Senadores articulam “golpe” contra a Lei da Ficha Limpa


Vladimir Chaves


Os senadores incluíram na pauta de hoje (13) o Projeto de Lei do Senado n° 396, de 2017, criado por Dalírio Beber (PSDB-SC), que reduz o alcance da Lei da Ficha Limpa.

Contrariando entendimento do Supremo, os parlamentares querem que os políticos condenados pela Lei da Ficha Limpa antes de 2010 não fiquem oito anos sem direito a concorrer a cargo eletivo, mas que seja aplicada apenas a pena prevista nas leis anteriores.

Antes da Lei da Ficha Limpa, os prazos de inelegibilidade variavam. Nos casos de abuso de poder econômico, por exemplo, eram três anos a partir da data da eleição. Márlon Reis, ex-juiz e um dos idealizadores da Ficha Limpa, considera um “retrocesso”. “A mudança praticamente anistia quem cometeu irregularidades antes.”

O requerimento de urgência para análise do projeto foi aprovado, sem alarde, no último dia 7. Com isso, será apreciado diretamente no plenário, sem passar pelas comissões.

Com informações do Estadão

terça-feira, 13 de novembro de 2018

 Nenhum comentário

Romero anuncia pacote de asfaltamento em 125 ruas de 39 bairros de Campina Grande


Vladimir Chaves


O prefeito Romero Rodrigues anunciou, durante entrevista na manhã desta segunda-feira 12, o maior pacote de asfaltamento da história de Campina Grande, através da terceira etapa do Programa Cresce Campina. De uma só vez, nos próximos dias, serão asfaltadas 125 ruas de 39 bairros de todas as regiões da cidade e dos dois principais distritos. O custo total é de R$ 32 milhões, numa parceria entre o município e o governo federal.

O prefeito Romero Rodrigues acompanhou o início dos serviços de asfaltamento já da primeira rua contemplada pelo Cresce Campina 3. Na Avenida Damasco, no bairro de Santa Rosa, o prefeito, o vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, secretários, vereadores e deputados acompanharam o trabalho da equipe.

Só na rua Damasco, estão sendo investidos recursos na ordem de R$ 700 mil, numa obra de asfaltamento ao longo de 811 metros de extensão.

Antes da apresentação detalhada das listas das ruas e bairros contemplados com essa terceira fase do Cresce Campina, Romero apresentou um resumo das ações das duas primeiras etapas do programa.

O pacote de asfaltamento de R$ 32 milhões é resultado de uma emenda impositiva de bancada federal no Orçamento Geral da União. Outros R$ 20 milhões estão assegurados pela própria emenda e serão investidos em obras de pavimentação por paralelepípedo em quase 200 ruas nos próximos dias.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

 Nenhum comentário

Homem constrói candeeiro gigante e pode entrar para Livro dos Recordes


Vladimir Chaves


Dado a invenções inusitadas e surpreendentes, o itaporanguense Antônio Modesto está prestes a inaugurar mais uma de suas muitas criações. Um candeeiro gigante, considerado o maior do mundo, será aceso na noite de 8 de janeiro no sítio Jenipapo, em Itaporanga - PB.

O candeeiro, segundo o seu inventor, tem capacidade para mais de mil litros de gás e seu pavio consome 20 quilos de algodão, mas compensa tanto custo: sua claridade alcança uma área de 800 metros quadrados, uma boa opção em tempos de energia elétrica cara. Uma carga completa clareia dez noites inteiras.
Mais do que economia com eletricidade, o candeeiro tem um objetivo cultural e simbólico: ele fortalece a memória das antigas noites sertanejas, quando o breu noturno dos nossos antepassados era quebrado pelo candeeiro alimentado por querosene em um tempo em que a energia elétrica ainda estava bem distante. O candeeiro era fundamental para as residências rurais e iluminava também as festas familiares e populares.

Por isso é com festa que o candeeiro gigante será inaugurado. Ele vai clarear uma luta de mulheres em uma arena que será montada exclusivamente para o confronto feminino. Conforme Antônio Modesto, há uma boa premiação para as três melhores colocadas: são 700 reais para a campeã; uma cesta básica e uma bicicleta para a que ficar em segundo lugar; e 300 reais para a terceira colocada.

Segundo ainda o organizador, a luta terá regulamento e arbitragem para evitar desequilíbrios entre as atletas. Várias mulheres já se inscreveram e outras interessadas também podem fazer sua inscrição, que é gratuita. 

Com valedopianconotícias

 Nenhum comentário

Cidadão cria ecobarreira caseira e retira 1 tonelada de lixo de rio


Vladimir Chaves


Cansado de ver garrafas plásticas, latas e até sofás e fogões correndo pelas águas poluídas do rio que passa nos fundos de sua casa, em Colombo (Região Metropolitana de Curitiba), Diego Saldanha resolveu agir. Criou uma ecobarreira caseira para segurar o lixo flutuante e com isso já retirou mais de 1 tonelada de resíduos do rio, inclusive capacete e até um fogão.

Com muita criatividade, Diego criou a ecobarreira, um dique flutuante formado por galões plásticos de 20 litros unidos por uma rede que, esticado de uma a outra margem, funciona como uma barreira que retém o lixo que é arrastado pela correnteza.

