lista divulgada pela Revista Veja.



Print da imagem com a falsa informação.


 Nenhum comentário

Câmara recebe oito pedidos de CPI na primeira semana de trabalho


Vladimir Chaves

Ao final da primeira semana dos trabalhos legislativos foram apresentados oito pedidos para a instalação de comissões parlamentares de inquérito (CPIs) na Câmara dos Deputados.

Pelo Regimento Interno da Casa, só podem funcionar ao mesmo tempo no máximo cinco CPIs, mas se for apresentado um projeto de resolução outras comissões poderão ser instaladas.

As cinco primeiras CPIs propostas são a da Petrobrás, a da Violência contra os Negros, a dos Planos de Saúde, a da Violência Urbana e a das Pesquisas Eleitorais. Essas vão funcionar simultaneamente.

Da sexta em diante, só poderá funcionar após o término de uma das cinco primeiras ou por um projeto de resolução aprovado pelo Plenário.

Sistema carcerário. 
O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) apresentou pedido para a instalação da sexta CPI para investigar o sistema carcerário brasileiro.

Máfia das próteses
O sétimo pedido de abertura de CPI é para investigar a máfia das órteses e próteses no Brasil. O autor do pedido, deputado Geraldo Resende (PMDB-MS).

Setor elétrico
O oitavo pedido foi apresentado pelo deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) para investigar as causas, as consequências e os responsáveis pelos atuais problemas do setor elétrico.

Atuação
As comissões parlamentares de inquérito são temporárias, podendo atuar também durante o recesso parlamentar. O prazo de funcionamento é de 120 dias, prorrogável por até metade, mediante deliberação do Plenário da Câmara, para conclusão de seus trabalhos. Elas são criadas a requerimento de pelo menos um terço do total de membros da Casa (171 deputados).


As CPIs destinam-se a investigar fato de relevante interesse para a vida pública e para a ordem constitucional, legal, econômica ou social do País. Têm poderes de investigação equiparados aos das autoridades judiciais, entre eles determinar diligências, inquirir testemunhas, requisitar de órgãos e entidades da administração pública informações e documentos, e tomar depoimentos de autoridades federais, estaduais e municipais. 

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

 Nenhum comentário

Rômulo Gouveia afirma que não foi procurado para assinar requerimento de instalação da CPI da Petrobrás.


Vladimir Chaves

Questionado nas redes sociais por uma de suas eleitoras, por não ter assinado a CPI da Petrobrás, o deputado federal e presidente estadual do PSD da Paraíba, Rômulo Gouveia, justificou que não foi procurado para assinar o requerimento.

“O que existe é a coleta de assinaturas de apoiamento mínimo para instalação da CPI, ninguém me procurou” explicou o deputado.

O deputado lembrou ainda que 12 dos 37 parlamentares que compõem a bancada do PSD na Câmara Federal, assinaram o requerimento que pede a instalação da CPI da Petrobrás, e que existe a possibilidade dele ser indicado para compor a Comissão Parlamentar de Investigação e caso seja irá se manifestar.

“12 parlamentares do PSD assinaram a favor. Posso até ser indicado para fazer parte da comissão, se eu for indicado a CPI deverei me manifestar” disse.

Da bancada da Paraíba, cinco deputados assinaram o requerimento: Wilson Filho (PTB), Benjamin Maranhão (SD), Pedro Cunha Lima (PSDB), Efraim Filho (DEM), Wellington Roberto (PR).

O deputado Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) havia dito na imprensa que se fosse procurado não teria problemas de assinar, não se sabe se ele foi procurado.

 Nenhum comentário

Descaso: Prefeitura de João Pessoa ignora R$ 6 milhões destinados a Barreira do Cabo Branco.


Vladimir Chaves

Impressiona o descaso da Prefeitura de João Pessoa, com um dos mais belo e importante ponto turístico da Capital, a Barreira do Cabo Branco. Sem que nenhuma providência seja tomada a falésia tem perdido em média 2 metros por ano devido à erosão, mesmo havendo R$ 6 milhões, a disposição da prefeitura para contenção do problema. 

Segundo o deputado federal Wilson Filho (PTB), desde 2010, está disposição da Prefeitura de João Pessoa, mais de R$ 6 milhões provenientes de uma emenda parlamentar do ex-senador Wilson Santiago, destinada a contenção da erosão e recuperação da Barreira do Cabo Branco, e que só não foi liberada por falta de um projeto que é de responsabilidade da prefeitura. 

