Ex-prefeito critica insensibilidade do prefeito de Campina Grande e pede o retorno das verbas para entidades filantrópicas


Vladimir Chaves

O ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) voltou a apelar ao prefeito Romero Rodrigues (PSDB), para que retome o repasse das entidades filantrópicas da cidade. Conhecedor do impacto que teve o corte das verbas para às casas de assistência social, o ex-prefeito tem criticado a insensibilidade do atual gestor.

O ex-prefeito lembrou que, na sua época como prefeito, apesar de ter um orçamento bem menor que o atual, mantinha, regularmente, os repasses para as entidades filantrópicas que prestam relevantes serviços à população campinense.

Veneziano destacou que, no último ano da sua gestão, em 2012, a prefeitura apoiou as entidades filantrópicas com a destinação de R$ 650.121,72, mesmo tendo um orçamento menor que o atual, pois a LOA de 2012 foi de R$ 830 milhões. Já a gestão Romero, em 2016, destinou apenas R$ 527.200,00 para as entidades filantrópicas, mesmo tento um orçamento de R$ 923 milhões. Ou seja, mesmo com um orçamento menor em cerca de R$ 93 milhões, Veneziano destinou R$ 122.971,72 a mais que a atual gestão.

“Dinheiro tem, pois, na nossa gestão, com um orçamento bem menor, nós dávamos o apoio às entidades e tocávamos grandes obras com recursos próprios. Hoje a Prefeitura não tem uma só obra em execução com recursos próprios e tem um orçamento bem maior. Portanto, não se justifica o corte a essas entidades que tantos serviços tem prestado à sociedade campinense”, disse Veneziano.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

 Nenhum comentário

Deputados rejeitam proposta de Pedro Cunha Lima que acabava com a progressão de regime para condenados por estupro.


Vladimir Chaves

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou emenda, de autoria do deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), ao Projeto de Lei 4500/01 que estabelecia prisão em regime fechado, sem direito a progressão de regime, para os condenados pelo crime de estupro.


“Absurdo! O estupro não terá uma punição mais severa!” desabafou o deputado.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

 Nenhum comentário

Prefeitura de Campina Grande “trucida” a dignidade dos idosos que precisam do Cadastro Único.


Vladimir Chaves

Há quase uma semana que, ao me deslocar para o trabalho, testemunho um crime absurdo praticado contra idosos em frente à sede do “Programa Fome Zero” de Campina Grande, localizada na Rua Rodrigues Alves – Prata -. O que estão praticando contra aqueles idosos é imoral, indecente, desumano...

Para continuar recebendo as esmolas do Governo Federal, o desgoverno do ainda presidente Michel Temer, determinou que todos os idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), terão que estar inscritos no Cadastro Único, até o dia 31 de dezembro, sob pena de perder o “benefício”. O cadastro ficou a cargo das prefeituras e no caso de Campina Grande não houve preocupação algum em oferecer um mínimo de respeito aos velhinhos, diariamente, logo nas primeiras horas do dia centenas de velhinhos aglomeram-se nas calçadas da Rua Rodrigues Alves, expostos a um sol calcinante sem o mínimo de conforto.

O respeito à dignidade humana e ao Estatuto do Idoso é ZERO, por parte da Prefeitura de Campina Grande, uma imoralidade inominável. Alguém tem duvidas que se fosse um evento politiqueiro a Prefeitura disponibilizaria tendas, cadeiras e até água gelada?

Fico me questionando; Por que não dividir a cidade em regiões e realizar o recadastramento nos bairros? Por que não colocar pelo menos 2% dos quase quatro mil servidores contratados por critério politico, para auxiliar a ínfima equipe do “Programa Fome Zero? A resposta é simples, trata-se do povão, de pessoas humildes, fosse um recadastramento de familiares de políticos com mandatos, de secretários ou coisa que o valha seria num ambiente com ar condicionado, água mineral e lanchinhos.  

Diante de tanta insensibilidade só resta lamentar!

O que é o Benefício de Prestação Continuada.


“É a garantia de um salário mínimo mensal ao idoso acima de 65 anos ou ao cidadão com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo, que o impossibilite de participar de forma plena e efetiva na sociedade, em igualdade de condições com as demais pessoas”.