A lista de objetos retidos pela ecobarreira não para de crescer: são sacolas plásticas, garrafas PET, embalagens plásticas de vários tipos de produtos, capacete, bonecas, bolas, sofá, cadeira infantil para automóveis, tubos de imagem de televisores antigos, fogão, aquecedor elétrico e até uma máquina de lavar.

Diego faz a limpeza do rio, duas vezes por dia, uma antes de ir para o seu trabalho, de vendedor de frutas nos semáforos da cidade, e outra já no final da tarde.

Ele conta que quando criança nadava no rio Atuba e foi percebendo gradativamente que o rio estava morrendo e, por isso, tomou essa iniciativa. Foi pensando em demonstrar aos seus filhos, que, ainda são crianças, a necessidade de preservar a natureza.

“O maior de todos os erros é não fazer nada por achar que se faz pouco. Faça tudo que puder, mesmo que te digam que você está enxugando gelo. Faça sua parte! ”, disse Diego Saldanha.

As garrafas de plástico reciclável são doadas para a campanha de coleta e venda de materiais recicláveis, da escola municipal na qual estudam os dois filhos de Diego. 

A venda das garrafas PET servem para a escola arrecadar alguns recursos;

As bonecas retiradas do lixo do rio Atuba são restauradas pela mãe de Diego, Marizete Saldanha, e, posteriormente, colocadas à venda, em seu brechó;

As várias bolas retiradas do rio Atuba foram doadas, aos garotos da vizinhança, onde Diego mora, fazendo a alegria da garotada;

E até um museu foi criado ao lado da ecobarreira para expor os objetos mais curiosos retirados.

Atitudes como esta, demonstram que é possível um cidadão comum, fazer mudanças palpáveis e eficazes para solucionar problemas que afetam o nosso meio ambiente. Elas motivam e dão esperanças de ter um futuro melhor.

Com informações de: Hora 7 – R7, Mundo Conectado.

 Nenhum comentário

Bruno apresenta requerimento para discutir fechamento da Escola Redentorista na Assembleia


Vladimir Chaves


O deputado estadual Bruno Cunha Lima (SD) apresentou requerimento propondo a realização de Audiência Pública, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), para discutir o fechamento da Escola Técnica Redentorista – ETER. O parlamentar defendeu que se encontre uma solução para manter aberta a instituição, que tem 43 anos de serviços prestados à população campinense.

“A Escola é um patrimônio de Campina Grande e da Paraíba. Não podemos permitir que ela feche as portas sem fazermos nada para reverter esse problema. Estive em Brasília nessa quarta, tratei do assunto com membros do futuro governo e também solicitei na Assembleia Legislativa uma Audiência Pública para discutirmos esse assunto com diversas autoridades, com o objetivo de encontrarmos uma solução”, destacou Bruno.

A Escola Técnica Redentorista anunciou, através de nota publicada em seu site, que ao final desse ano letivo irá encerrar suas atividades. O principal motivo, segundo a nota, é a falta de recursos financeiros, oriundos de convênios com o Governo do Estado e Federal, para custear as despesas.

“O governador Ricardo Coutinho realmente nunca se importou com a educação na Paraíba, muito menos com a de Campina Grande. Basta lembrar das centenas de escolas fechadas, 8 anos seguidos de cortes no orçamento da UEPB, diversas greves na instituição, 5 anos de reprovação na educação da Paraíba pelo IDEB. Sem falar na falta de apoio eventos culturais como o São João ou no fechamento das portas da AACD por atraso nos repasses do Governo Ricardo. Bom, agora cabe ao governador eleito João Azevêdo rever esse lado extremamente negativo que aponta para um fracasso educacional. O que não podemos admitir é que uma história de sucesso na educação paraibana se acabe dessa maneira”, reforçou Bruno.

sábado, 10 de novembro de 2018

 Nenhum comentário

Deputado apela para que governador eleito reduza número de secretarias.


Vladimir Chaves


Para o deputado estadual eleito, Moacir Rodrigues (PSL), o governo da Paraíba precisa seguir o exemplo do governo Bolsonaro, que para conter despesas está reduzindo o número de ministérios do Governo Federal de 29 para apenas 16.

O deputado fez apelo público para que o governador eleito, João Azevedo (PSB), faça estudos no sentido de diminuir o número de secretarias, diminuindo assim, as despesas do Estado.

“Vamos começar para o ano, o Brasil com 16 Ministérios. Não tem sentido a Paraíba ter tantas secretarias que não sei nem quantas são. Acho que tem sentido fazer esse enxugamento e sobrar dinheiro para aplicar em outras áreas.” Disse o deputado.

Atualmente o Governo do Estado da Paraíba possui 24 Secretarias.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

 Nenhum comentário

“Os petistas e seus puxadinhos, como PCdoB e PSOL, não gostarão!” Bolsonaro promete abrir “caixa preta do BNDES”


Vladimir Chaves


Em suas redes sociais o presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSC), disse que: “Os petistas e seus puxadinhos, como PCdoB e PSOL, não gostarão! O Brasil saberá a verdade que estes omitem com o dinheiro do povo!” numa alusão aos recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), utilizados nos governo Lula/Dilma.

Bolsonaro disse ainda que; “Firmo o compromisso de iniciar o meu mandato determinado a abrir a caixa preta do BNDES e revelar ao povo brasileiro o que foi feito com seu dinheiro nos últimos anos. Acredito que este é um anseio de todos”

 Nenhum comentário