 Nenhum comentário

Policia Federal prende ex-tesoureiro da Secretaria de Saúde de Teixeira (PB)


Vladimir Chaves

O Ministério Público Federal obteve a condenação do ex-tesoureiro da Secretaria de Saúde de Teixeira (PB), Romualdo Simões Bezerra, há 10 anos de prisão e 290 dias-multa em razão da prática de crime de peculato. Inclusive, ele foi preso, ontem, 5 de fevereiro de 2015, na sede da Polícia Federal na cidade de Patos (PB), após quase nove anos de iniciado o processo e de mais de quatro anos de sentenciado pela 4ª Vara da Justiça Federal na Paraíba.

A denúncia contra Romualdo Bezerra e outras quatro pessoas, que deu origem à Ação Penal Pública nº 0002033-12.2006.4.05.8201, foi proposta pelo Ministério Público Federal em Campina Grande, em 1º de junho de 2006. Após ser condenado em 10 de dezembro de 2010, Romualdo Simões entrou com recurso no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), tendo a condenação confirmada por unanimidade em 22 de outubro de 2013. O processo transitou em julgado, ficando em aberto o mandado de prisão a cumprir contra ele. Os demais réus também foram condenados pela 4ª Vara da Justiça Federal, mas tiveram as penas de prisão substituídas por outras restritivas de direitos.

Ocorre que nesta semana, Romualdo Simões se dirigiu até o prédio da Justiça Federal em Patos para obter informações sobre o processo. Todavia, como os autos não se encontravam no referido local, mas sim, na sede do MPF, ele acabou indo embora. Após informado do ocorrido, o MPF em Patos solicitou que a Polícia Federal localizasse o acusado, porém, ele conseguiu fugir. Um dia depois, Romualdo Bezerra se entregou e foi preso pelo delegado Glauter Morais.

Denúncia do MPF – Na denúncia, o MPF explicou que no período de julho a dezembro de 2004, no município de Teixeira (PB), foram emitidas ordens de pagamentos fictícias, mediante notas de empenho, cheques e recibos com assinaturas falsas de supostos credores-fornecedores, prestadores de serviços, com o objetivo de desviar verbas públicas relativas aos programas de saúde pública do referido município. O valor do desvio seria de R$ 39.431,00 .

Para que o esquema de desvio de recursos públicos funcionasse, Romualdo Bezerra se valia do cargo comissionado que ocupava no município para, através de recursos fraudulentos, se beneficiar. Ele possuía cartão de ordenador de despesas do município de Teixeira (PB) perante o Banco do Brasil da cidade. Assim, valendo-se de falsificação de assinaturas, desviou verba pública da Secretaria de Saúde em proveito próprio e de terceiros (também condenados na ação), inclusive, umas delas era a companheira dele.

 Nenhum comentário

“O PT lavou tanto dinheiro que está faltando água no Brasil inteiro” Senador Cássio Cunha Lima.


Vladimir Chaves

“PT lavou tanto dinheiro que falta água no país inteiro”. A frase é do líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), que discursou na tarde desta quinta-feira (05) na tribuna da Casa.

O tucano lembrou que hoje foram revelados depoimentos do delator e ex-funcionário da Petrobras, Pedro Barusco. Ele disse que o PT, principal beneficiado do esquema de corrupção na Petrobras, teria recebido via corrupção até R$ 200 milhões em propina.

Em mais um efeito da crise que se avizinha, lembrada pelo líder do PSDB, o tesoureiro do partido dos trabalhadores, João Vaccari Neto, foi levado para prestar depoimento, na nova fase da operação Lava-Jato, que cumpriu mais de 60 mandados de prisão, busca e apreensão.

Cássio inclusive lembrou que durante a campanha eleitoral a presidente Dilma foi questionada pelo presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), sobre a confiança que ela tinha em Vaccari.

“É uma crise ética sem precedentes”, afirmou o senador, que lembrou ainda as perdas estimadas de R$ 88 bilhões da Petrobras com a corrupção. Ex-governador, o tucano fez uma comparação. “R$ 88 bilhões significam 10 orçamentos de um estado como a Paraíba, sem falar em outros prejuízos”.