 Nenhum comentário

Câmara de Campina Grande “inova na transparência” e omite nomes dos novos servidores contratados.


Vladimir Chaves

O Portal da Transparência da Câmara Municipal de Campina Grande resolveu “inovar na transparência” deixando de publicar os nomes dos novos servidores contratados por “excepcional interesse público”, a partir do mês de setembro.


Até agosto de 2017, a Câmara tinha 265 servidores contratados por “excepcional interesse público”, com os nomes dos servidores divulgados no Portal da Transparência, em setembro o número de servidores subiu para 278, em outubro  para 280, sendo que o Portal passou a omitir os nomes dos novos contratados divulgando apenas os números das matriculas. 


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

 Nenhum comentário

Deputado solicita dinheiro público para fazer turismo em Portugal


Vladimir Chaves

O deputado, de poucos votos, André Amaral (PMDB) pretendia viajar para Portugal, para assistir um campeonato de Kart, à custa dos contribuintes brasileiros, entretanto a presidência da Câmara dos Deputados não autorizou a liberação dos recursos, segundo informações do jornal O Globo.

Achando pouco o deputado, divulgou um vídeo nas redes sociais tentando justificar suas pretensões de fazer turismo com o dinheiro público. No vídeo o deputado alega que foi o “principal interlocutor político” para a realização do Rotax Max Challenge, torneio de kart, que será realizado no município de Conde, em 2018.

O deputado acredita que essa “empreitada” com o dinheiro público pode no futuro criar um campeão mundial natural da Paraíba.  "Quem sabe a Paraíba não pode produzir um campeão mundial do automobilismo?", disse o deputado.

O deputado André Amaral obteve apenas 6.552 votos, assumindo a titularidade do mandato com a renuncia do então deputado Manoel Junior (PMDB).

sábado, 4 de novembro de 2017

 Nenhum comentário

Descaso: Mosquito da Dengue infesta todos os bairros de Campina Grande.


Vladimir Chaves

O descaso com a saúde pública não fica restrita a qualidade da prestação de serviço nos Postos de Saúde, o relaxamento com a prevenção e as campanhas de conscientização de combate ao Aedes Aegypti (dengue) também tem empurrando a cidade de Campina Grande para posições vergonhosa no que diz respeito a saúde pública.

O Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes Aegypti (LIRAa) feito em Campina Grande, revelou que o índice infestação no mês outubro ficou acima da média satisfatória em todos os bairros da cidade.

Eximindo-se da responsabilidade a Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da vigilância ambiental, responsabilizou a população pela infestação, alegando que os habitantes tem armazenado água em tonéis e caixas d’água de forma irregular.


“É preocupante para Campina Grande quando se vê esse índice de infestação em todo o município. Desde janeiro deste ano a gente vem alertando que o índice tem se mantido alto. A questão do racionamento parou, mas as pessoas continuam guardando água. Não tem problema em guardar água, desde que se vede o depósito”, disse a gerente de vigilância ambiental.

 Nenhum comentário

Com 5 anos de atraso, prefeitura anuncia inauguração da UPA da Dinamérica.


Vladimir Chaves

Com um atraso absurdo de cinco anos finalmente a Prefeitura Municipal de Campina Grande vai entregar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – UPA 14h- localizada no bairro Dinamérica. A ordem de serviço para construção da UPA foi assinada no dia 24 de outubro de 2012, na gestão do então prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), com a previsão de funcionamento para abril de 2013.

A princípio a UPA 14h, deveria contar com 16 leitos para internação, entretanto a prefeitura anunciou que haverá apenas 11 leitos para internamento e uma capacidade de 250 atendimentos dia.

Quando da assinatura da ordem de serviço à previsão era de um investimento de R$ 2 milhões por parte do Governo Federal tendo como contrapartida do município a responsabilidade de equipar a unidade e contratar profissionais da área de saúde. Para cumprir com a contrapartida o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), adotou uma ação paliativa contratando prestadores de serviços, através de um Processo Simplificado Seletivo.


Segundo a prefeitura a entrega da UPA – 14h acontecerá no dia 21 de novembro.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

 Nenhum comentário