O líder tucano alerta para o cenário difícil que se aproxima do governo. “Você soma uma crise econômica, sobreposta a ela, uma crise de credibilidade, no maior escândalo do hemisfério sul ou do mundo – e, pra completar esse cenário de muita gravidade, uma crise política que se avizinha, porque a imprensa inteira fala da citação de políticos, de mandatários, parlamentares na investigação da Lava-jato.”

Confira o pronunciamento:


quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

 Nenhum comentário

PT recebeu até US$ 200 milhões em propinas, afirma delator.


Vladimir Chaves

O ex-gerente de Serviços da Petrobrás, Pedro Barusco, afirmou à força tarefa da Operação Lava Jato, que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, arrecadou até US$ 200 milhões em propinas para o partido sobre 90 contratos da estatal petrolífera no período de 2003 a 2013. Barusco declarou que Vaccari recebeu o dinheiro “em nome do PT”.

As declarações provocaram a deflagração da explosiva My Way, nona fase da Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção envolvendo a Petrobrás. Contra Vaccari Neto, foi expedido um mandado de condução coercitiva e ele teve de prestar depoimento na sede da PF, em São Paulo. O tesoureiro falou à PF e foi liberado no início da tarde.

Ele afirmou à Polícia Federal que todas as contribuições obtidas por ele para o partido “foram absolutamente dentro da lei”.  Vaccari desmentiu as declarações de Barusco, por meio de seu advogado.

“Essa informação não procede”, rechaçou com veemência o criminalista Luiz Flávio Borges D’Urso, que defende o tesoureiro do partido.

O PT também reagiu às denúncias do delator. O partido, em nota oficial, destacou que recebe “apenas doações legais”.

Barusco disse que “estima que foi pago o valor aproximado de US$ 150 milhões a US$ 200 milhões ao Partidos dos Trabalhadores”. Um dos delatores da Lava Jato, Barusco foi braço direito de Renato Duque na Diretoria de Serviços da Petrobrás.

Para não ser preso, o ex-gerente decidiu fazer a delação premiada. Segundo Pedro Barusco, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, conduzido nesta quinta feira, 5, para depor na Polícia Federal em São Paulo, recebeu US$ 4,523 milhões “a título de propina do estaleiro Kepell Fels”.

Segundo integrantes da força-tarefa da Lava Jato, a operação de hoje teve como objetivo coletar provas de desvios ocorridos na diretoria de Serviços da Petrobrás. Onze operadores teriam participado do esquema, entre eles, o tesoureiro.

A Polícia Federal afirma que a nova etapa é resultado da análise de documentos e contratos já apreendidos por ela, além de informações repassadas por um dos investigados e de denúncias de uma ex-funcionária de uma das empresas alvo da Lava Jato.





Estadão

 Nenhum comentário

Prefeito Romero Rodrigues entrega na próxima segunda-feira, 288 apartamentos.


Vladimir Chaves

O Prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, entregará na próxima segunda-feira, 09, os 288 apartamentos do Residencial Vila Nova da Rainha I. A solenidade terá a presença de representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) e acontecerá, às 10h, no próprio conjunto habitacional.

As unidades habitacionais, referentes ao Programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, foram sorteadas no dia 28 de novembro do ano passado, sob a supervisão do Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação e Interesse Social. Já o sorteio da ordem de ocupação dos apartamentos do Residencial, conduzido pela CEF e supervisionado pelo prefeito Romero, aconteceu no dia 28 de janeiro.

Deste programa fazem parte os apartamentos do Residencial Major Veneziano I, II, III e IV, no bairro das Três Irmãs; outras 288 unidades do Residencial Vila Nova da Rainha II, para as quais ainda será iniciado o processo de inscrição; além das 4.100 residências que serão instaladas no Complexo Multimodal Aluízio Campos, no bairro do Ligeiro, cuja obra que está em andamento.


O residencial fica localizado na Rua Professor João Rodrigues, 94, bairro de Bodocongó (antigo Matadouro Municipal).

 Nenhum comentário

Chuva: Açude de Boqueirão recebe as primeiras águas de 2015


Vladimir Chaves


As primeiras chuvas no Cariri paraibano começam a trazer vida e esperança e os rios Taperoá e Paraíba já registram um grande volume de água. 

Desde a última terça-feira que chove bastante na região e o Açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), que se encontra com apenas 20% de sua capacidade começa receber um grande volume de água.

Confira fotos postada por internautas nas redes sociais. 
                   RIO PARAÍBA (foto Digity Assessoria Comunicação)

              RIO PARAÍBA (foto Digity Assessoria Comunicação)
RIO TAPEROÁ (foto:Welligton Luna)






 4 comentários

Apenas 5 deputados da Paraíba assinam requerimento da CPI da Petrobrás.


Vladimir Chaves

Em sintonia com o clamor do povo brasileiro, a Câmara dos Deputados deverá instalar nos próximos dias uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com a finalidade de investigar a prática de atos ilícitos e irregulares na Petrobrás, nos anos de 2005 a 2015.

Das 171 assinaturas necessárias para instalação da CPI, a oposição conseguiu 182 assinaturas, destes 52 são parlamentares da base aliada do governo Dilma Rousseff.

Dos 12 deputados da Paraíba, apenas 5 assinaram o Requerimento de Criação da CPI 0003\2015. Os deputados paraibanos em sintonia com a sociedade brasileira são: Pedro Cunha Lima (PSDB), Efraim Filho (DEM), Wellington Roberto (PR), Benjamim Maranhão (SD) e Wilson Filho (PTB).

O requerimento pede que sejam investigados o superfaturamento e gestão temerária na construção de refinarias no Brasil, constituição de empresas subsidiárias e de sociedade de proposito especifica pela Petrobras com o fim de praticar atos ilícitos, o superfaturamento e gestão temerária na construção e afretamento de navios de transporte, naviosplataforma e navios-sonda; a irregularidades na operação da companhia Sete Brasil e na venda de ativos da Petrobras na África.

Confira a relação completa dos 182 deputados que assinaram o pedido de CPI.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

 Nenhum comentário

PT recebeu propina de R$ 4 milhões, revelam documentos.


Vladimir Chaves

Documentos entregues pelo engenheiro Augusto Ribeiro de Mendonça Neto em seu acordo de delação premiada revelam que o grupo Toyo Setal pagou, ao menos, R$ 4 milhões em propina, na forma de doação oficial ao Partido dos Trabalhadores. De acordo com os documentos apreendidos pelo Ministério Público Federal, três das empresas comandadas por Mendonça (Setal Óleo e Gás, Setec Tecnologia e PEM Engenharia) fizeram, entre outubro de 2008 e março de 2012,  29 doações ao partido, num total de R$ 4.160.000,00.

A grande maioria das doações foi feita ao diretório nacional do partido. Mas também foram beneficiados o PT da Bahia (R$ 100 mil doados pela Setec em outubro de 2008), de Porto Alegre (R$ 250 mil, doados pela Setal óleo e Gás em dezembro de 2011) e de São Paulo (R$ 250 mil, da Setal, em março de 2012).

Mendonça, que em depoimentos prestados ontem e na segunda-feira à Justiça Federal do Paraná confirmou o pagamento de propina para a obtenção de contratos com a Petrobras e a existência do “clube das empreiteiras” para negociar diretamente com a estatal, declarou ao juiz Sérgio Moro ter pago propina ao ex-deputado José Janene, aos ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa e Renato Duque e, a pedido de Duque, disse ter feito doações a campanhas ou a diretórios petistas como forma de pagamento das “comissões” negociadas na estatal.

O representante da Toyo Setal volta a depor nesta tarde, no terceiro dia de audiências, que, desta vez, ouvirá as testemunhas do processo relacionado às irregularidades que teriam sido cometidas pela OAS no âmbito da Operação Lava Jato. Além dele, voltam a depor o delegado Márcio Adriano Anselmo, o consultor Júlio Camargo, a contadora Meire Poza e o empresário Leonardo Meirelles.
Dispensada




Portal Terra

 Nenhum comentário

Cássio critica aumento de energia seis vezes acima da inflação


Vladimir Chaves

O líder do PSDB no Senado, senador Cássio Cunha Lima (PSDB), criticou duramente o ‘tarifaço’ de 40%  no valor da conta de energia elétrica, anunciado hoje pelo governo federal e que atinge em cheio a renda das pessoas. Para ele, é impossível que aumentos, como este que ocorre agora, não afetem duramente a renda do trabalhador. "Vivemos claramente uma era de comprovação do estelionato eleitoral do qual a sociedade foi vítima em 2014", disse o senador.

Cássio lembrou quando, em rede nacional, ainda em 2013, a presidente Dilma Rousseff anunciou que as contas de energia estariam 18% mais baratas ao consumidor numa clara ação eleitoreira, tendo em vista que ficou comprovado que o país não tinha reserva estratégica para bancar tal redução e as contas públicas já estavam absolutamente desorganizadas:"O que o governo disse, com aquele anúncio em 2013, foi que as pessoas poderiam gastar mais energia e o que se viu, nos meses seguintes, foram diversos apagões, devido – principalmente - à falta de investimentos no setor elétrico".

Conforme aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), as contas de luz dos consumidores residenciais de Campina Grande, Queimadas, Boa Vista, Massaranduba, Lagoa Seca e Fagundes terão reajuste de quase 40%. "Está mais uma vez comprovado que, o que foi feito em 2013, tinha deslavado objetivo eleitoreiro e, agora, o cidadão é mais uma vez penalizado pela incompetência gerencial do governo que somente após as eleições de 2014 revelou a real situação econômica do país" – acusou o senador.

"Vale lembrar que a inflação do ano passado beirou os 7% . Logo, esse aumento de 40%, na prática, é seis vezes superior ao índice de inflação no período.  E, obviamente, atinge duramente o salário do trabalhador, pois a conta de energia é um gasto relevante no orçamento das pessoas", declarou Cássio.

 Nenhum comentário

Efraim Filho assume vice-liderança do Democratas na Câmara dos Deputados


Vladimir Chaves

O deputado federal paraibano Efraim Filho (Democratas), foi o escolhido pela bancada do Democratas na Câmara dos Deputados como o 1º Vice Líder do Partido.  

Efraim Filho será o substituto imediato do líder Mendonça Filho. Na ausência do líder o deputado federal paraibano conduzirá a bancada de 21 deputados federais.

“O meu papel vai ser o de dar continuidade a uma oposição responsável e fiscalizadora, que vem sendo muito bem desempenhada pelo Democratas na Câmara dos Deputados” destacou Efraim.

O deputado também lembrou o destaque alcançado pelo papel da liderança do Democratas na Câmara:. “Há pouco tempo contávamos com o nosso líder deputado federal Ronaldo Caiado, que hoje é Senador da República, ocupar a vice liderança do Democratas na Câmara é mais um passo importante na minha carreira parlamentar, isso aponta que estamos no caminho certo, honrando e colocando a Paraíba nas discussões e no cenário político nacional.” Concluiu.

 Nenhum comentário

Vice-governadora da Paraíba faz “selfie” com a presidente Dilma.


Vladimir Chaves

Convidada pela presidente Dilma Rousseff (PT), para inauguração da primeira “Casa da Mulher Brasileira” do país, a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, não se conteve e fez um selfie para registrar o “importante” momento.

“Hoje tive a honra de viajar com a presidente Dilma e sua comitiva, para inaugurar a primeira Casa da Mulher Brasileira. Uma obra importantíssima, que a Paraíba merece ter!” postou a vice-governadora em sua página social Facebook.

A “Casa da Mulher Brasileira” é mais uma das promessas não cumpridas no primeiro mandato da presidente Dilma. A meta era de uma unidade em cada Estado até o final de 2014, no entanto só agora 
(03.02), a presidente inaugurou à primeira em Campo Grande (MS).

Pelo projeto a “Casa da Mulher Brasileira” reúne num só espaço, delegacia especializada de atendimento à mulher, juizado, defensoria, promotoria, equipes psicossocial e de orientação para emprego e renda, além de brinquedoteca e área de convivência.


 Nenhum comentário

Presidente da Câmara diz que vai instalar CPI da Petrobras


Vladimir Chaves

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, disse que vai cumprir o Regimento Interno e instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras protocolada pela oposição nesta terça-feira. “Vou cumprir o regimento. As cinco primeiras CPIs serão instaladas. Não há o que fazer, e isto é regimental”, afirmou.

O regimento da Câmara permite o funcionamento simultâneo de apenas cinco CPIs. Para que a sexta seja instalada, é necessário o encerramento de uma comissão ou a aprovação de um projeto de resolução pelo Plenário.

De acordo com o líder da Minoria, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), o pedido protocolado pela oposição foi o terceiro apresentado nesta legislatura – o que dá garantia de instalação. O partido ainda vai insistir na criação de uma CPI mista para investigar a Petrobras.

A oposição conseguiu 186 assinaturas – eram necessárias 171. As assinaturas ainda precisam ser conferidas. Depois disso, o requerimento será publicado e lido, o que permite a contagem de prazo para os líderes indicarem os membros da comissão.

A oposição ainda colhe assinaturas para outras quatro CPIs: para investigar o setor elétrico; os fundos de pensão; os investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); e os gastos com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

O PT tenta bloquear os pedidos da oposição com outras CPIs: para investigar trabalho infantil, a violência contra a juventude negra e a máfia de próteses. As cinco primeiras serão instaladas e bloqueiam novas investigações.

 Nenhum comentário

DEM quer urgência para restringir fusão de partidos


Vladimir Chaves

O partido Democratas quer urgência para as restrições à fusão de partidos políticos. O líder do DEM, deputado Mendonça Filho, apresentou, logo no primeiro dia da nova legislatura, uma proposta (PL 23/15) que altera a Lei dos Partidos Políticos (9.096/95) e estabelece uma espécie de quarentena para a fusão partidária.

De acordo com o texto, só será admitida a fusão de partidos políticos que tenham obtido o registro definitivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) há, pelo menos, cinco anos.


O deputado Mendonça Filho explica que a intenção é barrar as manobras de criação de partidos que, logo após obterem o registro do TSE, se fundem a outra legenda para driblar as regras da fidelidade partidária. "É para vedar a possibilidade de uso do artifício da criação de novos partidos com o objetivo de burlar a legislação eleitoral, que não permite a migração de tempo de televisão e acesso a fundo partidário por meio da mudança de partido político."

 Nenhum comentário

PROS de Campina Grande pleiteia Secretaria de Assistência Social


Vladimir Chaves

O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) de Campina Grande, através da presidência do seu diretório, indicou ao prefeito Romero Rodrigues o nome do primeiro secretário da legenda na cidade, Mário Cézar de Souza Lima, o Irmão Cézar, para a Secretaria de Assistência Social (Semas). A expectativa do partido é que Cézar ocupe a secretaria adjunta.

“Pelo tamanho do PROS, evidentemente nós poderíamos pleitear uma secretaria, mas entendemos as dificuldades do prefeito Romero para atender a todas as demandas de adequação do corpo de aliados. Nesse sentido, dialogamos sobre a possibilidade de ocuparmos pelo menos uma secretaria adjunta, e o nome mais indicado é o do Irmão Cézar”, ponderou o vereador Alexandre do Sindicato, presidente do diretório municipal.

“Trata-se, porém, de um pleito do partido ao prefeito; não há qualquer tipo de imposição”, acrescentou. Ele lembrou que Irmão Cézar é um importante quadro do partido, além de um expressivo representante do segmento evangélico, que obteve expressiva votação nas eleições do ano passado, quando pela primeira vez disputou um cargo eletivo, sendo candidato a deputado estadual.

Alexandre ainda ressaltou que a bancada do Partido Republicano da Ordem Social na Câmara Municipal de Campina Grande, a maior da Casa, continuará dando suporte ao prefeito Romero Rodrigues nesta segunda metade da atual legislatura. “O PROS tem um importante papel no bloco aliado do prefeito, como maior sigla da Câmara, e continuaremos trabalhando juntos”, concluiu.

 Nenhum comentário

Deputado Hugo Mota cobra do governo retorno do subsídio do milho comercializado pela Conab.


Vladimir Chaves

deputado federal Hugo Motta (PMDB) solicitou o retorno do subsídio ao preço do milho comercializado pela companhia para os pequenos produtores paraibanos.

De acordo com o parlamentar, o presidente da Conab, Rubens Rodrigues, está disposto a retomar o auxílio. “Expomos aqui os problemas enfrentados pela população, e o presidente se dispôs a resolver, mas revelou que depende de uma portaria a ser editada pelo Ministro da Agricultura e pelo Ministro da Fazenda", disse.

Hugo afirmou que é preciso unir forças para que o pleito seja atendido. "Diante da situação apresentada pelo presidente Rubens, decidimos que vamos mobilizar a bancada paraibana para pressionarmos o Governo e termos um resultado positivo. Estamos em forte estiagem há três anos e esse apoio por parte da Conab é o que garante a vida dos rebanhos dos pequenos produtores”, revelou.

O valor da saca de 60 kg de milho, sem o subsídio dado pelo Governo, subiu de R$ 21,00 (vinte e um reais) para R$ 36,41 (trinta e seis reais e quarenta e um centavos). Hugo Motta disse ainda que o aumento de 73,38% traz prejuízos aos 25 mil pequenos produtores paraibanos cadastrados pela Conab. “O que o Governo Federal precisa garantir é o desenvolvimento da economia aqui na região, que já está afetada pela seca. Os investimentos e os subsídios têm que aumentar e não o contrário”, retrucou.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

 Nenhum comentário

"Dilma afronta brasileiros em mensagem ao Congresso" Cássio Cunha Lima.


Vladimir Chaves

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) considerou uma “afronta ao povo brasileiro e ao próprio parlamento” citar a Petrobras, envolvida em escândalos de gestão e corrupção investigados pela Polícia Federal e Ministério Público, como um “núcleo de eficiência, de bons resultados”.

“É um deslocamento da realidade que preocupa. Nada pior do que ter um governo que se desloca da realidade, e ao que parece, esse governo está completamente deslocado da realidade”, ressaltou o tucano.

Ele aproveitou para lembrar a postura que os tucanos terão nas atividades no Congresso Nacional. “O princípio geral do PSDB será sempre de uma voz em defesa do povo brasileiro, do trabalhador  brasileiro, e nós não vamos permitir que o nosso povo seja chamado a pagar uma conta que ele não gerou. O governo que cumpra seus compromissos com o corte de gastos. Na linguagem popular, ‘quem pariu Mateus que o embale’.”

Em entrevista ao jornal O Globo, Cássio também ressaltou a ausência da presidente da República na cerimônia de abertura dos trabalhos do Congresso Nacional. “Dilma explicitou sua insatisfação com o Congresso fazendo beicinho e dizendo: ‘perdi, não vou!’. Na Inglaterra, a rainha Elizabeth escolhe a sua mais vistosa coroa para ir ao Parlamento, num gesto de respeito”, destacou.




Assessoria

 Nenhum comentário

Nepotismo cruzado?: Governador nomeia mais um parente de deputado.


Vladimir Chaves

Sete dias após a publicação da nomeação de Tanilson Tarso da Nóbrega Soares, filho do deputado estadual Edmilson Soares (PEN), o Diário Oficial do Estado da Paraíba, publica a nomeação da senhora Millena Alves da Silva Brito Wanderley, esposa do também deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB).


O governador Ricardo Coutinho (PSB), indicou a esposa do deputado para o cargo de Secretária Executiva da Fundação Ernani Sátyro (Funes). 


 Nenhum comentário

Deputado da bancada de Dilma admite assinar pedido de CPI da Petrobrás.


Vladimir Chaves

A depender da bancada paraibana o Congresso Nacional deverá instalar nos próximos dias mais uma CPI para investigar o maior escândalo de corrupção da história do país, desvendado pela “Operação Lava Jato” da Policia Federal.

A coleta de assinatura para instalação da CPI da Petrobrás começou logo após a posse dos deputados e senadores, sendo necessária a assinatura de 171 deputados e 27 senadores, da bancada da Paraíba o primeiro a assinar foi o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), mas até mesmo parlamentares da bancada de sustentação da presidente Dilma Rousseff (PT), admitem assinar o documento, é o caso do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

Perguntado sobre a possibilidade de assinar o documento o deputado do PMDB, revelou que não terá problema em assinar o pedido de abertura da CPI, apesar de afirmar que não acredita que a CPI possa trazer novidades.

“Eu não tenho nenhum problema de assinar qualquer Comissão Parlamentar de Inquérito, que busque, pesquise, identificar e propor correções. Se vier para que eu assine não terei nenhuma dificuldade de fazê-lo” revelou Veneziano.

 Nenhum comentário

Câmara Municipal de Campina empossa novos vereadores


Vladimir Chaves

Nesta terça-feira, 02, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campina Grande empossa como titulares os vereadores suplentes, Anderson Maia e Ivonete Ludgerio ambos do PSB, que substituem os parlamentares que foram eleitos deputados estaduais. A solenidade será às 10 horas no Salão Azul da CMCG.

A suplente Ivonete Ludgerio assume hoje a titularidade do seu 3º mandato, ela foi candidata pela “Coligação Por Amor a Campina I” Obtendo 3.622 votos.

O suplente Anderson Maia foi candidato a vereador pela “Coligação Por Amor a Campina I” obtendo 3.455 votos.

 Nenhum comentário

Prefeito Romero Rodrigues anuncia reajuste de 13,1% para professores.


Vladimir Chaves

O prefeito Romero Rodrigues, informou que enviará a Câmara Municipal de Campina Grande, projeto de lei reajustando em 13,1% o piso salarial dos professores da rede municipal de ensino, reajuste que representa o dobro da meta inflacionária.

“A nossa gestão já cumpriu diversos compromissos com o setor educacional, a exemplo da implantação do piso salarial da categoria dos professores, gerando um impacto mensal da ordem de R$ 1 milhão na folha de pagamento” disse o prefeito.

Segundo o prefeito, a prefeitura também irá pagar neste mês de fevereiro, o decimo quarto salário aos profissionais das escolas que apresentaram o melhor desempenho educacional no IDEB ou Prova Brasil.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

 Nenhum comentário

DEM quer tirar do ar propaganda mentirosa da Petrobras


Vladimir Chaves

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) quer tirar do ar à propaganda televisiva da Petrobras que começou a ser veiculada na semana passada. A informação é da coluna de Felipe Patury, na Época.

O deputado baiano entrará com representação contra o anúncio no Ministério Público Federal, no Tribunal de Contas da União e na Comissão de Valores Mobiliários. "Como uma empresa cheia de problemas de caixa e de gestão e com graves denúncias de corrupção faz uma publicidade se dizendo perfeita? É uma propaganda enganosa e criminosa feita com o dinheiro público num momento de tantos escândalos", disse Aleluia.


A peça publicitária de um minuto diz que "hoje, os desafios são outros. Por isso, estamos aprimorando a governança e a conformidade na gestão".

 Nenhum comentário

Governador Ricardo Coutinho critica desatenção da presidente Dilma com o Nordeste.


Vladimir Chaves

Durante a leitura da mensagem do poder Executivo ao Legislativo paraibano o governador Ricardo Coutinho (PSB), não poupou criticas ao Governo Federal pela politica de discriminação contra o Nordeste.

Segundo o governador, a Paraíba enfrenta uma das piores secas de todos os tempos, no entanto o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), não tem dado a atenção que o Estado precisa e merece.

“Nós não temos nem carro-pipa. Os que ainda têm pegam água a 120 km. Nós queremos ser olhado” criticou.

Ele ainda questionou a atenção diferenciada que a presidente tem dado ao sudeste em detrimento ao nordeste.

“Arranjou R$ 800 milhões em investimentos para uma metrópole como são Paulo e o semiárido há quatro anos convive com a seca” disse Coutinho.

 Nenhum comentário

Dos 513 deputados federais empossados 39 respondem processos na justiça. Confira:


Vladimir Chaves

Dos 513 deputados federais eleitos em outubro de 2014, 39 deles respondem a processos criminais na Justiça. O levantamento foi feito pelo portal G1 e divulgado nesta segunda-feira (2).

De acordo com a pesquisa, eles são acusados de crimes como compra de votos, abuso de poder econômico, violência doméstica, formação de quadrilha...

O PMDB é o partido que tem o maior número de deputados respondendo processos na justiça, nove deputados, inclusive um é da Paraíba, Veneziano Vital do Rêgo.

Confira a relação dos deputados e os respectivos partidos:

PMDB
Veneziano Vital do Rêgo – PB
Giovani Fieltes – RS
Washington Reis – RJ
Carlos Bezerra – MT
Marcelo Castro – PI
Flavinao Melo – AC
Carlos Caguim – TO
Anibal – CE
Lúcio Mosquim – RO

PP
Arthur Lira – AL
Paulo Maluf – SP
Ezequiel Fonseca – MT
Roberto Brito – BA

PDT
Roberto Goes – AP
Dagoberto Pereira – MS
Ronaldo Lessa – AL
Waldir Maranhão – MA

PR
Cabo Sabino – CE
Paulo Fejo – RJ
Ailton Freitas – MG
Magda Mofatto – GO

PSD
Delegado Eder Mauro – PA
Paulo Magalhães – BA
Silas Câmara – AM

PSB
Foleto – Es
Atilahia – PI
Adilton Sachete – MT

PRB
Celso Russomano – SP
Beto Messur – SP

PTB
Nilton Capixaba – RO
Josué Bergton – PA

Solidariedade
Wlad – PA
Paulinho da Força – SP

Pros
Leondi Cristino – CE
Domingos Neto – CE

PSC
Marcos Reategi – AP

PT
Zeca do PT

DEM
Fraga – DF

PSDB
Marcos Tebaldi - SC

 Nenhum comentário